Grandes eventos realizados na Pedreira terão de compensar emissão de CO2

24/11/15 às 16:23 - Atualizado às 22:06 SMCS
(foto: Cesar Brustolin/SMCS)

A partir de dezembro deste ano, grandes eventos realizados em alguns espaços de Curitiba terão de apresentar um plano para neutralizar as emissões de gases do efeito estufa. A  iniciativa é do Instituto Pró-Cidadania, em parceria com a Fundação Cultural de Curitiba e  Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Além disso, as ações culturais também receberão o selo carbono zero.

Na primeira fase, o projeto Carbono Zero atenderá os eventos recebidos pelo Complexo da Pedreira (Parque das Pedras), espaço que envolve a Pedreira Paulo Leminski e a Ópera de Arame. A ideia é estender o projeto para outros espaços do Município.

Segunda a coordenadora de projetos de inovação do Pró-Cidadania, Kelly Broliani Dalben, atestar que um evento é carbono zero significa dizer que a quantidade de gases de efeito estufa que serão emitidos serão igualmente neutralizados. “Na conta do Instituto Pró-Cidadania entra desde as emissões geradas pelo deslocamento das bandas, do público e de mercadorias, até a energia gasta na produção do evento, realização do mesmo, despejo de resíduos e pós-evento”. O inventário de emissões dos gases de efeito estufa (GEE) será feito em parceria com especialistas da área.

De acordo com professor Carlos Roberto Sanquetta, doutor em manejo de ecossistemas e coordenador do centro BIOFIX de Pesquisas de Biomassa e Sequestro de Carbono da Universidade Federal do Paraná, diversas atitudes podem ser adotadas para a compensação dessa emissão. “O plantio de árvores, que usam o CO2 para realizar a fotossíntese, é a maneira mais comum de resgate de carbono. No entanto, há diversas outras formas de fazer essa neutralização. Entre elas está a troca de mecanismos poluentes por tecnologias mais limpas, a revitalização de espaços públicos, a substituição de lâmpadas fluorescentes por de LED, compostagem, substituição de combustíveis, entre outras”, diz.

O superintendente do Pró-Cidadania, Gerson Guelmann, diz que um evento carbono zero beneficia as cidades e as pessoas. “Evento carbono zero é uma atitude de valorização e respeito às pessoas, à cultura, ao meio ambiente e à economia local, já que apresenta soluções inovadoras e criativas para práticas em sustentabilidade para todos os envolvidos, como patrocinadores, realizadores, organizadores, fornecedores, artistas, público e produção”, explica.

Para a construção do inventário de emissões dos gases de efeito estufa (GEE) é preciso que os usuários do complexo respondam um questionário rápido, informando de que maneira, usualmente, chegam ao local (qual o meio de transporte adotado). O formulário pode ser acessado no site do Instituto Pró-Cidadania (http://goo.gl/forms/9x2HXhkMVh).

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop