14º

Conselho Nacional de Transição da Líbia demite governo sob acusação de incompetência

27/04/12 às 09:03 - Atualizado às 13:13   |  Agência Brasil

O Conselho Nacional de Transição (CNT) da Líbia, principal responsável pela queda do governo do ex-presidente Muammar Khadafi (morto em outubro de 2011), demitiu o governo provisório do país. O comando do conselho alegou que os dirigentes eram incompetentes. O CNT conta com o apoio do Brasil e da comunidade internacional para a chamada reconstrução da Líbia.


Fathi Baja, um dos dirigentes demitidos, disse que o conselho aprovou um voto de censura ao primeiro-ministro, Abdurrahim El Keib. Moussa Al Kuni, outro integrante do CNT, confirmou que o voto ocorreu nessa quarta-feira (25), mas a decisão não foi divulgada devido à incapacidade do conselho de formar novo governo.
O episódio ocorre a pouco mais de um mês de o CNT promover as primeiras eleições nacionais, em junho. El Keib, que assumiu o cargo em novembro, um mês depois do fim da guerra civil, acusou o CNT de prejudicar o trabalho do governo.


O primeiro-ministro El Keib acusou “alguns membros do Conselho de Transição” de “atacar insistentemente o trabalho do governo nos últimos cinco meses”.

Publicidade
0 Comentário