Arquivo mensais:novembro 2011

Abatiá e seu jeito caipira.

29 novembro, 2011 às 09:18  |  por Capitão Hidalgo

Atendo o telefone e do outro lado da linha, Tião Abatiá, dizendo que gostaria de me ver. Respondi “só se for agora” rindo. Lá fui para  a Boca Maldita, dando de cara com Claúdio Marques, outra fera da década de 70, perguntando saber por andaria o “caipira” . Está do outro lado da  Praça Osório, respondendo, e para avisar que logo estaria de volta. Legal. Com a quele sorriso e uma modéstia de dar dó, jeitão de sempre do Abatiá, iniciamos uma conversa de outros tempos, e o detalhe é que  pessoas que passavam  foram se juntando, ínclusive, outro contemporâneo, o argentino Dreyer, também presente, com  fotos de transeuntes registrando esse momento. Para completar, não poderia estar faltando o “velho” companheiro de rádio, Roberto Caetano, avisando que o jornalista Carneiro Neto e o advogado Domingos Moro estavam a caminho, como também, Miguel e Marcelo, filhos do saudoso Munir Calluf. Foi na verdade uma conversa com muito sentimento com todos sentados num banco da praça. Não faltaram lembranças das arrancadas do “Super Abatiá” que também foi consagrado em revista de  quadrinhos. Seu personagem era o “Super Abaterá”. Que beleza.

Ao lado de alguns companheiros da imprensa,  a convite , estarei indo a Paranaguá e pelo que foi dado a entender será realizada uma solenidade dos políticos e desportistas da cidade, em agradecimento ao Dr.Domingos Moro, por sua amizade e performance no caso do Rio Branco, onde conseguiu quebrar com brilhante argumento de defesa, uma escrita sôbre a verdadeira força do interior ao ganhar a causa com a permanência do time do litoral na 1ªDivisão Paranaense. O jantar será no Restaurante Danúbio Azul, o mais tradicional da terra, a partir das 19.30 horas. Amanhã contarei detalhes à respeito.

Grande proteção da Polícia Militar está sendo montada para o clássico histórico do próximo domingo, no Estádio Arena, jogo este considerado de alto risco, pelo momento que vive o Atético com a necessidade de vencer o jogo para não cair em outra divisão..  A nossa sugestão ou pedido, é que o torcedor seja “maneiro”, afinal, a vida continuará, sem ter a necessidade de extrapolar de forma negativa com seu time em campo. Que fique por aí, afinal, o resultado de jogo ficará registrado por todo sempre e que todos devem voltar para suas casas  pensando em  novos tempos.

Para alguns, causa espécie o falatório que vem lá de cima do nosso continente que o Nordeste tem que estar protegido, afinal, por muitos anos os principais clubes estiveram fora do melhor futebol brasileiro. Agora, contando com a continuidade do Bahia, as voltas do Sport e Naútico, tendo um Santa Cruz chegando também, entendem os desportists de que o Ceará não pode cair, configurando com isso um afrouxamento do time baiano na permanenceia do time cearense. Contudo, a moçada por aqui, se assustou por não conhecer o sistema de corporativismo que acontece no Nordeste brasileiro. Como o lado de cá  reage de forma diferente, imagine lá nas Minas Gerais, o Galo Mineiro facilitar a vida do Cruzeiro, da mesma maneira aqui entre o Furacão e o Alviverde. Só por sonho.

Sábado estive numa decisão fantástica envolvendo equipes de masters só de advogados. A decisão foi bastante difícil com 4 equipes jogando esta parte final da competição. Depois, um belo churrasco, oportunidade que tive com muito privilégio entregar a taça ao time campeão. Darei mais detalhes a respeito. De antemão, agradeço a receptividade, como também,  conhecer figuras maravilhosas. Obrigado pelo carinho.

Até a próxima.

Um passo à Libertadores.

28 novembro, 2011 às 07:48  |  por Capitão Hidalgo

Aos 20 minutos do 1º tempo, comentando o jogo pela Rádio MIX no Prefixo 91 FM, dizia aos ouvintes que estravanhava ver o time do Coritiba todo embolado e complicado na partida. Fui sustentando esta conversa até o final do do 1º tempo do jogo, esperando, sim, pelo técnico Marcelo Oliveira, a providência divina de modificar sua  meia cancha  que declaradamente se ressentia dos jogadores, William na marcação e a criatividade do meia Marcos Aurélio. Se a coisa não andava bem, afinal, a ineficiência técnica era total  que até o fraco time do Avaí  passou a acreditar no milagre. Pois bem. Veio o 2º tempo, e que me perdoe o Marcelo Oliveira, conseguiu errar mais ainda com as substituiçoes deixando o elenco em campo todo embaralhado. O tempo foi passando e aí sim apareceu  o aspecto moral do jogo, quando de forma inteligente o ingrediante para colocar as coisas nos seus devidos lugares foi da própria torcida alviverde, que deu seu incentivo até a chegada do gol de cabeça do zagueiro, Jéci, dando a oportunidade de chegada à Libertadores. Como disse acima, nada mais do que a providência divina, pois, falar do esquema tática e outros coisas mais é pura perda de tempo.

Na coluna passada,  escrevi o que poderia ser o domingo com a penúltima rodada deste brasileirão. Não deu outra, pois, aconteceram  momentos em que o Corinthians seria o campeão, depois não mais, com a vitória do Vascão em cima do Fluzão. Na parte de baixo da tabela  o Cruzeiro estava saindo da zona do agrião mas permitiu o empate do Ceará, como também em Uberlandia, o Atletico Paranaense por alguns momentos  esteve rebaixado,  e o empate do Vozão em cima do Cruzeiro, deu sobrevida ao time da baixada. Contudo, mesmo que venha ganhar do Coritiba no último jogo do campeonato  na Arena, vai depender da derrota do Cruzeiro e um empate do Ceará contra o Bahia. Durma-se com esssa indefiniçoes.

Os dirigentes tem mais é que voltar aos tempos antigos onde o  técnico da equipe ficava muito mais tempo no clube. Hoje, tendo muitos exemplos, posso afirmar que excesso de modificações nas coordenações dos clubes não está levando a lugar nenhum. Que digam os torcedores do Sao Paulo com a chegada do tecnico Leão e o Botafogo do Rio que mandou embora o técnico Caio Jr. O que de bom aconteceu? Nada. só decepçoes. O que dizer do Atlético Paranaense que simplesmene mudou 5 técnicos nesta temporada. Brincadeira tem “o clock”.

Totalmente indefinido o comando do Furacão, politicamente falando, para o próximo biênio. Está dando a impressão que o candidato da oposição, Mario Celso Petráglia, aguarda o desfecho da queda do clube a 2ª divisão para ganhar esta eleição. Por outro lado, o Ênio Fôrnea, tentando fugir do questionamento de que não tem nada com ninguem que é somente clube, claro com a nítida intensão de desvincular sua imagem com atual situação.

Poderia ter sido no jogo contra o Figueirense,  mas o gol convertido pelo time do Vasco da Gama no final do jogo contra o Fluzão, deixou como o diabo gosta a definição do título corinthiano que terá  ao seu lado a galera e um  Pacaembu lotado,  palco este dos grandes acontecimentos do Timão. 

Até a´próxima.

Rodada de muitas emoções.

27 novembro, 2011 às 07:57  |  por Capitão Hidalgo

Dos males o menor, depois de muitas dúvidas, teremos então a continuidade do Paraná Clube na 2ª Divisão da próxima temporada de 2012, ao conseguir ganhar, na tarde de ontem, do time do Bragantino(1×0) jogando em Vila Capanema. Mesmo assim não faltaram aqueles torcedores que não satisfeitos, levaram faixas  desaprovando a continuidade de alguns dirigentes. O trabalho de reconstrução que este clube terá a partir de 2012, minha gente, é de usar a palavra hérculeo. Paciência então, nem imaginar pessoas que vieram a trabalhar na agremiação sem esta  finalidade no conjunto. Em todo caso, alguma coisa presente o clube teve com um calendário nacional a frente. Agora, como conseguiur o númerário é que serão outros quinhentos.

Com gol chorado do Bruno Mineiro, o Sport venceu o jogo em Goiania da equipe rebaixada do Vila Nova, tendo ao seu lado  muitos torcedores que se deslocaram do nordeste. Na verdade, mesmo que a chuva intensa que caiu no Estádio Serra Dourada tenha atrapalhado considerávelmente   o espetáculo, foi mesmo na base da raça que o Leão da Vila voltou a 1ª Divisão. Outra consideração a ser feita, e a respeito da Portuguesa de Desportos,  já como campeã da Série B, entrou em campo com todos os seus titulares a pedido de políticos e dirigentes do ASA da cidade de Arapiraca/Alagoas, que ofereceram um premio extra (mala branca) para que o time da lusa ganhasse do Icasa (2×0) .

Penúltima rodada do Brasileirão (37ª), que  com certeza proporcionará uma emoção a cada jogo, poderá marcar com antecedência o título ao Corinthians na cidade de Florianópolis, deixando em aberto as classificações das equipes que jogarão a Libertadores de América em 2012. Portanto, rodada plena (10 partidas), incluindo entre elas, a equipe do Atlético Paranaense com a necessidade de vitória na cidade de Uberlandia contra a equipe do América de Minas e o Coritiba com muita tranquilidade no Estádio Couto Pereira enfrentando ao time que já caiu, o Avaí.

O falatório dos dirigentes do América Mineiro, de que o técnico Antonio Lopes é que atrapalhou os planos com sua péssima passagem no clube,   acredito seja mais  para incentivar seus jogadores ( sabe-se que tem mala branca na parada), pois, não havendo nenhum interesse  a respeito deste jogo, não querem prejudicar o time do Cruzeiro, que tem uma missão importante lá em Fortaleza contra um Ceará desesperado. Como poucos vem comentando, acho que está na hora de creditar todo esse mal momento, inclui-se também o Galo e o Cruzeiro, que sem o Estádio do Mineirão nesta temporada o prejuízo foi muito grande ao futebol mineiro.

Vivendo este momento de expectativa,  o torcedor atleticano passou a ser um apostador e sua crença é de que o melhor será um empate entre o Ceará x Cruzeiro, pois, conta com a vitória do rubro negro em Uberlandia. Estou nessa. Depois, bem depois, o ATLETIBA.

Até a próxima. 

 

Fórmula 1 no Brasil já era?

26 novembro, 2011 às 07:27  |  por Capitão Hidalgo

A tão decantada Fórmula 1, que chega neste final de semana no Brasil, já não tem sido muito relevante aos desportistas, afinal, sem nenhum piloto brasileiro na briga pelo título desta temporada, ficará mais restrito aos aficcionados. Já disse em outros momentos, que o desportista brasileiro gosta muito do esporte que o torna vencedor, só para citar os grandes momentos de Emerson, Piquet e Senna. Não é de hoje que  a distancia da motivação por esta modalidade está a quilometros ou mesmo léguas. A verdade é que nos acostumamos com nossos campeões, e que até poderia ser o Felipe Massa, pois, até chegou a ter seu bom momento. Acredito, desde o incidente na Prova de Budapest/Húngria, quando uma peça se soltou do um carro a frente (Barrichello),projetando em seu rosto, esse rapaz não tem sido o mesmo. Infelizmente é uma pena, mas, nem por isso deixarei de ver esta prova final de Interlagos.

Está dando muito o que falar  esta indicação do Presidente da CBF, Ricardo Teixeira, ao convidar o atual mandatário do Corinthians, Andrés Sanches, para ser o novo Diretor de Seleções à partir de 2012. A gritaria dos cariocas, principalmente, foi grande e muito mais pela consequência do momento, pois, como todos que acompanham o Brasileirão sabem que Corinthias de Vasco estão na luta por essa conquista . Diria com razão, até porque não vejo tanta necessidade da indicação, de tal forma que poderia se aguardar  para os próxmos dias esta confirmação. Na verdade, o Ricardo Teixeira desde a Copa do Mundo na África, estreitou uma boa amizade com o Sanchez a ponto deste ter colaborado e muito quando da briga das cotas de televisão a favor da Rede Globo.

Outra briga de cachorro grande, foi também a respeito da construção do Itaquerão, quando o Andrés foi contra o dirigente Juvenal Juvêncio do São Paulo, numa acirrada confusão aberta contra a CBF. Como tudo isso tem um preço, não poderia se diferente ao deixar a agremiação corinthiana que o atual presidente não viesse a estar ao lado do Teixeira. Esse rapaz que destituiu o anterior, Dualib, atribuindo os erros do adversário na questão clubistica, deve ter gostado de ser um cartola.

Existe na praça um movimento para que o Paraná Clube peça licença e não dispute a 2ª Divisão do Paranaense, que no entender só prejuízos para a agremiação. Com isso, daria um fôlego a mais a nova diretoria em olhar com muito mais interesse à 2ª Divisão do Brasil, baseado no orçamento que terá para 2012. Nao há nenhum dúvida que o prejuízo em disputar esta divisão de acesso será enorme nesta competição estadual.

Ontem, foi ao ar uma nova  programação na Rádio 91 FM, contando com o apoio de uma Rede de Comunicação estabelecida em São Paulo, que espalha o som para grande parte do território nacinal. É a famosa MIX, que hoje ostenta um dos primeiros lugares na capital paulistana, e que trará com certeza uma audiência extraordinária ao prefixo. Como a badalação tem sido grande, muitos estão a perguntar se a emissoa continuará com transmissões esportivas. É possível que sim, mesmo que se saiba que esta rede não tem no esporte uma grande tradicão. A expectativa dos profissionais que estão trabalhando na emissora é grande de permanência.

Até a próxima.

Emerson na lista dos melhores.

25 novembro, 2011 às 09:19  |  por Capitão Hidalgo

Desde suas primeiras partidas,  jogando com a camisa do Coritiba, o zagueiro Emerson passava a certeza de estar ali um excepcional jogador, ao demonstrar  muita autoridade e um conhecimento importante no setor defensivo ao esbanjar postura  nas coberturas das bolas vindas tanto pela direita ou esquerda, como também a facilidade de antecipar o pensamento do adversário. Além desses predicados, foi Emerson que ao longo da temporada fez como quarto zagueiro 10 importantes gols para sua equipe. Chamado  dias atrás a compor um elenco num amistoso da Seleção Brasileira pelo técnico Mano Menezes, foi na verdade um marco em sua  trajetória por suas excelentes performances. Agora, em uma lista dos melhores da temporada, seu nome foi citado a ganhar o prêmio da regularidade.

A cabeça do técnico paranista, Guilherme Macuglia, deve estar um trevo. Acredito que sua linha de pensamento deva estar num emanharado de dar dó, afinal, dirigir uma equipe irregular ao extremo em que sempre conviveu com problemas, o que dizer então do nervosismo do elenco que  joga esta partida de amanhã contra o Bragantino, que por sua vez luta pelo acesso a 1ª Divisão. Como últimamente ouviamos que tal partida será o jogo da vida, o duro mesmo é que os próprios jogadores paranistas sabem que dificilmente continuarão no clube para a temporada seguinte. Vamos dizer que em sua maioria. Que momento é esse!

A equipe atleticana ja está na cidade de Uberlândia na busca de adaptar-se para o jogo contra o América Mineiro. Claro, que está no preço acompanhar os búrburinhos da comunidade e a certeza de que a partida à ser jogada no Estádio Parque do Sabiá, sendo este um complexo  bem melhor, seja de momento uma boa referência à prática do bom futebol. Como está melhor que o adversário, não se iludam, pois, existe um prenúncio de vitória.

A equipe santista que está se preparando para jogar contra o Barcelona neste Campeoanto Mundial de Clubes no Japão, acompanhou com o técnico Muricy, o jogo dos catalões frente ao time do Milan e como de costume vencendo o jogo . Num determinado momento, um dos jogadores que  assistia a partida pela televisão, alardeou que a defesa do peixe não pode jogar em linha. Na verdade, como os times que o  Ramalho trabalhou nunca atuou assim, a gozação foi grande com o distinto atleta.

Agradeço de forma antecipada,  o convite do Professor Luis Carlos Ribeiro, a  fazer um depoimento no Projeto a Memória do Futebol Paranaense, sendo esta uma iniciativa  do Núcleo de Estudos Futebol e Sociedade do Programa Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná. Confesso estar lisonjeado por esta oportunidade. Será no dia 1º de Dezembro.

Até a próxima.

Angústia tricolor.

24 novembro, 2011 às 08:53  |  por Capitão Hidalgo

Se nosso olhar for mais atento, chegaremos a conclusão da difícil situação que vive o Paraná Clube. Esse golpe da queda à uma 2ª Divisão do Paraná,  não será resolvido em pouco tempo e sim por vários anos à busca da recuperação clubística. De momento, como o estrago é grande, a possibilidade de pelo menos conseguir um empate neste próximo compromisso contra a equipe do Bragantino e fixar como um grande resultado a permanência à 2ª Divisão do Brasil para 2012,  poderá ser considerado um triunfo sensacional. Imaginem. Se pelo menos conseguir isso, aí minha gente, o começo da retomada entrará  por significativas etapas ao longo dos anos seguintes. 

Ainda bem que o clube tem calendário, mas como será o desdobramento para jogar uma Copa do Brasil e simultaneamente a 2ª divisão paranaense e a o Brasileirão da temporada ? Tendo esses dois eventos a frente que serão iniciados no mês de maio e, como nao tendo a necessidade de jogar no começo da temporada, como será efetivamente criado um elenco para jogar a Copa do Brasil a partir de Março é que serão outros quinhentos.  Como esse torneio é retalhado com dezenas de equipes espalhadas em nosso continente, jogos esses peneirados por etapas ganhas, a conclusão é que se não tiver bom elenco cai de cara, o investimento tem que ser bem elaborado. Outra coisa a ser pensada é disputar uma 2ª divisão paranaense e ao mesmo tempo uma Série B, tarefa das mais difíceis na obrigação de se ter uma quantidade de jogadores no elenco,  onde chego a conclusao do árduo  trabalho que terão os mais novos dirigentes. que estão chegando para cuidar do clube.

O empate do time vascaino, ontem em São Januário, que teve pela  frente o bom time do Universidade do Chile(1×1), poderá trazer consequências desagradáveis a esta luta pelo  título sulamericano . Não bastasse , já que a equipe da colina luta também a busca do título brasileiro desta temporada, mesmo assim não tenho como colocar dúvida de classificar 2011, um ano maravilhoso deste clube que é dirigido pelo ídolo maior, Roberto Dinamite, podendo ganhar ou perder . Mérito esportivo ao Dinamite.

Nesta ascendência atleticana em seus últimos compromissos da Série A, terá o técnico, Antonio Lopes, novamente a oportunidade de jogar com que há de melhor em seu elenco. De  forma inversa acredito que o mesmo não acontecerá com o próximo adversário, o América Mineiro, onde alguns dos seus principais jogadores, no caso do Kempes seu goledor, que não jogara esta partida. O que está sobrando de motivação ao time mineiro e que alguns jogadores estão reclamando muito da passagem do Antonio Lopes por lá , e que  o técnico em apenas 4 jogos brigou com todo mundo. Que motivação mais besta essa dos profissionais do America. O negocio é jogar bola.

Muita gente perguntando sôbre o próximo jantar da Confraria Amigos da Bola. Então, minha gente,  será neste dia 5 de Dezembro, no local de sempre, Restaurane Cascatinha a partir das 19.30 horas. Parce-me que neste jantar da Confraria, teremos um recorde com a presença de  pessoas das mais variadas profissões. É só chegar e entrar na conversa, sendo esse, o efeito maior para uma amizade. Custo por pessoa é por volta de 25,oo reais. Vale a pena.

Até a próxima.

Mala branca.

23 novembro, 2011 às 09:13  |  por Capitão Hidalgo

Num momento como esse, em que muitos interesses estão em jogo, perguntado, respondi com muita segurança sôbre a existência da “mala branca”  no futebol.  O que seria isso e como funciona ? Desde que me conheço como jogador, lá em priscas eras, em final de competição times no desespero apareciam para a devida colaboração premiando jogadores para ganhar de tal agremiação. Na maioria das vezes,havia o recebimento cordato da maneira combinada, na qual iniciava-se através de amigos jogadores que se conheciam de outras agremiações. Sem nenhuma interferência de técnico ou dirigente, claro, que acompanhavam na base de não querer saber, a verdade é que para ganhar qualquer sacrifício valia a pena, pois, ajudava a engordar o numerário do natal. Portanto, sem demagogia, afirmo que neste momento da competição este ingrediente existe, dando como exemplo o Atlético Paranaense, que jogará domingo contra um América Mineiro já desclassificado,  que poderá ter um incentivo por parte da direção do Cruzeiro ou mesmo do Ceará.

Um momento como esse, me faz lembrar de um grande companheiro, ex-goleiro Mão de Onça, sim, o mesmo que tomou aquele gol histórico do Pelé em plena Rua Javary. Jogando pelo Juventus de São Paulo, aliás onde iniciei minha carreira, quando chegava o final da temporada era uma festa, pois, a cada rodada aparecia uma premiação para ganhar desse ou daquele time. Então, o Mão de Onça, sempre me cobrava para  que não fizesse ”gracinha” no jogo , pois,  precisava pagar a parcela da sua casa.

A vitória do Rio Branco de Paranaguá, depois de muitos desdobramentos acontecidos no Tribunal de Justiça Desportiva e que teve a brilhante defesa  do melhor  jurídico esportivo do país, Dr.Domingos Moro, pôe por terra a cultura de que o mais fraco sempre perde  causas por interesses excusos. Acima de tudo, além é claro, dos argumentos expostos, prevaleceu a importância da lei. Na verdade a  jurisprudência está formada.

Depois deste desfecho,em que a torcida paranista não estava por esperar, a primeira providência é o elenco  reunir forças do  além para não perder este  jogo do sábado contra o Bragantino. É de suma importância esse resultado para se agarrar  na 2ª Divisão do Brasil, evitando com isso,  um caos maior. Portanto, minha gente, com certeza esse 2012 , esportivamente falando, será um ano de muito amor para dar da galera paranista, pois, sem esforço e concentração tendo um calendário de jogos intercalados, haja vista, que o Campeonao da 2ª Divisão do Paranaense começara no mês de maio,  a articulação de se promover dispensas e contratações é para profissionais a serem contratados.

Os desportistas já pararam para pensar  como será jogado o ATLETIBA depois desta 37ª rodada  do brasileirão, contando desde já com as vitórias  do Atlético em cima do América Mineiro e do Coritiba frente ao Avaí. No final das contas o Furacão terá que ganhar do Coritiba para sair da degola e o Verdão a busca da Libertadores. Que baita coincidência!

Até a próxima.

Política palmeirense.

22 novembro, 2011 às 09:56  |  por Capitão Hidalgo

O Presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras, Arnaldo Tirone, resolveu mostrar sua cara ao comentar a mídia esportiva, que mudanças radicais acontecerão na agremiação. Já está definido que o profissional que dirige a parte administrativa, aliás ja foi informado da sua demissão, assim como integrantes da comunicação do clube e outros que estão associados ao departamento de futebol. Limpa geral com a chegada do novo Coordenador, César Sampaio, para as definições da permanência do Felipão e de alguns dos jogadores do atual elenco. Acho que estava na hora que isso viesse acontecer, afinal, um dos maiores problemas deste clube de colonia italiana, vem se arrrastando a alguns anos nos desacertos que envolvem a política do clube.

Neste momento de definição do brasileirão, as equipes do Fluminense e Internacional é que estão subindo a ladeira em seus objetivos. O Fluzão que já conseguiu a Libertadores, ainda corre por fora para a definição do título nacional, claro, também no agurdo de um tropeço do Corinthians que neste domingo poderá se consagrar com mais um titulo brasileiro. Ao time do Internacional cairá bem a Libertadores, afinal, dirai ser uma boa conquista para quem viveu problemas ao longo desta jornada.

Mais uma vez vem a público o presidente atleticano, Marcos Malucelli, demonstrar sua insatisfação quanto ao investimetno do clube quanto a Copa de 2014. Aliás, sempre que pode, Malucelli expôe com veêmencia sua convicação que esta obra destruirá o lado financeiro do clube que hoje está bem estável. Não deixa de estar certo, mas, deixou para os conselheiros que quiseram “bancar” o projeto, e deu no que deu. Ainda veremos muitos desdobramentos e incertezas naquilo que venha acontecer mais a frente.

Muita especulação envovlendo o nome o técnico alviverde, Marcelo Oliveira, sendo pretendido pelo Botafogo carioca. Na verdade todo cuidado será pouco nesta possivel pretensão do profissional, até porque  já alardeu sua continuidade assinando contrato de perrmanência. Claro, como bom mineiro, Oliveira, bem que pensou na proposta, afinal,  ir ao Rio de Janeiro sendo mais prestigiado pela mídia da cidade seria um plus no seu curriculum, só que a  questão de estar num clube como o Coritiba, que lhe vem dando total respaldo de segurança é bem melhor, pois, hoje a agremiação é considerada uma das melhores por sua proposta de crescimento.

O técnico Leão, que deveria estar muito mais preocupado em colocar sua equipe na próxima Libertadores, correndo o risco de ficar de fora, aos poucos vai mostrando aquele “humor negro” na ativa. Perguntado sôbre a Seleção Brasileira de Futebol, foi logo dizendo que lá não é lugar para testes. Que responda o Mano Menezes.

Até a próxima.

Final dramático.

20 novembro, 2011 às 23:12  |  por Capitão Hidalgo

O gol do Adriano Imperador pelo Corinthians,da maneira como aconteceu contra o Galo Mineiro, já  se pagou. Tivesse empatado, o Timão estaria amargando a perda do  título na sequência, pois,  é claro, ainda que faltando dois jogos, um contra o Figueirense em Floripa e outro contra o tradicinal Palmeiras no Pacaembú, precisará sim das vitórias. Acontece que o Vasco da Gama terá também pela frente dois clássicos, mas quem chegou e bem a uma vaga à Libertadres de América foi o Fluzão, ontem goleando o time do Figueira por 4×0 em pleno Orlando Scarpelli.

Ainda não foi desta vez que o Atléitco Paranaense jogou a toalha, pelo contrário, arrancou um bom empate(1×1) frente ao time do Cruzeiro lá em 7 Lagoas. O próximo compromisso será , também, nas Minas Gerais contra o América Mineiro. O jogo está programado para Uberlandia e será no Estadio Parque do Sabiá. Aí vem aquela conversa, o time atleticano jogará sua vida para ganhar do time mineiro, que já  está rebaixado, tendo a sua última cartada contra o Coritiba na Arena. Vai sair faísca. 

O Paraná Clube acabou se estrepando não só pela goleada que tomou do Sport, como também, acabou perdendo jogadores exuplsos para a última batalha de sobrevida a permanência na 2ª divisão. Quando estava tudo certo, mesmo com derrota, veio o baque nos resultados das equipes condenadas do Icasa e São Caetano, que acabaram vencendo seus jogos, jogando a bomba para a derradeira partida recebendo o Bragantino. 

Jogando muito sossegado, ainda mais atuando no Estádio Couto Pereira, o Coritiba ganhou do time de resevas do Santos (1×0) e agora fica no aguardo da partida contra o Avaí, já desclassificado, para depois participar no clássico ATLETIBA. Na verdade o alviverde garantiu nesse  vitória, de ontem, a sua classificação para  a Sulamericana. Menos mal para quem queria chegar a Libertadores. Portanto, agora e que aparecem os maus resultados após a Copa do Brasil.

Partidaço fez Fluzão onde contou com atuações exuberantes dos jogadores, Fred, Sobis, Deco e Cia. Perder como o Figueiresnse perdeu, nao é nenhum demérito, pela partida exemplar do time carioca. Agora resta saber para o jogo seguinte, se o técnico Jorginho poderá contar com jogadores que não puderam jogar esta partida contra o Fluminense. Como vai receber o Corinthians que busca o título nacional,  técnico terá que usar mais sua psicologia do que treinamentos.

Até a próxima.

O dia do milésimo gol.

19 novembro, 2011 às 09:24  |  por Capitão Hidalgo

Esta data de 19 de novembro, no distante ano de 1969, foi a noite em que Pelé marcou seu milésimo gol. Foi, na verdade, um marco extraordinário alcançado pelo Rei do Futebol  justamente no maior Estádio do Mundo, o Maracanã, em uma partida contra o Vasco da Gama. O gol foi de penalti. Parecia que tudo tinha sido preparado, pois, quis o destino que fôsse de bola parada, como se dissesse ao mundo que o Pelé iria comemorar seu milésimo gol. O goleiro do Vascão, o argentino Andrada que ficou na história e que até hoje não concebe ter tomado o gol, foi bem na bola em seu canto esquerdo mas não conseguindo agarrar.  Claro, a comemoração foi geral e muito mais do povo brasileiro, dizendo fôsse hoje com essa comunicação relâmpago,  o estardalhaço com certeza seria maior. Contudo, muitos resquícios continuam valorizando este feito, onde as gerações foram chegando ouvindo dos mais velhos a respeito deste momento.

Por coincidência, estava eu nesta época em treinamentos no Santos, aguardando pela liberação do passe  junto ao XV de Novembro Piracicaba, notava que Pelé não estava a vontade, até porque a imprensa destacava, diariamente, quando chegaria este milésimo gol. O interessante é que nesses treinamentos, a defesa do time reserva brincava muito dizendo que alí ele não chegaria ao seu intento. Lembro bem, também, que o sério tinha virado uma brincadeira no elenco, pois, os últimos gols estavam sendo muito mais chorados. Nessa mesmo tempo, Pelé jogando pela Seleção Brasileira de Futebol nas Eliminatórias da Copa no México, fêz aquele gol no Paraguai  com o Maracanã totalmente lotado. Retrato com muita fidelidade, aos senhores, por ter vivido esta época naquele elenco fabuloso do peixe.

A entrada do zagueiro do Internacional, Bolívar, em cima do ala Dodô do Bahia, teve uma consequência desastrosa com rompimento dos ligamentos na perna desta promessa do futebol brasileiro. Muito triste de se ver. Agora o rapaz vai ficar quase um ano parado, com a dúvida se vai voltar a jogar bem. Entendo que leis rigorosas para esse tipo de infração deveriam ser impostas com mais rigor, doa a quem doer.

Outra lei que teria que ser forte é quanto a descriminação aos jogadores negros. O infeliz pronunciamento do Presidente da Fifa, Joseph Blatter, dizendo que as rusgas devam terminar no gramado, levou os ingleses a loucura que estão a pedir, inclusive, seu afastamento do futebol. Acho que uma lei séria determinaria a eliminação do esporte desses ignorantes.

As 3 equipes da capital em campo, neste final de semana, para jogarem as últimas rodadas do Brasileirão/2011.  Faltando o encaminhamento do Atlético, que ainda luta por permanência na Séria A, tanto o Coritiba já estabelecido na Sulamericana, como o Paraná Clube que continuará na 2ª Divisão, estão livres para suas novas programações.

Até a próxima.