Arquivos da categoria: Visão

Robots_1

10 habilidades necessárias para um profissional do futuro

6 julho, 2017 às 12:06  |  por Escola Conquer

De acordo com o Fórum Mundial de Economia, estamos vivendo a quarta revolução industrial.

E o que isso quer dizer, na prática?

Que tecnologias de robótica e inteligência artificial já se encontram em estágios tão avançadas que, em breve, inúmeros postos de trabalho poderão ser substituídos por máquinas, com ganho de produtividade para as empresas.

Essas mudanças irão transformar a maneira como vivemos e trabalhamos. Alguns postos de trabalho irão desaparecer, outros irão crescer e novos surgirão.

A única coisa certa diante de tudo isso é que a força de trabalho precisará se adaptar e desenvolver novas habilidades caso queira se manter no mercado de trabalho.

E que habilidades serão essas?

Em um relatório feito pelo Fórum Econômico Mundial, baseado em análises feitas por líderes de grandes empresas, chegou-se em 10 habilidades que serão mais requisitadas nesse novo cenário.

Confira quais são:

1. Capacidade de resolver problemas complexos

Dentro do mercado de trabalho, diariamente surgem situações incertas que exigem a tomada de decisões imediatas. Um profissional que tenha a capacidade de enxergar esse contexto com clareza e tomar decisões assertivas fica à frente de outros profissionais e até mesmo de Inteligências Artificiais.

Essa habilidade é exclusivamente humana (ainda).

2. Pensamento crítico

Perfil analítico e capacidade de filtrar informações importantes serão habilidades bastante valorizadas pelo mercado. Se por um lado as máquinas estarão fazendo grande parte de trabalhos operacionais, por outro será cada vez mais exigido a realização de um trabalho intelectual por parte dos humanos.

3. Criatividade

Com o aumento de novas formas de trabalho, novos produtos e novas tecnologias, os profissionais terão de se tornar mais criativos para serem capaz de se beneficiarem com tudo isso.

Além disso, a criatividade permite gerar soluções mais simples, eficazes e menos custosas para todo tipo de problema, o que sempre será valorizado pelo mercado.

4. Gerenciamento de pessoas

Gerir pessoas eficazmente é saber definir as necessidades de pessoal, saber atrair, contratar, motivar, desenvolver, reconhecer empenho entre outros. Essa habilidade fará total diferença em qualquer organização, independentemente do quão tecnológica ela seja.

As máquinas ainda não serão capazes de identificar todas as nuances existentes para um efetivo gerenciamento de pessoas.

5. Liderança

Essa habilidade não está ligada apenas ao papel do líder, mas a todos que trabalham se relacionando com pessoas. Trata-se de saber trabalhar em grupo, ser coordenado ou coordenar, saber dividir tarefas ou até saber dividir sua equipe com outros gestores. É sobre saber interagir, compartilhar e se auto-liderar.

6. Inteligência emocional

Inteligência emocional é um conceito relacionado com a “inteligência social”, presente na psicologia e criado pelo psicólogo Daniel Goleman. Um indivíduo emocionalmente inteligente é aquele que consegue identificar e controlar suas emoções com mais velocidade e facilidade, além de também ser capaz de perceber e gerir o melhor possível as emoções alheias.

Essa é uma habilidade que pode ser aprendida e desenvolvida. Por isso criamos um curso prático e imersivo para você potencializar essa inteligência. Saiba mais.

7. Capacidade de tomar decisões e ter um bom julgamento

Tomar decisões faz parte do dia a dia em qualquer trabalho, e o crescimento de uma empresa está diretamente relacionado a habilidade de tomar boas decisões. As máquinas, por enquanto, não possuem essa habilidade, razão pela qual ela será ainda mais valorizada.

8. Comunicação

É através da boa comunicação que somos capazes de deixar clara nossas necessidades, conduzir projetos eficazmente, orientar a equipe sobre os serviços que devem ser executados, ouvir e ser ouvido.

Hoje o poder da comunicação é uma das habilidades de maior importância para um profissional conquistar seus objetivos. E continuará tendo bastante relevância no futuro.

9. Negociação

A negociação está presente no nosso dia-a-dia. Mesmo sem percebermos, negociamos o tempo todo. O profissional que domina essa habilidade acaba conseguindo vantagens e resultados positivos na realização de suas atividades.

Como as máquinas não possuem essa habilidade, ela passará a ser mais valorizada pelo mercado.

10. Flexibilidade Cognitiva

Essa habilidade diz respeito ao profissional ser capaz de encontrar soluções que vão além do pensamento rotineiro. O conhecimento e capacidade de compreender conceitos de diversas áreas entram com tudo aqui.

A grande mensagem disso tudo é entender que a mudança não irá esperar por nós. Aqueles que desejam crescer profissionalmente precisam ser pró-ativos em desenvolver e potencializar habilidades para que possam se beneficiar das mudanças que a Quarta Revolução Industrial trará.

Caso você tenha interesse em crescer pessoal e profissionalmente, conheça a Conquer, uma escola que ensina habilidades necessárias para o crescimento profissional de acordo com as novas demandas do mercado. Mais informações podem ser obtidas no site www.escolaconquer.com.br.

Screen-Shot-2016-07-07-at-4.29.40-PM

Entenda quando o estresse pode ser bom para você

20 junho, 2017 às 15:16  |  por Escola Conquer

Estresse é algo ruim? Não necessariamente.

Bruce McEwen, neurocientista, professor da Universidade Rockefeller e autor do livro “O Fim do Estresse como Nós o Conhecemos” afirma que o estresse é fundamental para a nossa sobrevivência.

Isso porque ele nos deixa prontos para tomar decisões mais rápidas e a guardar informações que podem nos ajudar a encarar os mais diferentes tipos de desafios.

Em outras palavras: pessoas com um nível de estresse mais elevado potencializam a sua capacidade de superar um problema.

McEwen explica como isso funciona em uma entrevista cedida à Revista Super Interessante: “A chave desse processo é o cortisol, conhecido como hormônio do estresse e liberado pelo cérebro em situações de pressão. Como o cortisol está relacionado ao hipocampo, uma parte do cérebro importante para a memória e para o aprendizado, sabemos que o disparo desse hormônio faz com que fiquemos mais vigilantes. ”

Há, no entanto, que averiguar o nível de estresse, pois existem três degraus: o bom, o tolerável e o tóxico. Para estar no nível recomendado, McEwen sugere que respondemos as seguintes perguntas:

“Você se sente capaz de resolver seus problemas pessoais? ”; “Você tem conseguido controlar sua irritação?” e “Você sente que as dificuldades têm sido tão grandes que não poderá vencê-las?”.

Sob o estresse temos mais força para atuar

giphy força

Outro estudo realizado na Universidade de Harvard também aponta que o estresse, em determinadas situações, pode ser benéfico. Para isso, é necessário mudarmos nossa percepção sobre ele.

Normalmente, em uma situação de estresse, nossas artérias se contraem – por isso há tantos casos de infartos que levam à morte. Porém, nesse experimento, as artérias se dilataram.

Como?

Os pesquisadores submeteram as pessoas a um momento de estresse: eles a colocavam para falar em público, com várias pessoas criticando a sua postura. A pessoa testada ficava estressada e eles faziam um exame para saber qual era o fluxo de sangue no coração e, como esperado, os vasos sanguíneos se contraíam.

No entanto, se antes de colocar a pessoa no palco eles explicassem que aquela sensação era algo positivo, ou seja, que aquilo era seu corpo a ajudando a superar o desafio, as artérias que se ligam ao coração ao invés de se contraírem se dilatavam – da mesma forma que ocorre quando estamos felizes e entusiasmados.

Ou seja, pensar a sensação do estresse como algo positivo causava um impacto realmente benéfico nas pessoas, deixando-as com mais energia e mais corajosas para enfrentar o desafio.

O estresse como aliado

Em um excelente TED, a psicóloga Kelly McGonigal explica que isso acontece pois, com o coração batendo mais forte, ficamos mais preparados para a ação, e com a respiração mais rápida, estamos levando mais oxigênio ao cérebro.

Por isso, quando você sentir que o seu corpo está entrando em estado de estresse, pense como sugere McGonigal: “isso é o meu corpo me ajudando a vencer esse desafio”.

Visualizar seu sucesso é essencial para conquistá-lo

28 março, 2017 às 12:43  |  por Escola Conquer

Você já parou para pensar que, antes do computador existir, alguém teve que pensar nele? Alguém teve que pensar na existência de uma tela, um teclado e uma interface que possibilitasse o uso por um ser humano. O computador, assim como boa parte das invenções e produtos que utilizamos hoje, não surgiu do nada: foi fruto de ações coordenadas e previamente visualizadas.

O raciocínio por trás é simples:

Antes de alguma coisa se tornar real, ela teve de ser previamente desejada e visualizada.

O mesmo vale para sua vida: se você deseja vencer (cada um possui sua própria definição de vitória), é importante que, previamente, você se visualize como um vencedor.

“Você não será um vencedor se não se visualizar como um vencedor” – Zig Ziglar

Michael Phelps, o maior recordista de medalhas olímpicas da história, credita boa parte do seu sucesso nas piscinas ao hábito de fechar os olhos e se enxergar vencendo cada competição, antes mesmo de entrar na piscina. Ele costuma visualizar em sua mente o “videotape” do que seria um nado perfeito antes de ir para as piscinas e, assim, aumenta suas chances de obter os melhores resultados.

“Se você for capaz de formar um quadro mental forte sobre seus objetivos e como quer alcançá-los, seu cérebro irá procurar maneiras de te ajudar a fazer acontecer”, diz Bob Bowman, treinador do Michael Phelps.

Imagem relacionada

E era exatamente isso que Phelps fazia durante meses antes de uma competição.

Conhecemos o histórico do atleta. Aparentemente, funciona para ele.

Claro que os resultados alcançados por Phelps não são fruto apenas de visualização. Mas ele destaca que essa prática tem grande influência em seu desempenho profissional.

Alguns outros top performers também costumavam aplicar essa técnica:

– A lenda do boxe, Muhhammad Ali, sempre destacou a importância de se ver vitorioso antes das lutas;

– No início da sua carreira, o comediante Jim Carrey costumava se visualizar como o melhor ator do mundo;

– Michael Jordan sempre visualizava fazendo o último ponto do jogo mesmo antes de o jogo começar.

Estes profissionais de alta performance, dentre muitas outros, dominaram a técnica da visualização positiva e abertamente tem falado sobre ela como tendo sido fundamental para atingirem os seus resultados.

Portanto, repito:

Antes de algo se tornar realidade, esse algo precisa ser visualizado, pré-concebido em sua mente.

Por isso, um bom exercício é você começar também a se visualizar como um vencedor, enxergar-se atingindo os seus objetivos. E deixe essa imagem mais detalhada possível:

– Onde você está?

– Quem está com você?

– Como você se se sente atingindo suas metas?

– Como isso mudou a sua vida?

Resultado de imagem para visualize

Os pequenos detalhes tornam essa imagem mais forte e ajudam a fixá-la melhor em sua mente, te impulsionando a batalhar para torná-la real.

Além dos pontos mencionados anteriormente, ao pensar no seu eu de sucesso, pense também em retrospectiva – como você irá chegar lá:

– O que será necessário fazer para vencer?

– Quais serão os sacrifícios?

– Como você será capaz de contornar os obstáculos?

Você não precisa passar horas fazendo isso.

Aproveite momentos em que normalmente sua mente divagaria, como o banho, enquanto dirige, ou antes de dormir, para praticar esta visão de você bem-sucedido.

Lembre-se, acima de tudo, que tão importante quanto ter essa visão do seu sucesso e do caminho para chegar lá, é colocar a mão na massa e trabalhar por isso dia após dia. Somente visualizar não vai te levar a lugar algum.

Michael Phelps não é um idealizador. É um atleta – um executor.

Visualizar ajuda – e muito. Visualizar te traz clareza, e clareza te dá a confiança necessária para seguir em frente. Mas junto a isso, o que vai transformar sua projeção clara em realidade serão suas atitudes.

 “Tudo aquilo que você vividamente imaginar, sinceramente acreditar e agir com entusiasmo para a realização, irá inevitavelmente se tornar realidade”– Paul J. Meyer