15º

Ser pai é um grande desafio

10/08/12 às 00:57   |  Rosemary de Ross

Desempenhar o papel de pai nos dias atuais é mais complexo do que anos atrás. A forma de educar e a maneira de se comunicar com os filhos são bem diferentes dos costumes de 30, 20, 10 anos atrás. As necessidades, os desejos e anseios dos filhos de hoje são muito diferentes das dos filhos de antigamente, porque eles estão diferentes.
O grande desafio dos pais hoje é saber como educar os filhos com todas as mudanças que estão ocorrendo, como o advento da internet, as redes sociais, a influência da mídia, o acesso fácil às drogas, a prática sexual precoce, a pornografia e a busca pela independência ainda na adolescência.  
Afinal, nos tempos modernos o que é ser pai? Responder a essa pergunta não é muito simples, mas uma coisa é certa: é totalmente diferente ser pai hoje do que era há décadas atrás. Atualmente o pai assume mais responsabilidades na educação, nas atividades no dia a dia das crianças do que há tempos atrás. Hoje o pai e a mãe ocupam o mesmo lugar na família, com as mesmas responsabilidades e com a mesma importância na vida dos filhos. A maioria das mulheres de hoje trabalham fora e muitas também estudam, isso faz com que a divisão das tarefas domésticas e o cuidado com os filhos, fiquem sob a responsabilidade tanto da mãe como do pai.
E como deve ser o pai moderno? Em primeiro lugar, para ser o pai que os filhos de hoje precisam, ele deve conhecer de fato seus filhos. É preciso saber suas idéias, seus pontos de vista, seus gostos, quem são seus melhores amigos, como estão suas notas na faculdade, na escola, qual é a sua cor preferida, qual o estilo musical de que mais gosta, o que o deixa nervoso, o que o faz rir, perceber quando o filho está chateado  ou triste, saber quando está bem ou quando está mal. O pai moderno precisa ser “plugado” para se inteirar com todas as inovações tecnológicas e poder conversar com os filhos “plugados” sobre internet, redes sociais, iPad, iPhone , tablet, celulares, e também participar nas discussões sociais que tocam diretamente o jovem. O pai de hoje tem que se inteirar dos assuntos e linguagens usadas pelos filhos, para poder entender o que eles pensam sobre amor, família, sociedade, liberdade, drogas, sexo, etc, e assim poder aconselhar e interagir com os filhos.
Em meio a tantas mudanças, o que não mudou e nem muda com o passar das décadas é a imposição de limites na criação e educação dos filhos. Sabemos que as regras e limites são necessários para os filhos, pois, educar não é só fazer obedecer, mas mostrar as fronteiras entre o certo e o errado, os valores e os limites. É preciso educar os filhos para que saibam viver a liberdade de forma responsável, sem perder os valores e bons princípios.
Os desafios diários são inúmeros para desempenhar bem o papel de ser pai, mas é preciso acompanhar a evolução dos tempos e ao mesmo tempo educar os  filhos com sabedoria. A paternidade responsável inclui orientar, ensinar, educar e corrigir a trajetória humana!

Rosemary de Ross é formada em Letras e cursou Teologia para Leigos. Reside em Pato Branco

Publicidade
0 Comentário