Publicidade
Contabilidade Fácil

Últimas dicas para a Declaração de Imposto de Renda 2020

Neste dia trinta de junho é o prazo final para a entrega da declaração de Imposto de Renda referente aos rendimentos do ano de 2019. Excepcionalmente, a entrega deste ano, foi prorrogada do dia trinta de abril para esta data.

Para aqueles que ainda não conseguiram terminar a sua declaração de Imposto de Renda e estão impossibilitados de conseguir algum documento que ainda está faltando, a dica é entregar a declaração e, posteriormente, fazer uma declaração retificadora. A vantagem que, desta forma, o contribuinte não pagará multa de, no mínimo, R$ 165,00.

Para os contribuintes que precisam pagar Imposto de Renda lembramos que podem fazer o parcelamento deste imposto, em até oito vezes, desde que a parcela não seja inferior a cinquenta reais. Também é possível colocar em débito automático o tributo a partir da segunda parcela. Para a primeira parcela deverá ser emitida uma DARF que o próprio programa disponibiliza.

Sugerimos o débito automático, pois a Receita Federal já o faz corrigindo pelos índices oficiais. Para os que não optarem pelo débito automático no parcelamento é importante saber que deverão fazer a correção mensal deste imposto. O Banco não faz a correção devendo o contribuinte acessar o SICALCWEB, no site oficial da Receita Federal, podendo fazê-la e, assim efetuar o pagamento do tributo.

É importante que, após a transmissão da declaração para a Receita Federal, o contribuinte tenha em mãos a declaração completa e o recibo de entrega. Estes são os documentos oficiais que o contribuinte deve guardar para a próxima declaração ou para quando for solicitado por alguma Instituição.

Celso Oliveira é contabilista, professor da Estácio Curitiba e da FAE Centro Universitário

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES