Ensine COMO fazer e não O QUÊ fazer

22/01/18 às 20:15 Hamilton Fonseca | Headhunter | Fusões & Aquisições | hamilton@hamiltonfonseca.com.br
Escritor e especialista em comunicação Eloi Zanetti

Temos publicado, de maneira intercalada, textos inspiradores e dicas de pessoas gabaritadas que pensam e se preocupam em construir um mundo melhor. Desta vez um ótimo artigo do escritor, especialista em comunicação e palestrante Eloi Zanetti. Nos últimos tempos, fomos assolados por milhares de palestras, por todos os tipos de gurus a quererem nos ensinar “o que fazer em nossas vidas e profissões”. As ordens são sempre essas: faça assim, faça assado, faça deste modo, daquele jeito... O querer ensinar aos outros “o quê fazer” tomou conta de todas ocupações, transformando-se em um negócio lucrativo. Palestrantes são pagos a peso de ouro para nos ensinar o óbvio. Porém, a necessidade é outra - o que as pessoas precisam mesmo é que lhes ensinem “como fazer”, porque sobre “o quê fazer” - já estamos cansados de saber.

Ser generoso ao ensinar, aprende-se duas vezes
Se você, na sua profissão, já dominou expertises, técnicas e tem milhares de horas acumuladas em valiosas experiências, seja generoso consigo mesmo, comece a ensinar os mais jovens o “como fazer” – generoso porque quem ensina aprende duas vezes. Repartindo e não guardando para nós mesmos o que aprendemos ao longo da vida, mais aquinhoados seremos com novos insights e percepções sobre a nossa profissão. Ao ensinar voltamos no tempo, recuperamos informações perdidas, fazemos novas ilações, descobrimos abordagens inovadoras e percebemos detalhes que estavam escondidos.

O ambiente de trabalho está educando e treinando as pessoas
Em um país como o nosso, onde a escola fica devendo ensinamentos, quem está educando e treinando realmente o nosso povo, em todos os níveis, é o ambiente de trabalho. Todos os setores se esforçam para suprir esta carência de ensino; cursos, seminários e aulas práticas são ministradas a todos os momentos, sejam na indústria, comércio, agricultura, sejam em centros hospitalares e de saúde. É no correr do dia a dia que aprendemos o ofício, um ensinando o outro.

Comunicação está em falta nas organizações
A palavra comunicação, o que mais falta em qualquer ambiente laboral quer dizer “tornar comum, repartir, aquilo que sei eu reparto, divulgo”. Profissionais mais habilitados, já sedimentados em suas carreiras, devem se esforçar para incutir na cabeça dos mais novos, primeiro sobre a necessidade do estudo contínuo, incentivando-os ao interesse da pesquisa, do debate e da frequência em cursos, seminários e congressos. E, o mais importante, não perder nunca a oportunidades de ensinar algo ao ver a mínima chance, explicando-lhes sobre procedimentos e “truques” do dia a dia. Eles estão carentes de informações e se você as têm, reparta.


CURTAS:

* Livro: “A moeda e a lei”. Gustavo Franco. Os acontecimentos aqui analisados têm imensa atualidade, pois as dúvidas que governam essa história continuam muito vivas. Como se estivéssemos aprisionados há décadas em um mesmo enredo, sempre às vésperas de uma fórmula ideal que parece estar logo ali, mas nunca chega – uma catedral cuja construção talvez jamais se encerre.

* O engenheiro Alexandre Gustavo da Silva criou um serviço a domicilio para manutenção de computadores e notebooks O empreendedor tem a filosofia do atendimento personalizado em casa ou na empresa, onde leva tradição, confiança e agilidade para exceder as expectativas dos clientes .Tels: 41-3345-8989 | 99701-9033 | agsengenheiro@hotmail.com


FRASE:

“Não se trata de quantas chances a vida te dá, que serão várias. Se trata de quantas você não desperdiçará”.
(Autor desconhecido)

 


   

  

   

www.hamiltonfonseca.com.br

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop