Publicidade
Na Rússia

Zagueiro ex-Atlético-PR marca gol histórico na derrota do Panamá para a Inglaterra

Zagueiro ex-Atlético-PR marca gol histórico na derrota do Panamá para a Inglaterra
Baloy comemora gol do Panamá: primeiro tento do país na história das Copas (Foto: Reprodução/Sportv)

A Inglaterra venceu por 6 a 1 o Panamá, nesse domingo (dia 24), pela segunda rodada do Grupo G da Copa do Mundo 2018, na Rússia. Os gols ingleses foram de Kane (3), Stones (2) e Lingard (1). O gol dos panamenhos foi marcado pelo zagueiro Felipe Baloy, 37 anos, que jogou no Atlético Paranaense em 2005. 

Baloy soma 101 jogos e 5 gols pela seleção nacional, mas é reserva. Entrou no segundo tempo contra a Inglaterra e fez o chamado “gol de honra”. Atualmente, o zagueiro atua pelo Municipal, da Guatemala. 

Esse foi o primeiro gol do Panamá na história das Copas. A seleção do país nunca havia disputado o mundial. Na primeira rodada da Copa 2018, perdeu por 3 a 0 para a Bélgica.

Clique aqui para ver a classificação e a tabela da Copa do Mundo, no site Srgoool.

Com o resultado dessa partida, a Inglaterra e a Bélgica estão classificadas para as oitavas de final. Tunísia e Bélgica estão eliminadas.

Kane agora é o artilheiro da Copa 2018, com cinco gols, à frente de Lukaku (Bélgica) e de Cristiano Ronaldo (Portugal), ambos com quatro gols.

FICHA TÉCNICA
INGLATERRA 6 x 1 PANAMÁ

INGLATERRA: Pickford; Walker, Stones e Maguire; Trippier (Rose), Loftus-Cheek, Henderson, Lingaard (Delph) e Young; Sterling e Kane (Vardy).
Técnico: Gareth Southgate.
PANAMÁ: Penedo; Murillo, Román Torres, Escobar e Davis; Barcenas (Arroyo), Cooper, Gómez (Baloy), Godoy (Ávila) e José Rodríguez; Perez.
Técnico: Hernán Dario Gomez.
Gols: Stones, aos 8min do 1º tempo e aos 40min do 1º tempo, Kane (pênaltis), aos 21min do 1º tempo e aos 46min do 1º tempo, e aos 17min do 2º tempo, e Lingaard, aos 36min do 1º tempo; Baloy, aos 33min do 2º tempo
Cartões Amarelos: Loftus-Cheek (Inglaterra); Cooper, Escobar e Murillo (Panamá)
Árbitro: Ghead Grisha (Egito)
Assistentes: Redouane Achik (Marrocos) e Waleed Ahmed (Sudão)
Local: Estádio de Nizhny Novgorod, em Nizhny Novgorod (Rússia)

DESTAQUES DOS EDITORES