Mais cavaletes

09/09/14 às 00:00

Mais 229 cavaletes foram apreendidos por fiscais do Tribunal Regional Eleitoral em Curitiba, na madrugada de domingo. Desta vez, a operação foi direcionada para apreensão de placas de candidatos em estabelecimentos comerciais e do lado de fora de terrenos baldios, em passeios e jardins. Os três principais candidatos ao governo do Paraná tiveram cavaletes apreendidos – o campeão foi Beto Richa, com 22 cavaletes irregulares; seguido do candidato a deputado federal Luciano Ducci (PSB), com 18; candidata a deputada estadual Marly Paulino Fagundes (PDT), 17; candidato ao governo Gleisi Hoffmann (PT), com 15; e Roberto Requião (PMDB), com 15 placas irregulares.

Linha Verde
Na apreensão, 56 candidatos tinham placas irregulares. Ao todo quase 800 cavaletes já foram apreendidos desde o período eleitoral somente em Curitiba. No trajeto da Linha Verde, os fiscais não puderam apreender aproximadamente 30 placas, em atendimento a orientação da Polícia Militar do Paraná. O trajeto não faz parte da jurisdição da PM e não poderiam oferecer a segurança necessária para a atividade.

Antecipação
O deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli (PMDB) foi multado em R$ 10 mil pela Justiça Eleitoral por usar o site de notícias www.npdiario.com para veicular propaganda eleitoral irregular. O Ministério Público Federal moveu a ação contra Romanelli, e os representante do noticiário Valcir Machado da Silveira Pinto. Eles foram multados individualmente no mesmo valor. O Ministério Público observou que, ao pesquisar o nome “Romanelli”, na ferramenta de busca do sítio eletrônico, foram encontradas 381 menções, enquanto que outros políticos não apareciam com a mesma frequência.

Destaque
Entre outros políticos com número superior de citações estão o governador Beto Richa (PSDB), com 639 citações; deputado estadual Pedro Lupion (DEM), 244 citações; prefeito de Santo Antônio da Platina Pedro Claro, 349 citações; deputado Hermas Brandão Júnior e seu pai Hermas Brandão, ex-deputado e ex-presidente do Tribunal de Contas (atual coordenador da campanha de Roberto Requião ao governo do Paraná), 227 citações. O deputado Romanelli argumentou que tem determinado destaque no cenário político do Norte Pioneiro Paraná e seria natural que ele aparecesse mais do que os outros.

Conduta
O argumento não foi considerado pelo desembargador Lourival Pedro Chemim as publicações do noticiário em 2013 não proporcionou igualdade de oportunidade entre os políticos. “Os representados, um jornalista e um candidato, devem ter o cuidado extremo e a cautela elementar de discernir entre o que é propaganda eleitoral ilícita e informação pública relevante. E, se desconhecem a diferença, impõe-se eleger a conduta mais adequada ao princípio da igualdade de oportunidades, que rege o comportamento de todos que pretendem alcançar um cargo público, mediante sufrágio. Especialmente, o jornalista que deve observar à liberdade de imprensa e de informar”, diz a decisão de Chemim.

Holerite
Dissidentes do PMDB distribuíram, no final de semana na Boca Maldita, centro de Curitiba, 100 mil cópias do contracheque da aposentadoria especial do candidato do partido ao governo, senador Roberto Requião. Na semana passada, Requião recebeu R$ 452,6 mil de atrasados relativos à sua aposentadoria como ex-governador, de R$ 29 mil mensais. “Neste domingo e hoje (segunda-feira), estamos distribuindo mais 500 mil cópias nas cidades do Litoral do Estado. E nos próximos dias, vamos forrar a região metropolitana com um milhão de cópias do holerite da vergonhosa e safada aposentadoria de Requião”, disse Doático Santos, secretário-geral do PMDB curitibano, e um dos líderes do grupo dissidente, contrário à candidatura de Requião. Hoje, a partir das 6 horas da manhã, o grupo promete distribuir cópia do holerite no terminal da Praça Rui Barbosa.

Olho no olho
Em reunião no domingo à noite, em Paranaguá, a candidata do PT ao governo, Gleisi Hoffmann, procurou demonstrar otimismo, garantindo não ter dúvidas de que estará no segundo turno da eleição. Ela enfatizou que sente nas ruas o desejo de mudança e a insatisfação da população com o atual governo. “É muito animador quando as pessoas querem tirar foto, param para conversar, declaram o voto espontaneamente, fazem questão de dar uma palavra de apoio e de entusiasmo para seguirmos em frente na caminhada. Não tenho dúvidas que estaremos no segundo turno”, disse Gleisi, em referência às caminhadas de campanha em Matinhos e Guaratuba realizadas no final de semana. “Este mês será crucial para nossa eleição, um mês de muita paciência e de ‘olho no olho’ com os eleitores. As pessoas estão começando a olhar para a eleição e para os candidatos agora”, argumentou a senadora.

Em alta
A ESTRADA DA GRACIOSA (PR-410) foi totalmente liberada pelo DER-PR no último sábado. A estrada teve o trecho do km 10 desmoronado em março deste ano devido as fortes chuvas da região. O trecho vinha funcionando em meia pista desde julho.

Em alta
Um levantamento feito entre profissionais do ensino fundamental 2 e do ensino médio, que trabalham com alunos de 11 a 16 anos, revelou que 12,5% dos PROFESSORES ouvidos disseram ter sido vítimas de agressões verbais ou de intimidação de seus alunos.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop