Publicidade
Vigília Lula Livre

Acampamento pró-Lula tem peteca na rua, lançamento de livro e show de circo neste sábado

Acampamento pró-Lula tem peteca na rua, lançamento de livro e show de circo neste sábado
Novo lar dos apoiadores de Lula em Curitiba (Foto: Franklin de Freitas)

Desde a última terça-feira instalada num terreno alugado, localizado a cerca de 800 metros da sede da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida, a  vigília Lula Livre terá um sábado (21 de abril) culturalmente agitado.

Marcando presença em Curitiba desde o último dia 7 de abril, quando o ex-presidente resolveu se entregar às autoridades, atendendo a ordem de prisão emitida por Sergio Moro, a vigília abriu as atividades de hoje, às 9 horas, com o já tradicional "bom dia" ao petista. Uma hora depois, teve início uma descontraída atividade de peteca na rua.

É no período da tarde, contudo, que acontecerão a maior parte dos eventos. Às 15 horas, será feito o lançamengo do livro “Feminismo Em Comum: para todas, todes e todos”, com Márcia Tiburi. 

Já às 16 horas acontece o show "O Mundo não é uma Bola", com Ana Decker, Octavio Camargo e Márcio Mattana. Por fim, das 17h30 às 18h30, será vez de um show de circo com a Trupe 13 - um grupo de artistas que se conheceram no semáforo da Rua 13 de Maio, na Capital, e desde então buscam "levar alegria e arte para a vida das pessoas", como os próprios definem em sua página no Facebook.

Ex-presidente Dilma deve visitar acampamento

De acordo com boletim do Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia, a ex-presidente Dilma Rousseff deve vir a Curitiba nos próximos dias para conhecer o acampamento pró-Lula nas imediações da superintendência da PF em Curitiba. 

Em palestra na Universidade Estadual de San Diego, na Califórnia, a petista ainda condenou o isolamento imposto ao ex-presidente: “É a pior punição, quando não há tortura física. Quem exerce a violência e usa a solitária como forma de tortura faz isto porque sabe que as pessoas precisam umas das outras. Pois eles colocaram o Lula numa solitária. Lula é um homem forte, mas ele está sendo submetido a condições desumanas de prisão”.

DESTAQUES DOS EDITORES