Prefeitura de Curitiba reduz de gastos e aposta na inovação

30/12/17 às 15:27 SMCS
Palestras no espaço Worktiba no Parque Barigui sobre produtividade, ferramenta Trello e robótica (foto: Daniel Castellano / SMCS)

O ano de 2017 foi marcado por mudanças e novas atribuições para o Instituto Municipal de Administração Pública (Imap). Novas ferramentas de gestão foram incorporadas e o instituto passou a acompanhar o Plano de Governo.

No ano em que completou 54 anos, o Imap também se renovou. Novos programas foram lançados, como o Fala Curitiba, novo sistema de audiência pública da Prefeitura que teve um impacto direto para a população.

O programa promoveu encontros com os moradores para discutir obras e serviços prioritários ao longo de 2017. Foram 80 encontros nos bairros. Antes, essas discussões ocorriam somente em dez encontros regionais.

Economia - A atual gestão do Imap recolocou o instituto em posição de vanguarda e com as contas em dia. Todas as pendências financeiras herdadas foram encaminhadas e sanadas graças à readequação administrativa da instituição, que eliminou desperdícios e reduziu gastos sem comprometer a qualidade e a quantidade dos serviços prestados.

“O ano de 2017 foi de superação, assim como fez a Prefeitura de Curitiba nós também colocamos a casa em dia. O Imap se reinventou, adquiriu responsabilidades e graças a todos os funcionários voltamos a ter capacidade de investir, inovar e ampliar os serviços”, comenta o presidente do Imap, Alexandre Jarschel de Oliveira.

A economia feita no Imap passa dos 40%, com o corte de telefones celulares coorporativos, a redução dos gastos com transportes, aluguéis, cópias, manutenção, limpeza e a renegociação e redução nos valores de todos os contratos.

Também foi possível criar a primeira pós-graduação em Administração Pública, chancelada pela Secretaria Estadual de Tecnologia e Ensino Superior (Seti), que está capacitando servidores e membros da comunidade sem qualquer cobrança de mensalidade ou material didático.

Modernidade - Outra novidade foi a criação do primeiro coworking público da cidade, dentro do Parque Barigui. Para criá-lo, a Prefeitura reaproveitou um espaço subutilizado no parque, assim como móveis e computadores ociosos.

Administração e Recursos Humanos - Em 2017, a Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos adotou uma postura proativa para antecipar problemas e controles modernos para redução dos gastos públicos.

Com o funcionalismo público, foram dezenas de reuniões com todos as lideranças e representantes, sempre mantendo um diálogo franco, direto e aberto na busca contínua da melhoria das condições de trabalho e desenvolvimento da carreira dos servidores. A reposição e chamamento de novos servidores está sendo feita, respeitando as regras de responsabilidade fiscal.

 

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop