A sandália venceu...

24/04/17 às 00:00 Adriane Werner | contato@adrianewerner.com.br

Não, este não é um texto sobre a emancipação da mulher, a participação crescente no mercado de trabalho ou o novo feminismo. O assunto é mesmo a sandália, o calçado que deixa boa parte dos pés à mostra...
Você lembra o quanto as sandálias eram tidas como proibidas, principalmente no ambiente de trabalho, até poucos anos atrás? Além de sensualizar a aparência da profissional, elas podiam até ser consideradas vulgares ou provocar olhares nada discretos. Afinal, era raro que alguém tivesse a ousadia de deixar os pés à mostra, principalmente no trabalho.

No entanto, aos poucos, as sandálias foram se impondo, conquistando até mesmo as mais tímidas, mais recatadas. Hoje, mocinhas e senhoras, modernas e tradicionais, ousadas e discretas, usam e abusam do charme dos calçados abertos, às vezes até no inverno, às vezes até com calças compridas. Claro que elas tiveram um empurrãozinho da indústria da moda, que insistiu no lançamento de novos modelos até que o grande público as aceitasse.
Mas, mesmo com tanta flexibilidade e aceitação, convém pensarmos um pouco sobre quando e como usar sandálias...

Primeiro é preciso olhar para os próprios pés com a autocrítica aguçada. Se os dedos forem muito finos e compridos, se os pés grandes demais, se houver rachaduras ou ressecamento excessivo da pele, convém pensar duas vezes antes de usar calçados abertos demais, ou tentar escolher modelos mais discretos.

Se as sandálias forem muito, muito abertas, também devem ser usadas com cautela. Não ficam muito bem em ambientes profissicionais – combinam mais para festas e situações em que se pode usar roupas bem esvoaçantes. O ideal para o trabalho são aqueles modelos mais firmes, mais estruturados, um pouco mais fechados. Por exemplo, as que cobrem os calcanhares são ótimas.

Deve-se tomar cuidado também com o tamanho e a grossura do salto. Aquelas com plataforma arredondada e saltos bem altos e finos não são tão recomendáveis, porque podem ser consideradas muito sensuais para usar no ambiente corporativo. O melhor seriam as de saltos médios. As com plataformas grossas e saltos largos dão um aspecto muito pesado – vão bem com jeans, mas não com um terninho ou uma roupa um pouco mais formal.

Para usar sandálias com calças compridas também é bom tomar alguns cuidados. Se as calças forem largas, pedem calçados mais fechados. Já as calças curtas, como as cigarrettes (até a canela), maria-joão (até os joelhos), corsário ou pescador (ambas também até as canelas) vão muito bem com sandálias abertas e, quando usamos com salto alto, dão um ar muito elegante.

Em resumo, basta ter bom senso e olhar para o espelho como se olhasse para a prima ou para a amiga e ela perguntasse: “Ficou legal? Seja sincera!” E então responda para si mesma... e aceite a resposta!

Adriane Werner. Jornalista, especialista em Planejamento e Qualidade em Comunicação e Mestre em Administração. Ministra treinamentos em comunicação com temas ligados a Oratória, Media Training (Relacionamento com a Imprensa) e Etiqueta Corporativa.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Últimas de Etiqueta Profissional
Etiqueta Profissional O indivíduo na organização
Etiqueta Profissional Tempos de intolerância
Blogs
Ver na versão Desktop