Após vaias no intervalo, Flamengo consegue virada contra o Junior Barranquila

23/11/17 às 23:50 - Atualizado às 13:59 Folhapress

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Flamengo contou com dois gols nos 15 minutos finais para vencer o Junior Barranquilla por 2 a 1 nesta quinta-feira (23), no Maracanã, pelo jogo de ida da semifinal da Copa Sul-Americana. O time rubro-negro saiu atrás e ainda perdeu o goleiro Diego Alves por lesão, mas conseguiu buscar a virada. Aos 15min do primeiro tempo, o arqueiro flamenguista se machucou feio em uma dividida na área. O goleiro saiu para evitar a finalização de Yony González e salvou o Flamengo, mas acabou se lesionando no lance —a suspeita é de fratura na clavícula. Após atendimento no gramado, o titular não teve condições de seguir, deu lugar a Alex Muralha e foi para o hospital. Com parte da torcida apoiando e outra parte reclamando, o contestado Muralha entrou em campo aos 19min. E aos 21min, o Junior abriu o placar: González escapou pela esquerda e cruzou rasteiro para Teo Gutiérrez completar para as redes. A torcida rubro-negra "murchou" com o gol e deixou o Maracanã silencioso por vários minutos. Sem conseguir criar muitas chances com a bola no chão, o Flamengo levou perigo pelo alto. No primeiro tempo, foi Felipe Vizeu quem acertou uma cabeçada no contrapé do goleiro, mas a bola passou raspando a trave, para fora. No intervalo, os jogadores flamenguistas deixaram o gramado sob vaias da torcida, o que parece ter mexido com os ânimos do time. Já na segunda etapa, Diego errou a mira e Réver parou em grande defesa de Viera. Até que, enfim, Juan conseguiu fazer o gol de empate após levantamento na área na bola parada. Pouco depois do empate, o Flamengo se animou e, empurrado pela torcida, chegou à virada. Após mais um levantamento longo para a área, Willian Arão ajeitou de cabeça e Felipe Vizeu acertou um lindo chute de perna direita, de primeira e sem deixar a bola cair, mandando no ângulo de Viera. Uma finalização indefensável. Nos minutos finais, um chute de longa distância de Yimmi Chará quase complicou Muralha. A bola veio no meio do gol e o goleiro do Flamengo espalmou esquisito para o meio da área, mas a zaga rubro-negra conseguiu afastar o perigo. A vaga na final será decidida na quinta da semana que vem (30), em Barranquilla, na Colômbia. O Flamengo joga por um empate para avançar e encarar na decisão Independiente ou Libertad —no jogo de ida, o time paraguaio venceu os argentinos por 1 a 0. FLAMENGO Diego Alves (Alex Muralha); Pará, Réver, Juan e Trauco; Cuéllar e Willian Arão; Mancuello (Vinícius Júnior), Diego e Éverton Ribeiro (Lucas Paquetá); Felipe Vizeu. T.: Reinaldo Rueda JUNIOR BARRANQUILLA Viera; Murillo, Pérez, Arias e Gutiérrez; Pico e Cantillo; Chará, Mier (Díaz) e González; Teo Gutiérrez (Sánchez). T.: Julio Comesaña Estádio: Maracanã, no Rio Jui: José Argote (Venezuela) Cartões amarelos: Éverton Ribeiro (FLA); Murillo (JUN) Gols: Teo Gutiérrez (JUN), aos 21min do primeiro tempo; Juan (FLA), aos 31min, e Felipe Vizeu, aos 37min do segundo tempo

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop