18º

Curitibana é campeã mundial no fisiculturismo

A curitibana Larissa Cunha, 33 anos, conquistou no último fim de semana o título de Miss Universe

30/10/09 às 00:37 - Atualizado às 16:12   |  Silvio Rauth Filho
Larissa Cunha (ao centro): sem se profissionalizar, apesar do sucesso

A curitibana Larissa Cunha, 33 anos, conquistou no último fim de semana o título de Miss Universe, na categoria Physique, no NABBA Universe Contest, na Inglaterra. É a primeira vez que uma brasileira é campeã nessa competição de fisiculturismo. Na galeria de campeões da NABBA, estão atores famosos, como Arnold Schwarzenegger e Steve Reeves.

Praticante do esporte há 15 anos, Larissa foi vice-campeã mundial em 2007, na Espanha, campeã sul-americana 2007, no Equador, e tricampeã brasileira (2006 a 08) e pentacampeã paranaense.

Apesar do sucesso esportivo, a atleta ainda não conseguiu se profissionalizar. Ela trabalha em uma academia em Curitiba e, nas horas vagas, treina para competir. “Não sei o que ela ainda faz aqui no Brasil, pois nos Estados Unidos e na Europa ela é ícone”, diz Patrícia Lessa, professora de Educação Física, com doutorado em História, que escreve um livro sobre a atleta. “Aqui ela compete com raça, vontade pura, pois não há divulgação e patrocínio”, critica.

Patrícia, que trabalha como árbitra em competições nacionais e internacionais de fisiculturismo, rasga elogios a Larissa. “Poucos atletas tem um shape tão adequado aos quesitos desse esporte”, comenta, explicando que os juízes das competições avaliam a simetria, o volume e a definição dos músculos. “Ela é a melhor do mundo, porque soma esses fatores decisivos, e também tem graça, leveza, poses muito bem colocadas e coreografias alegres e belas”, afirma.

A professora, que trabalha na Universidade Estadual de Maringá, está escrevendo o livro intitulado “Memórias de um corpo em construção: a trajetória da fisiculturista Larissa Cunha”. “Larissa Cunha entra na história dos esportes femininos para contar-nos a história das mulheres fortes e das mulheres de força, uma guerreira que não se deixou abater pelo medo, pelo preconceito e pela indiferença”, argumenta Patrícia.
Após a conquista, Larissa ficará uma semana na Europa. A reportagem do Jornal do Estado tentou entrar em contato com a atleta, mas não obteve resposta.

Publicidade
2 Comentários
  • juliano correa 22/11/09 às 02:54
    parabens !!!!!!vc é d mais ve se aparece la no salao para eu ti dar parabens ,ok,bjs
  • Patricia Lessa 01/11/09 às 15:25
    Caro Silvio, parabéns pelo pioneirismo na divulgação do bodybuilders no estado que conta com uma grande equipe de atletas, sendo a Federação Paranaense de Musculaçao Atletica 3 vzs a 2ª melhor no NABBA-Brasil.