Publicidade

Vidros do prédio da Prefeitura de Curitiba serão trocados em 10 dias

Os 126 vidros quebrados do Palácio 29 de Março, prédio central da Prefeitura de Curitiba, começam a ser recolocados em 10 dias. A Prefeitura abriu um processo licitatório para a compra dos vidros e o resultado da concorrência foi anunciado nesta quarta-feira (07), com a definição da empresa vencedora.

A depredação ocorreu na noite de 21 de junho, quando vândalos que se aproveitaram das manifestações populares invadiram o prédio e quebraram os vidros da fachada frontal e laterais, além de danificar 260 metros de esquadrias metálicas, duas portas automatizadas e seis aparelhos de ar condicionado. Tivemos de abrir uma licitação pública, pois as grandes armações de ferro existentes na fachada do prédio comportam apenas os vidros de 8 e 6 milímetros, disse Ricardo Mac Donald, secretário municipal do Governo. Ele conta que a Prefeitura economizou com a licitação. Os vidros tinham sido orçados em R$ 86,7 mil, mas conseguimos, com desconto, por R$ 46,1 mil, explicou.

Os vândalos também danificaram todos os corrimãos da rampa de acesso ao prédio, a cancela e a cabine da Guarda Municipal na entrada do estacionamento e todos os refletores no jardim em frente ao prédio. Além disso, o prédio foi pichado.
A empresa vencedora começa a efetuar o serviço decorrido o prazo legal para impugnações da licitação, que é de cinco dias úteis a partir desta quinta-feira (08). Os vidros do prédio central da Prefeitura foram trocados pela última vez em 1969. Eram importados e laminados.

Estações Tubo

As três estações-tubo destruídas por vândalos durante a manifestação de junho, no Centro Cívico, estão totalmente recuperadas. Foram trocados 120 vidros e 51 guarnições de borracha, além de outros cinco conjuntos de borracha de encaixe que foram recuperados.

A colocação dos vidros das estações foi realizada com rapidez porque a Urbs – Urbanização de Curitiba S/A – possui um contrato com a Clear Channel para a manutenção constante dos tubos, o que facilitou a troca. 

 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES