Publicidade
Miringuava terá capacidade para armazenar 38 bilhões de litros de água

Visitas técnicas às obras de nova barragem começam nesta quinta

Agenda serve para troca de experiências e debates sobre o investimento na RMC
Visitas técnicas às obras de nova barragem começam nesta quinta
Miringuava será a sexta barragem na Grande Curitiba (Foto: Maurilio Cheli/AN-PR)

Esta semana marca a abertura de visitas técnicas às obras da Barragem do Miringuava, importante empreendimento de reforço do abastecimento de água da Região Metropolitana de Curitiba. As visitas são preferenciais para profissionais das áreas de Engenharia Ambiental, Civil, Geotécnica, Mecânica e atividades correlatas. Com agenda aberta em 21 de junho, o programa de visitas busca aproximar a comunidade profissional especializada para troca de experiências e debates técnicos que elevem o padrão de qualidade do investimento.
Segundo o engenheiro responsável pela obra, Mário Emílio Samways, o atual status da construção, próximo à escavação das fundações, permite visualização de um estágio crítico para a engenharia, oferecendo uma oportunidade sem igual para troca de experiências.
A construção da Barragem do Miringuava foi iniciada em abril de 2017. Localizada no município de São José dos Pinhais, terá capacidade para armazenamento de 38 bilhões de litros de água. Será a sexta represa a ser utilizada para o abastecimento público da RMC, integrando o Plano Diretor do Sistema de Abastecimento de Água Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (SAIC), atualizado em 2011.
Com previsão de conclusão para o fim de 2019, a obra visa atender à demanda por água tratada dos moradores da RMC até o ano de 2030, beneficiando cerca de 650 mil habitantes. Após a conclusão da barragem, a Sanepar passará a tratar 2 mil litros de água por segundo.
 

DESTAQUES DOS EDITORES