Publicidade
Solidariedade

Whindersson Nunes ajuda mulher a conseguir prótese de R$ 14 mil

Whindersson Nunes ajuda mulher a conseguir prótese de R$ 14 mil

Whindersson Nunes contou em seu Instagram que, há alguns dias, recebeu em seu camarim após um show em Teresina uma mulher pedindo ajuda. A mulher era Katia Cilene, uma professora que perdeu o braço esquerdo após sofrer um acidente de moto. “Ela me falou que sofreu um acidente de moto, caiu no chão e passou um ônibus na hora e arrancou o braço dela. Ela disse: ‘Whindersson, eu preciso de um braço’”, contou o humorista em seu Stories. “Aí eu perguntei a ela: ‘Quando é que é esse braço?’, e ela falou que custava R$ 14 mil. Aí eu fui pesquisar quem fazia um braço e achei a ortopedia Gonzalez. Eles foram uns anjos e disseram que se eu levasse a Katia lá, eles faziam na hora. Foi super rápido, ela chegou num dia, tirou o molde e no outro já entregou a prótese para ela”, contou.

Crime

Mãe de jogador da seleção é sequestrada e resgatada 

A mãe do atacante Taison, que estava na Copa do Mundo de 2018 com a seleção brasileira, foi libertada ontem após sofrer um sequestro-relâmpago em sua casa, em Pelotas (RS), cidade-natal do jogador. Quatro suspeitos foram detidos pela Brigada Militar. Rosângela Freda estava em sua residência quando, no começo da tarde, sequestradores simularam a entrega de um buquê de flores. Após atender a porta, ela foi colocada no porta-malas de um Siena. Pouco tempo depois do sequestro, a mãe do jogador foi resgatada na estrada Alto da Cruz, região distrital de Pelotas, próxima à cidade de Canguçu. Participaram do resgate a Brigada Milita, Polícia Civil e forças de segurança da cidade. Não chegou a ser feito um pedido de resgate pelos sequestradores. No momento do sequestro, Taison estava fazendo uma visita ao Progresso, clube onde iniciou a carreira, com sede em Pelotas. Revelado pelo Internacional e atualmente no Shakhtar Donetsk (UCR), Taison foi à Copa na Rússia, mas não entrou em campo em nenhum dos cinco jogos da equipe de Tite no torneio.


Babado


Demi Lovato tem recaída e é vista saindo de boate em Los Angeles
A cantora norte-americana Demi Lovato, que comemorou seis anos de sobriedade em março de 2018, teve uma recaída e foi vista saindo de uma boate em Los Angeles na madrugada do sábado, 14. Demi nunca escondeu sua luta contra o uso abusivo de álcool e drogas - sendo tema, inclusive, da música ‘Sober’, lançada em junho. Segundo o site Radar Online, Demi demitiu seu empresário Phil McIntyre, que trabalhou com a cantora desde o início da sua carreira, além de se afastar da família e de amigos que a ajudaram quando ela superou o vício pela primeira vez. 


Revelação
‘Van Damme estava fora de juízo pela cocaína’, diz diretor

Steven de Souza, diretor do filme baseado na série de jogos Street Fighter que foi lançado na década de 1990, deu uma entrevista ao The Guardian relembrando como o vício em drogas do ator Jean-Claude Van Damme interferia nas filmagens do longa. “Eu não podia falar sobre isso àquela época, mas agora eu posso: Jean-Claude estava fora de juízo pela cocaína. [...] O estúdio tinha contratado uma pessoa para tomar conta dele, mas, infelizmente, ela própria foi uma má influência”, contou. “Em duas ocasiões, os produtores permitiram que ele fosse a Hong Kong, e em ambas ele voltou atrasado. Às segundas-feiras, ele simplesmente nunca estava lá”


Níver do dia

Quino
cartunista argentino
86 anos

 

DESTAQUES DOS EDITORES