Aplicativos 'roubam' cada vez mais espaço dos ônibus e táxis

Enquanto os tradicionais perdem passageiros, apps tiveram alta 64% em um ano

07/12/17 às 23:00 - Atualizado às 10:50 Rodolfo Luis Kowalski
Estudos mostra aplicativos em alta, enquanto táxis e ônibus sangram com a perda de usuários (foto: Franklin de Freitas)

Aplicativos como Cabify, Uber e 99 estão ganhando cada vez mais espaço no mercado de transporte, que até pouco tempo era dominado quase que exclusivamente pelos ônibus e táxis. É o que revela uma pesquisa divulgada na semana passada pela Toluna, empresa líder mundial na oferta de insights para empresas, e dados do Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp).
O estudo da Toluna, que abordou os hábitos dos brasileiros em relação ao uso de aplicativos de transporte particular, revela que 37% dos usuários de táxi no Brasil declararam usar menos este meio de transporte no último ano. No mesmo período, os serviços de transporte particular, caso dos aplicativos, obtiveram o maior aumento no número de pedidos e seu uso tornou-se ainda mais frequente para 68% dos entrevistados que já o utilizavam. Além disso, para 58%, os apps são parte essencial do dia a dia. A pesquisa foi realizada com homens e mulheres com 18 anos ou mais das classes A, B e C.
Quanto aos ônibus, o número de usuários do modal vem caindo drasticamente, um cenário que se repete na Capital – tanto que a média de passageiros transportados por dia, que era de 2.269.422 em 2009, já havia caído 33,4% em 2016, para 1.511.743, segundo dados da Urbs.
Com relação aos passageiros pagantes, a redução neste ano foi acelerada, apontam dados da Setransp. No ano passado, entre o mês de março (no qual é definido o valor da tarifa técnica) e outubro, eram previstos 148 milhões de passageiros utilizando o serviço, mas apenas 138 milhões se concretizou. Já neste ano, a previsão foi mais “modesta”, com estimativa de 136 milhões de passageiros pagantes. Ainda assim, a evasão se repetiu: foram 123 milhões passageiros pagantes, queda de 12,2% na comparação com o período anterior.

Mais da metade faz uso mais de uma vez por semana

A pesquisa da Toluna revela ainda que a grande maioria (64%) dos usuáris de aplicativo começaram a utilizar o serviço nos últimos 12 meses, sendo que mais da metade faz uso dos apps mais de uma vez por semana e 25%, diariamente. Quanto ao gasto médio com os aplicativos, 40% afirmam desembolsar até R$ 50 por mês, 23% entre R$ 51 e R$ 100 e outros 23% entre R$ 101 e R$ 300.
Uber é a empresa preferida entre 86% dos entrevistados que usam este tipo de serviço. Ela também é a mais utilizada (98%) seguida por 99 Pop (38%) e Cabify (27%). Preço das corridas (72%), rapidez no atendimento das solicitações (48%) e facilidade no uso do aplicativo (46%) foram os três principais diferenciais.

99POP e 99 Táxi: todo mundo saiu ganhando
Em setembro último, taxistas de Curitiba receberam a notícia de que o aplicativo 99 iria aderir a onda de “caronas” com a criação do 99POP. Com a nova modalidade, a expectativa era que o mercado para táxis sofresse uma redução mais forte. Segundo a 99, porém, isso não aconteceu, com o número de corridas para táxis crescendo 19% após o lançamento da 99POP, fruto, ainda segundo a empresa, de uma espécie de intercâmbio entre os tipos de transporte.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop