20º

Muricy Ramalho aprova Guardiola na seleção brasileira

Derrotado pelo espanhol no Mundial, treinador do Santos diz que estranhou pedido de demissão do espanhol junto ao Barcelona

27/04/12 às 22:14   |  Redação Bem Paraná

O técnico Muricy Ramalho, do Santos, falou nesta sexta-feira (27) sobre a saída de Pep Guardiola do comando do Barcelona. O treinador, que foi goleado pelo espanhol na decisão do último Mundial de Clubes da Fifa, por 4 a 0, estranhou a saída. E disse que aprovaria ver a seleção brasileira sendo comandada por Guardiola.

 “Acho que existe a possibilidade sim, pois a seleção tem os melhores do mundo também, não podemos desprezar. A gente tem que ter paciência, mas o Brasil vai chegar forte em 2014”, afirmou Muricy, para em seguida declarar que confia na permanência de Mano Menezes até a Copa do Mundo de 2014. “O Mano vai conduzir ate lá. Existe um projeto para isso, mas é um treinador (Guardiola) que pelo que fez, chama a atenção, e admiramos muito. Tive a felicidade de trabalhar contra ele (Mundial de Clubes) e vi que era um grande treinador, é um cara muito valorizado, mas no momento o Brasil está com um treinador e deve ir até 2014”, disse.

Muricy afirmou que Guardiola deixou um legado para o futebol ao comandar o Barcelona por quatro anos e conquistar 13 títulos – três campeonatos espanhóis (2009, 2010 e 2011), uma Copa do Rei da Espanha (2009), duas Ligas dos Campeões (2009 e 2011), dois Mundiais interclubes (2009 e 2011), três Supercopas da Espanha (2009, 2010 e 2011) e duas Supercopas da Europa (2009 e 2011). “Ele tinha um futebol bonito, variação tática, mudando os conceitos do futebol. Realmente deixou um legado importante para nós, técnicos, e para o futebol. Espero que o Barça continue com essa escola”, concluiu.

Publicidade
0 Comentário