Dupla da seleção mostra indiferença sobre possível ajuda à Argentina

06/10/17 às 20:01 Folhapress
LUIZ COSENZO SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O goleiro Ederson, 24, e o lateral esquerdo Alex Sandro, 26, mostraram indiferença sobre a briga pelas últimas quatro vagas da América do Sul para a Copa do Mundo-2018 —o quinto colocado ainda terá que disputar a repescagem contra um representante da Oceania. Os dois jogadores serão titulares no duelo da seleção brasileira com o Chile, marcado para a próxima terça-feira (10), às 20h30, no Allianz Parque, pela última rodada das eliminatórias. Com a seleção brasileira classificada, as outras equipes na briga são Uruguai, Chile, Colômbia, Peru, Argentina e Paraguai. O time comandado por Tite pode ajudar a Argentina, atualmente na sexta colocação, caso vença o Chile. Caso aconteça o triunfo, os argentinos se classificam diretamente para o Mundial com uma vitória sobre o Equador, jogo programado para Quito. "Para mim é indiferente. O Brasil já está classificado. Se ele [Messi] for ou não para a Copa, para mim não tem importância. Sabemos que a última rodada envolve muitas coisas. Mas vamos entrar em campo para fazer o nosso trabalho. Estamos focados apenas em nós", disse Ederson ao ser perguntando sobre a possibilidade do craque argentino ficar fora da Copa. O discurso do goleiro foi compartilhado por Alex Sandro, que atuou no empate da seleção brasileira com a Bolívia por 0 a 0, na quinta-feira, em La Paz. "A seleção brasileira está onde está porque levou tudo a sério. As pessoas podem ter certeza de que vamos fazer o máximo na terça-feira, vamos jogar pela vitória", afirmou o jogador da Juventus.
0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop