Publicidade
Mercado da bola

Zeca fica perto de acerto com o Corinthians

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O lateral esquerdo Zeca está perto de assinar contrato com o Corinthians. O clube aguarda a conclusão dos exames médicos para formalizar o vínculo com o jogador de 23 anos. A tendência é que ele assine por quatro anos com o time de Parque São Jorge ainda nesta terça-feira. Os exames ortopédicos foram feitos na manhã desta terça, enquanto o cardiológico serão finalizados à tarde. Segundo o consultor médico do clube, Joaquim Grava, os resultados devem sair às 18h. Se aprovado, o atleta será jogador do Corinthians.

De acordo com o presidente corintiano Andrés Sanchez, o Corinthians tentou nos últimos dias costurar um acerto com o Santos. Zeca deixou o clube no fim do ano passado e recorreu à Justiça para rescindir o contrato, alegando atrasos no recolhimento do FGTS. "Risco muito pequeno de isso ser revertido, Corinthians não recorreria nenhum risco, responsabilidade de valores, caso o atleta perca, seria responsabilidade do atleta e do empresário. O Corinthians estaria sem risco, risco muito pequeno de isso ser revertido", disse Duilio Monteiro Alves, diretor de futebol corintiano. "Estamos conversando há quase 30 dias, após a eleição do Andrés. Entramos em um acordo. Ontem saiu uma liminar a favor do jogador que deixou o passe dele livre, então ele pode assinar com qualquer clube. Provavelmente nas próximas horas conseguiremos concretizar essa contratação", completou.

O Corinthians considerava a negociação muito complicada do ponto de vista jurídico. Em conversas com o Santos, o nome do meia Marquinhos Gabriel chegou a ser cogitado nas tratativas. O acordo, porém, não inclui o nome do jogador, que segue no clube. Ciente da situação, o Santos emitiu nota oficial sobre o caso na tarde desta terça-feira e afirmou que não abrirá mão da multa caso obtenha vitória sobre Zeca na justiça. "O Santos FC reconhece o direito do atleta de assinar com qual clube desejar. Reitera aos envolvidos, contudo, porque acredita na Justiça, que conforme esclarecido pelo TST, o mérito da ação ainda será julgado em abril. Assim, diante do resultado, o clube não abrirá mão, em hipótese alguma e nem parcialmente, do valor que lhe cabe", diz o comunicado.

DESTAQUES DOS EDITORES