Contra o turismo sexual

8 novembro, 2012 às 15:34  |  por Mario Akira

O ministro do Turismo, Gastão Vieira,  e o presidente do Conselho Nacional do SESI, Jair Meneguelli, encontraram-se na quarta-feira (7), em Brasília, para discutir a realização de uma ação conjunta de prevenção à exploração sexual de crianças e adolescentes durante a Copa do Mundo de 2014. No último dia 23, o SESI divulgou, em Paris, o resultado de uma pesquisa que indica a possibilidade do aumento de casos no país em função do fluxo turístico que deverá ser gerado pelo Mundial.

O SESI é um dos patrocinadores de uma campanha preventiva que terá início em 2013 e abrangerá cerca de 20 países da Europa, África e América do Sul. A ação deverá atingir pessoas que pretendem viajar para o Brasil para acompanhar os jogos, bem como empresas ligadas ao turismo. Com o slogan “Não desvie seu olhar”, a campanha está sendo desenvolvida pela rede ECPAT (Fim do Tráfico e da Prostituição de Crianças), presente em mais de 80 países.

Meneguelli disse ao ministro que irá apresentar uma proposta para a replicação dessa campanha no Brasil, em parceria com o Governo Federal. “Esse é um problema que é de todo o país, por isso, a prevenção tem de contar com a participação de todos os setores. Precisamos formar uma grande rede do bem para combater a rede da exploração que é muito bem organizada”, ressaltou.

Gastão Vieira se comprometeu a fazer a articulação com outros dois ministérios, Esportes e Direitos Humanos, assim que receber a proposta. E destacou que o trabalho de prevenção à exploração é uma das prioridades da sua pasta. O ministro está acompanhando de perto a implementação de um piloto, que vai oferecer cursos de qualificação no setor turístico a jovens atendidos pelo ViraVida – programa do SESI de atendimento a vítimas de exploração sexual.

“O ViraVida é importantíssimo para o novo momento do MTur. Esse projeto não saiu mais da minha cabeça desde a primeira vez que conversamos sobre ele. O turismo pode ser um grande empregador para os alunos formados pelo ViraVida. Penso, ainda, em fazer uma troca de experiência com a Argentina e o Uruguai para o ensino de espanhol”, afirmou Vieira.

Uma pesquisa encomendada pelo Conselho Nacional do SESI, com base em dados oficiais de fluxo turístico em Salvador (BA) e São Paulo (SP), revelou que há uma relação entre o desembarque de turistas estrangeiros que vêm ao Brasil a passeio e o aumento das denúncias de exploração sexual feitas ao Disque 100, serviço de denúncias do Governo Federal.

De acordo com o levantamento produzido pela John Snow Brasil Consultoria, entre os anos de 2008 e 2010, a cada 370 turistas estrangeiros que chegaram a Salvador, uma denúncia foi feita ao Disque 100. Já em São Paulo, era preciso a entrada de 2.567 turistas para que houvesse o aumento de uma denúncia ao serviço, quase dez vezes mais que na Bahia.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>