Publicidade

Vale terá que adotar medidas de segurança em barragem de Mariana

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Justiça de Minas Gerais concedeu nesta segunda-feira (22) uma liminar que obriga a Vale a adotar novas medidas de segurança na barragem Campo Grande, em Mariana.

De acordo com o Ministério Público de Minas Gerais, o local não teve sua condição de segurança verificada após a última vistoria, realizada em março por agentes da Agência Nacional de Mineração.

A decisão determina que a Vale deve parar de lançar rejeitos e operar a barragem enquanto não forem averiguadas as condições de segurança.

Além disso, a empresa terá de elaborar um plano de segurança de barragens, que deve incluir rotas de fuga em caso de rompimento e sinalização.

Uma agência irá auditar a criação dos planos e implementação de medidas de segurança que a Vale deve apresentar nas próximas semanas.

DESTAQUES DOS EDITORES