Publicidade
Atacante

Vice-campeão com o Athletico em 2013, Dellatorre está livre no mercado

Dellatorre com a camisa do Mirassol
Dellatorre com a camisa do Mirassol (Foto: Divulgação/Mirassol FC)

O atacante Guilherme Dellatorre, 28 anos, está livre no mercado. Ele tinha contrato com o Mirassol até 30 de abril. Com a paralisação por conta do coronavírius, o clube decidiu não renovar os vínculos de parte do elenco e o jogador ficou livre. “Estou livre no mercado. Meu pensamento para o segundo semestre é conseguir acertar com um clube que me dê condições de mostrar o meu trabalho e consequentemente eu possa dar sequência na minha trajetória”, disse o atacante, que soma 68 gols em jogos oficiais ao longo da carreira.

Dellatorre foi vice-campeão da Copa do Brasil de 2013 com o Athletico Paranaense. Também participou da campanha do terceiro lugar do Brasileirão daquele ano. Chegou a ser titular no quarteto ofensivo formado por Marcelo Cirino, Paulo Baier e Everton. Depois, perdeu a posição para Ederson e virou um reserva versátil, entrando em outras funções.

No total de 2013, o atacante atuou em 14 partidas como titular e outras 16 como substituto. Fez cinco gols e ajudou com cinco assistências.

Em 2014, Dellatorre acertou com o Queens Park Rangers, da Inglaterra, mas não conseguiu se firmar no futebol europeu. Retornou ao Athletico ainda em 2014 e atuou no segundo turno do Brasileirão. Em 2015, viveu um ano de altos e baixos no clube paranaense.

Deixou o Athletico em 2016 e não voltou mais. Atuou dois anos pelo Suphanburi (Tailândia) e dois pelo Apoel (Chipre). Retornou ao Brasil em 2020.

CURITIBA
Dellatorre mora em Curitiba e revelou que conta com suporte de profissionais do Athletico. “Tenho muitos amigos aqui em Curitiba. Fiz 70 jogos pelo Athletico Paranaense e alguns fisioterapeutas do clube tem uma clínica e estou tendo uma rotina de treinos por lá para quando definir minha próxima equipe, eu esteja em boas condições física. Também tenho jogado futevôlei e, além disso, enquanto estava em Mirassol, no começo da pandemia, investi num personal que me manteve em atividade e num bom nível de força”, contou.

MIRASSOL
Dellatorre só atuou duas partida pelo Mirassol em 2020. Ele chegou com o Paulistão em andamento. Mesmo assim, gostou da experiência. Após 10 rodadas disputadas, o Mirassol vinha sendo uma das sensações da competição, ocupando a vice-liderança do grupo C com 16 pontos e na zona de classificação para a segunda fase. “Foi uma experiência curta, porém, positiva. O clube tem uma ótima estrutura de trabalho e dá todas as condições para os seus jogadores. Ficamos tristes pela paralisação, pois fazíamos uma bela campanha e os jogadores estavam sendo valorizados. Porém, aconteceu a pandemia que prejudicou o prosseguimento do nosso trabalho”, disse o atacante.

HISTÓRIA
Dellatorre foi artilheiro da Copa São Paulo de Juniores de 2011, com sete gols, atuando pelo Desportivo Brasil. Na época, pertencia ao Rio Preto e estava emprestado ao clube de Porto Feliz (SP). Em seguida, foi contratado pelo Internacional. Em 2012, acertou com o Porto, mas só atuou pelo time B do clube português.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES