Publicidade
Prevenção

Urbs adota novas medidas contra coronavírus no transporte coletivo e na Rodoviária

(Foto: Daniel Castellano / SMCS)

A Urbanização de Curitiba (Urbs) estabeleceu algumas mudanças no funcionamento dos seus serviços para evitar a propagação do contágio do novo coronavírus. Entre elas, modificações no atendimento sobre cartão-transporte, alteração na operação da ala interestadual da Rodoviária e suspensão da Linha Turismo a partir desta sexta-feira (20/3).

“Estamos tomando medidas para preservar a população e nossos funcionários da propagação do vírus”, diz o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto.

Cartão-transporte
O atendimento presencial sobre cartão-transporte será feito somente após o agendamento pelo site da Urbs (www.urbs.curitiba.pr.gov.br) e terá horário alterado a partir de segunda-feira (23/3).

O horário de atendimento presencial será das 11h às 17h, de segunda a sexta-feira, tanto na sede da Urbs (rodoviária) quanto nas unidades das Ruas das Cidadanias. Antes, o atendimento era das 12h30 a 18h30. O objetivo é evitar o funcionamento em horários de pico.

A medida vale até 31 de maio. O posto do Memorial de Curitiba será fechado.

Ala da Rodoviária
A partir de sexta (20/3), a ala interestadual da Rodoviária ficará sem receber ônibus, em função do decreto do Governo do Estado de suspender o transporte coletivo rodoviário de passageiros com origem de todos os outros Estados e do Distrito Federal.

A medida do governo estadual vale inicialmente por 14 dias, mas pode ser prorrogada. Em dias normais, essa área do terminal registrava quatro mil embarques.

Ônibus e Linha Turismo
No transporte coletivo, os fiscais estão prestando orientação para evitar que os ônibus saiam lotados.

A Urbs está analisando o impacto já verificado na redução de usuários no sistema de transporte e poderá fazer cortes nas escalas de algumas linhas mais afetadas pela diminuição de usuários.

Com escolas e universidades fechadas, flexibilização no horário de atendimento do comércio e o aumento do número de trabalhadores em sistema home office, o fluxo de passageiros de ônibus deve reduzir mais nos próximos dias.

A Linha Turismo, que leva aos principais pontos turísticos da cidade, será suspensa a partir desta sexta-feira.

Aplicativos
O atendimento presencial para o cadastramento dos motoristas de aplicativos de transporte será suspenso a partir de segunda-feira (23/3) e passará a ser feito pela internet no site www.urbs.curitiba.pr.gov.br.

Para taxistas, transporte escolar, motofrete e fretamento, o atendimento na Urbs será feito apenas após agendamento por telefone. Táxis: 3320-3340; Fiscalização: 3320-3339; Transporte Comercial: 3320-3321.

Prova de Vida
Também fica suspensa, até 30 de junho, a necessidade de idosos (pessoas acima de 65 anos), portadores do cartão isento, fazerem a prova de vida. Pessoas com deficiência ou com patologias crônicas que têm cartão transporte isento ficarão dispensados de requerer a validação dos benefício até a mesma data.

Funcionamento interno
O funcionamento da Urbs também será alterado para o trabalho interno dos funcionários, com divisão em duas equipes entre os colaboradores, que trabalharão das 9h às 15h e das 11h às 17h a partir da próxima segunda-feira. A medida vale até 31 de maio.

A Urbs também seguirá o decreto da Prefeitura de Curitiba que define critérios para trabalho remoto e afastamento de funcionários com sintomas da covid-19.

Os equipamentos comerciais da Urbs, no entanto, permanecem abertos, como o Mercado Municipal e Capão Raso, as Arcadas de São Francisco, Rua 24 horas, Rua da CIdadania da Matriz, lojas da Rui Barbosa, lojas#CuritibaSuaLinda e Rua 24 horas.

A Urbs já anunciou uma série de medidas para prevenir a disseminação do novo coronavírus. Em parceria com as empresas de ônibus, foram reforçadas a limpeza de ônibus, estações tubo e terminais e a distribuição de álcool gel a cobradores.

Cartazes falando da importância da prevenção foram anexados nos ônibus, bem como áudios nos biarticulados e mensagens nas estações-tubo.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES