14º

Sete auditores fiscais da Receita Estadual são afastados das funções

Eles respondem processo na Justiça sob a acusação de crime contra a administração pública

14/09/12 às 15:33   |  AEN

A Secretaria de Estado da Fazenda afastou sete auditores fiscais da Receita Estadual do Paraná de suas funções. Eles respondem processo na Justiça sob a acusação de crime contra a administração pública. Se forem condenados, os servidores serão demitidos.

O secretário da Fazenda, Luiz Carlos Hauly, observou que a ação desencadeada pelo Governo do Estado busca, em essência, o benefício da categoria de auditores fiscais. “O rigor é necessário porque, ao mesmo tempo em que há a defesa dos direitos do Estado e dos cidadãos, também demonstra o respeito por esta categoria que, em geral, é exemplo de profissionalismo, seriedade e eficiência. Por isso, agimos no sentido de punir severamente quem destoar no desempenho da função, de acordo com a legislação”, acrescentou.

O afastamento, em vigor desde o último dia 10, perdurará até o término de processo que tramita na Justiça, de acordo com a Resolução SEFA n° 088/2012, publicada no Diário Oficial do Estado. A decisão de afastar os auditores fiscais, segundo a Coordenação da Receita do Estado (CRE), também está respaldada nos dispositivos da Lei Complementar n° 131/2010, que dispõe sobre a carreira dos auditores fiscais.

Foram afastados das funções os auditores Geraldo Atsumi Yamada, Evaldo José Magalhães, Oidivo Leonam Johnson Pereira, José Roberto Antunes de Oliveira, Oliveira Fermiano da Silva, Luiz Carlos Dziedicz e Jorge Gomes Filho.

Publicidade
0 Comentário