13º

Destaque no tesouro histórico da Alemanha

Catedrais, monastérios, mansões, palácios: tudo faz parte dos pontos históricos mais destacados da Alemanha

25/06/12 às 15:54 - Atualizado às 15:58   |  Dayse Regina Ferreira
Por toda Alemanha, cidades históricas preservam a arquitetura e arte do passado (foto: Dayse Regina Ferreira)

Catedrais, monastérios, mansões, palácios: tudo faz parte dos pontos históricos mais destacados da Alemanha, mostrando desde  ricas cidades que desenvolveram centros de vida secular e eclesiástica poderosos, até cidades que mostram encruzilhadas de comércio de séculos passados, arquitetura, cultura, negócios e ciência. Tudo que os turistas podem aproveitar, conhecendo os primórdios do Império Romano,tempos em que as mercadorias eram transportadas em  redes de estradas imperiais que chegaram a 88.500 quilômetros, para fornecer sedas, perfumes e marfins importados da China, Índia e África aos ricos da época. Na Alemanha povoados foram sendo formados em torno de postos militares e pontos de comércio, que mais tarde se transformaram em cidades romanas, com seus aquedutos, banhos públicos, teatros. Foi o Imperador Augustus que fundou Trier em 15 antes de Cristo, onde a rota de comércio Via Claudia partia do norte da Itália até o Danúbio, cruzando a estrada que ligava Lyon a Freising. A Via Regina, que unia o Leste e o Oeste da Europa literalmente  pavimentou caminho para Erfut, que mais tarde se tornou o lugar de mercado e centro de negócios importante.  E Regensburg, fundada por Marcus Aurelius em 179 depois de Cristo, cresceu como o poder da igreja, cuja influência econômica se estendeu  até Kiev (Ucrânia) no século 12.
Em Wiesbaden, no cruzamento de várias antigas rotas militares, os legionários romanos recompunham  forças e saúde nas fontes de águas termais. A cidade ficou famosa até hoje como local de Spa e  resort de bem estar, procurado por visitantes do mundo todo.
Depois do Império Romano, os cristãos passaram a se estabelecer na região, fazendo surgir um sistema feudal que marcou o papel social do Imperador Alemão e suas princesas, assim como bispos e monges. O poder da Igreja ficou marcado também pelo estabelecimento de bispados ( como Würzburg, em 742) e monastérios, e com a construção de catedrais imponentes e muita arte religiosa. Um exemplo dessa força pode ser visto na Catedral de St.Paul de Münster e na Basílica de St.Castor, em Koblenz, duas jóias da arquitetura religiosa. Também prova a força da Igreja o Codex Manesse, uma coleção de músicas , exibida em Heidelberg e os vitrais famosos da catedral de Freiburg.

PROCURANDO A HISTÓRIA
Já cedo, nos séculos 13 e 14 , começavam os movimentos contra o poder absoluto dos clérigos e o monopólio da educação e cultura. A produção e o comércio continuaram em expansão e os mercadores e artesãos começaram a se organizar em “guilds”,- associações-. Isto levou ao estabelecimento de “cidades livres”. Foi quando surgiram as mansões de comerciantes que ficaram ricos  e as sedes das associações, sempre prédios de beleza e muita sofisticação, como podem ainda hoje serem vistos em Lübeck e Rostock. A Liga Hanseática cresceu em uma rede poderosa de economia e política, que dominou o comércio na região báltica, Escandinávia e Europa. São testemunhos desta época o palácio Sans Souci em Potsdam, a fortaleza prussiana Ehrenbretstein em Koblenz e o Castelo de Heidelberg. Também contam a história de desintegração e destruição, ocupação e desocupação causadas pelas guerras religiosas e guerras de sucessão. E também como a Revolução Industrial balançou as fundações do sistema feudal, empurrando as regiões para a idade moderna, que há muito vem moldando a história das cidades no mundo.


ACOMPANHANDO A CULTURA
Goethe, Eichendorff, Hölderlin, Brentano, Keller, Mark Twain foram poetas e pensadores que viveram e trabalharam na Alemanha. Em Erfurt  os turistas podem fazer um tour chamado “On Goethe´s Trail in Thuringia´s Rome” para os fãs de Johann Wolfgang Von Goethe. Que também fazia sua temporada de cura por águas em Wiesbaden. Quem opta pelo tour “Rendezvous with Goethe” vai conhecer os lugares favoritos do mestre na cidade, desde os tratamentos no Spa até os restaurantes de vinhos.Lübeck foi o berço dos irmãos literatos Heinrich e Thomas Mann. A cidade hanseática se orgulha dessa herança, principalmente de Thomas Mann, honrado com o prêmio Nobel e autor da saga familiar “Buddenbrooks”, entre tantos outros trabalhos. O roteiro de três dias “A Literary Weekend at the Buddenbrook House” oferece literatura nos lugares originais. Outro autor que marcou o cenário literário do século vinte foi Bertold Brecht. Augsburg, onde ele nasceu,  fez monumento da sua residência, o Bertold Brecht House, e organizou o tour “Bertold Brecht´s Paths em Augsburg”. Um dos poetas românticos do Reno, Clemens Brentano, nasceu em Koblenz, no distrito de Ehrenbreitstein. A sua Loreley Ballade, transformada mais tarde em formato poético por Heinrich Heine, reflete a mentalidade e o clima literário daquela época.

MÚSICA
Koblenz tem uma estatua de bronze no German Corner de Maria Keverich, e muitos se perguntam o por quê dessa homenagem. Acontece que Maria Magdalena Keverich, nascida em 1746 em Ehrenbreistein, era a mãe de Ludwig van Beethoven, um dos mais importantes compositores da história da música no mundo. Sua Terceira Sinfonia,- “A Heróica” - foi chamada assim em homenagem à sua mãe. Sua casa, um “must” para todos os amantes da música clássica, deve ser visitada porque guarda um grande acervo de objetos ligados a Beethoven. A música tem um espaço especial no roteiro cultural. Johann Sebastian Bach viveu com sua família muitos anos em Erfurt. Representante da época barroca, é lembrado no tour “Following Bach Through the City” e também no roteiro de três dias “Thuringian Bach Weeks”, que oferece a melhor música aos visitantes. O compositor também viveu na cidade hanseática de Lübeck quando era jovem e o pacote de três dias “Bach and Brick Gothic” lembra sua passagem pela região. O terceiro nome dos maiores compositores do mundo é Wolfgand Amadeus Mozart. Seu pai, Leopold Mozart, nasceu em Augsburg em uma casa que existe até hoje. Na cidade acontece o “Augsburg Mozart Summer”, festival  anual, e o tour “From the  Mozart House to the Motzhart House” visita a casa ancestral da família. Regensburg leva os turistas para uma viagem ao passado, no período  do estilo Romanesco e Gótico, na sua bem preservada Cidade Velha medieval. Würsburg também é marcada pela Idade Média, com o tour “The Marienberg Fortress and Tilman Riemenschneider” ou a temática “Medieval Würsburg”, que inclui  a Catedral St. Kilian, a quarta maior igreja romanesca da Alemanha. Erfurt começou a brilhar há mil anos e é possível tomar conhecimento desse passado, fazendo o roteiro “Walk Through the Middle Ages” e o tour dedicado ao estudante e monge, que mais tarde se tornou famoso em todo o mundo: “On Martin Luther´s Trail”.


ARQUITETURA
A arquitetura de Augsburg é uma das mais importantes estruturas da Renascença, erigidas ao norte dos Alpes. As “Fuggerei” – mais antigas casas do mundo construídas para abrigar pobres – ainda hoje são habitadas. O tour “On the Trail of the Wealthy Fuggers” mostra esse sucesso, famoso internacionalmente. A Idade Barroca é sempre presente em Münster e pode ser melhor compreendida no tour temático de duas horas “Baroque and Rococo:Schlaun in Münster” e no “Portals, Puttos and Trumpets” que fazem a descoberta acessível da residência do Príncipe Bispo, Erbdrostenhof e a Igreja de St. Clemens. Que refletam a alegria de viver da época e a riqueza de criatividade do mestre arquiteto Johann Conrad Schlaun. Em Wiesbaden o Biebrich Palace fica bem em frente ao Reno. O palácio barroco de três alas foi residência dos Duques de Nassau de 1744 até 1866. Para conhecer melhor  os palácios da região, foi criado o tour “Residences of the Dukes of Nassau” em Wiesbaden e nas proximidades da cidade.
Para informações sobre destinos e composição de roteiros pelas atrações da Alemanha, consulte o DZT – Centro de Turismo Alemão – em São Paulo, sob direção  de Margaret Grantham ou acesse o www.germany.travel

 


 


DESTAQUES
MUDANÇA DE DATA
Foi marcada para 17 de março de 2013 a inauguração do novo Aeroporto Berlin Brandenburg Willy Brand. Todo o tráfego aéreo da região da capital alemã será concentrado então no sudeste de Berlim. Como a data anterior – 3 de junho de 2012 – foi adiada, até 17 de março do próximo ano o tráfego aéreo de e para Berlim continua a ser realizado nos dois aeroportos atuais: Schönefeld e Tegel – para os viajantes provenientes do Brasil. Para 2013 as operações serão facilitadas, com muito mais conforto para os passageiros.

NOVO TERMINAL EM VIENA
Neste início de junho foi inaugurado no  Aeroporto Internacional de Viena o novo terminal Check-In 3, já em operação. A modernidade das instalações garante atendimento agilizado e de maior eficiência. Os passageiros encontram também novas áreas de comércio e gastronomia.

UMA SEMANA DE MÚSICA
Concertos, mercado internacional para a indústria da música, ponto de encontro de todos. O endereço certo é, de 5 a 9 de setembro a Berlin Music Week. O festival ao ar livre vai acontecer na área de um antigo aeroporto desativado. É o maior Clubfestival da Europa, cuja fama é o ecletismo.Veja em www.vienna.info

VERÃO MUSICAL EM VIENA
Na frente do Palácio de Schönbrunn, a música é clássica; na praça Karlsplatz, a música é popular e os concertos são gratuitos na Ilha do Danúbio. Não faltará o Jazz, desta vez na Ópera do Estado. É o verão 2012 em Viena, com grandes programações para todos os amantes da música, de qualquer estilo ou época. Saiba mais com o Escritório de Turismo de Viena, com Olivia Divjak (Olivia.divjak@vienna.info)

BERLIM DE CAIAQUE
O ônibus de turismo está dando lugar ao barco de turismo. E o verão é a época ideal para descobrir a capital alemã de novos ângulos, sobre as ondas. Que não são do mar, visto que Berlim não tem praias de águas salgadas. Mas 5 rios e 6 canais garantem a prática de esportes náuticos, bons passeios e uma visão especial das principais atrações. As opções vão desde o passeio tradicional em barco tipo bateau mouche parisiense, com serviço de refeições,até excursões de balsa, tours em canoas e solitários caiaques. Mais informações no www.visitBerlin.com

Publicidade
2 Comentários
  • joice silva 21/09/12 às 08:34
    e lindo mesmo
  • joice 21/09/12 às 08:32
    que massa