Arquivos da categoria: Gestão

Guilherme Forum

Forum completa três anos como uma das maiores agências do Brasil

13 novembro, 2017 às 18:24  |  por Maximilian Santos

Prestes a completar três anos no mercado da moda, a Forum já se tornou uma das maiores agências de modelos do Brasil. Todo este sucesso se deve à visão do diretor e fundador, Guilherme Schneider, aliada ao comprometimento e profissionalismo de sua equipe.

A agência, que tem sede em Curitiba, começou em 2014 com apenas 12 funcionários. Um ano depois, surgiu a Forum School, que oferece aulas de teatro, balé e dança, entre outros eventos como workshops e palestras, a fim de fomentar a área artística e de desenvolvimento pessoal.

Entre os grandes nomes que já passaram por lá estão a bailarina Ana Botafogo, o modelo Paulo Zulu, o consultor de moda internacional Reginaldo Fonseca e a ex-diretora de moda da Glamour Brasil, Mônica Salgado.

Atualmente com mais de 70 colaboradores, a Forum se tornou a maior do Brasil em número de funcionários, uma vez que a necessidade surgiu em função dos modelos que a agência absorveu.

A Forum, portanto, tem o papel fundamental de dar todo o suporte, cursos e incentivos para que o profissional construa uma carreira dentro do mundo da moda. “Porém, não existe nenhuma profissão que não exija envolvimento, entrega e responsabilidade. No mundo da moda não é diferente”, alerta.

“Decidimos estabelecer um padrão alto e batalhar para chegar nele. Assim, conseguimos atender as pessoas com muito mais eficiência do que qualquer outra empresa do segmento”, afirma Schneider. Para 2018, o empresário adianta que está trabalhando na expansão da agência no Brasil, uma vez que já ocupa a posição de líder de mercado no país fora de São Paulo.

Para comemorar os três anos de atuação, a Forum convidou para a edição da Deep Cocktail Party, oportunidade que a agência festeja a data no Gards Rooftop. O evento foi em parceria com o DJ Rafa Vieira, idealizador do projeto, e com apoio da Yellow DJ Academy.

 

Crédito da foto: Divulgação.
Editado por Maximilian Santos.

 

 

 

IMG_5942

Paranaguá ganha ampla unidade da Unicesumar, com mais de 120 cursos de graduação e pós-graduação

1 novembro, 2017 às 20:34  |  por Maximilian Santos

Com a presença de autoridades e formadores de opinião de Paranaguá e região, a unidade da Unicesumar na cidade litorânea foi inaugurada na noite da última segunda-feira (30). Participaram do corte da faixa inaugural, a secretária de educação de Paranaguá, Vandecy Silva Dutra, o secretário de trabalho, comércio, indústria e assuntos sindicais, Brayan Roque, representando seu pai o prefeito Marcelo Roque.

Com localização em uma das principais avenidas da cidade, na Dr. Roque Vernalha, número 901, o espaço, que ganhou amplo investimento, conta com auditório que poderá também ser utilizado para palestras com parcerias locais, laboratório de informática, biblioteca e salas de aula modernas. “A Unicesumar em Paranaguá vai atender inicialmente três mil alunos. Também teremos condições especiais para as transferências de outras instituições, com análise de carga horária em tempo recorde e garantia de, ao menos, 90% da carga feita em outra universidade, além de 20% de desconto em todo o curso superior”, afirma Adriano Albano, diretor geral da Unicesumar em Paranaguá.

A instituição, que está entre as 10 maiores do País, com a melhor qualidade segundo o MEC, disponibilizará cursos de graduação para toda a população do litoral paranaense como Ciências Econômicas, Design de Moda, Design de Interiores, Design de Produto, Educação Física (bacharelado e licenciatura), Engenharia de Produção, Engenharia de Software, Gastronomia, Gestão Ambiental, Gestão de Cooperativas, Negócios Imobiliários entre outros. Já na categoria pós-graduação e MBA, são mais de 80 opções nas mais diversas áreas.

A Unicesumar conta com 19 cursos reconhecidos como os melhores ofertados no guia do estudante, com média 4,0 em uma escala de 1,0 a 5,0 no IGC – índice geral de cursos.

“Levamos a educação a sério. Nosso objetivo é poder trazer cursos de qualidade que não estão disponíveis no litoral paranaense, junto de outros que já estão com o objetivo de ajudarmos no desenvolvimento da região e no conhecimento de toda a sociedade local. Estamos muito felizes em inaugurar mais essa unidade. Fomos muito bem recebidos e já contamos com várias inscrições para o nosso vestibular”, finaliza Adriano Albano.

Confira todos os cursos disponíveis na unidade da Unicesumar em Paranaguá em HTTPS://cursos.ead.cesumar.br

Postado por Maximilian Santos.
Crédito da foto: IMG Foto & Vídeo

 

 

 

persuadir um cliente

Dia do Cliente – Cinco formas de se aproximar de clientes na visão de empreendedores

14 setembro, 2017 às 13:03  |  por Maximilian Santos

No próximo dia 15, será comemorado o Dia do Cliente. E cada vez mais essa figura se torna de extrema importância. Entender, conquistar e entregar o que ele deseja não é só necessário como também é o maior desafio de muitos empreendedores.

Apesar de pouco divulgado, o Dia do Cliente serve como uma data de reflexão para muitos jovens empresários e empreendedores, seja os que lidam com o consumidor ou os que têm outras empresas como público-alvo. Listamos abaixo, cinco formas de se aproximar de clientes na visão de empreendedores.

Traga benefício ao cliente
Em tempo de instabilidade econômica, deve-se redobrar a atenção com o relacionamento com o consumidor. Quando se contrata um serviço, a intenção é ter o negócio otimizado e não ter dor de cabeça com isso. “Não basta oferecer uma tecnologia robusta e confiável, é preciso estar ao lado do cliente, oferecendo o suporte adequado e, assim, garantir que ele consiga extrair o máximo da solução adquirida”, explica Luis Carlos dos Anjos, gerente de marketing institucional da Locaweb, empresa líder em serviços de internet no Brasil. “Acompanhá-lo nessa jornada é fundamental para o desenvolvimento do negócio dele”, complementa.

Entregue algo diferente
Em momentos desafiadores, não adianta somente entregar o básico. É preciso ser diferente, ir além e mostrar criatividade. Colocar o cliente no centro, priorizando o atendimento, é fundamental, avalia Leonardo Santos, cofundador e CEO da Semantix, startup especializada em soluções de Big Data. “Compreender as demandas do cliente e entendê-lo como prioridade deve ser a maior preocupação em entregar valor tangível ligado à necessidade de negócio”, afirma. “Neste momento é importante não só ter empatia para fortalecer a parceria, mas também andar junto com ele, promovendo sinergias e valores fortes para o negócio dele”, complementa o especialista.

Tenha uma relação humana com o cliente
Ter empatia e uma relação mais próxima com o cliente é fundamental para entender as suas necessidades. Por isso, é importante sempre manter essa postura durante todas as etapas do relacionamento, avalia Inon Neves, vice-presidente para América Latina da Access, empresa especializada em gestão documental. ” Trate o seu cliente da mesma forma que gostaria de ser tratado. Negócios são feitos entre pessoas, não entre empresas”, afirma o executivo. “É importante estar presente na hora que o problema surgir, pois é nesse momento que somos verdadeiramente avaliados”, complementa.

Adapte-se ao cliente
Entender o cliente e entregar algo que realmente o faça sentir que vale a pena o que está sendo contratado é cada vez mais necessário em momentos de crise. Por isso, não meça esforço e se adaptar ao seu público, afirma Agustín Durán, sócio-diretor da Nimbi, empresa especializada em tecnologia de gestão de compras para a cadeia de suprimentos. “Adapte-se para entender o novo momento dos clientes e ofereça soluções em formatos em sintonia com a atual situação”, avalia o executivo. “Antecipe problemas e entre em contato de forma ativa com os clientes. Isso traz bastante confiança e satisfação, e possibilita retenção maior”, complementa.

Leve vantagem competitiva
Em momentos de crise, as prioridades passam a ser revistas e cortes de investimentos, constantemente ocorrem. Por isso é necessário estar antenado com o mercado e conhecer os desafios enfrentados pelo seu público, avalia Lauro Freire, sócio-diretor da BgmRodotec, empresa especializada em sistemas de gestão para transportadoras. “Vivemos um contexto onde o investimento diminuiu e a cobrança por trazer resultados aumentou. Por isso, além de entender o momento em que os clientes estão, precisamos entender os concorrentes deles e saber exatamente o que estão fazendo em estratégias de marketing de relacionamento, para gerar uma vantagem competitiva”, avalia.

 

Editado por Maximilian Santos.
Crédito da foto: Divulgação.

Lena Vivi - Analista Comercial da Rede Massa2

Analista comercial da Rede Massa | SBT é ganhadora do Prêmio Best Mídia

31 agosto, 2017 às 18:05  |  por Rafaela Salomon

Na última terça-feira (29), ocorreu a cerimônia de premiação do Bem Mídia, que tem o objetivo reconhecer os melhores trabalhos de mídia e os profissionais que se destacaram durante o ano.

A analista comercial da Rede Massa | SBT, Lena Vivi (foto), ganhou o troféu na categoria “OPEC do Ano”, avaliada por comissões julgadoras formadas por profissionais reconhecidos do mercado publicitário paranaense, ligados a agências, veículos e empresas anunciantes.

Em 2015, Lena foi a campeã de votos e, em 2017, foi ganhadora novamente. “Toda a equipe da Rede Massa | SBT ficou muito feliz com o prêmio recebido pela Lena em 2015. O fato de ela ser novamente vencedora, mostra sua seriedade e o nosso compromisso em atender bem nossos clientes e agências”, afirma Ney Emilio Braga Alves, Diretor Comercial da Rede Massa.

Sobre a Rede Massa | SBT – A Rede Massa é afiliada ao SBT e o segundo maior veículo de comunicação do Paraná, atingindo mensalmente cerca de 6 milhões de telespectadores únicos. É a principal produtora de conteúdo regional do estado, com cerca de 600 horas mensais de programação local, produzidas totalmente em HD em suas 5 emissoras: a TV Iguaçu, com sede em Curitiba; a TV Tibagi, em Maringá e Apucarana; a TV Cidade, em Londrina; a TV Naipi, em Foz do Iguaçu e a mais nova emissora do estado, a TV Guará, em Ponta Grossa e Francisco Beltrão. A Rede Massa é a única emissora que cobre 100% dos 399 municípios do estado.

Business man with checkboxes

Curitiba recebe encontro internacional sobre educação executiva responsável

22 agosto, 2017 às 16:51  |  por Maximilian Santos

Nos dias 11 e 12 de setembro, o ISAE – Escola de Negócios vai sediar o 6º Encontro Regional do PRME – LAC, na cidade de Curitiba (PR). O objetivo do evento é trazer uma discussão a respeito das contribuições das escolas de negócios latino-americanas para o atingimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), lançados pela Organização das Nações Unidas no ano de 2015.

O evento é fruto de uma força-tarefa composta por 60 reitores internacionais que criou, em 2006, os Princípios para Educação Executiva Responsável da ONU – PRME.  Esse conjunto de normas estabelecem a base para a plataforma global de ensino em gestão responsável. Com o objetivo de traduzir os princípios para as diferentes realidades dos países, o PRME conta com chapters regionais que auxiliam ainda na disseminação da iniciativa, entre eles o Latin America and the Caribbean (LAC) Chapter, lançado em 2013.

Durante o Encontro Regional do PRME – LAC, que acontece pela primeira vez no Brasil, serão realizadas diversas ações especiais, entre elas palestras e mesas redondas com grandes nomes da educação responsável no Brasil e no exterior: Jonas Haertle (Diretor do PRME/ONU), Adriana Caldana (Professora na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto / USP), Carlo Pereira (Secretário Executivo do Pacto Global da ONU), Christian Hauser (Professor de Economia Empresarial e Gestão Internacional do Instituto Suíço de Empreendedorismo (SIFE) e da Universidade de Ciências Aplicadas – HTW Chur),Consuelo Garcia-de-la-Torre (Professora da EGADE Business School, de Monterrey – México), Gustavo A. Yepes López (Diretor de Gestão e Responsabilidade Social da Faculdade de Administração de Empresas da Universidade Externado da Colômbia), Maurizio Zollo (Coordenador da Rede Global de Aprendizagem e Desenvolvimento Organizacional – GOLDEN for Sustainability e professor da Boconi University – Itália) e Norman Paula Arruda Filho (Presidente do ISAE – Escola de Negócios).

Editado por Maximilian Santos.
Crédito da foto: Divulgação.

tavares

Julho tem alta de 2,58% no fluxo de visitantes a shopping centers. Região Sul obteve maior destaque

11 agosto, 2017 às 16:35  |  por Maximilian Santos

O movimento de pessoas nos shopping centers cresceu 2,58% em julho de 2017, na comparação ao mesmo mês do ano anterior, segundo o Índice de Visitas a Shopping Centers (IVSC). O levantamento é realizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (ABRASCE), em parceria com a FX Retail Analytics, empresa especializada em monitoramento e fluxo para o varejo, em que Marcelo Tavares (foto) é CEO.

Na comparação regional, o Sul obteve maior destaque, com incremento de 9,75%, seguido pela região Sudeste, com aumento de 1,66%, e pelo Nordeste, com 1,36%. No acumulado do ano, foi registrado um crescimento de 0,51%, número que acompanha a tendência do primeiro semestre, que fechou em alta pela primeira vez com índice positivo. A única baixa, considerada natural, fica por conta do comparativo com o mês de junho de 2017, impulsionado pelo Dia dos Namorados, com queda de 1,28%.

Crédito da foto: Agência Folha.
Editado por Maximilian Santos

PAIFILHOBLOG

Psicóloga explica como a relação entre pais e filhos no mercado de trabalho pode ser profissional e saudável

10 agosto, 2017 às 19:05  |  por Maximilian Santos

Com um mercado de trabalho escasso, os brasileiros têm buscado diferentes oportunidades para se manterem empregados. Milhares de pessoas têm sofrido com demissões enquanto outras milhares buscam uma oportunidade com o primeiro emprego. Por isso, muitas vezes é preciso se adaptar a situações inusitadas e é aí que surgem diversas histórias interessantes, como pais e filhos trabalhando lado a lado.

Para a Coordenadora do curso de Psicologia do UniBrasil Centro Universitário, Graciela Sanjutá Soares Faria, o estabelecimento de uma comunicação assertiva desde o ambiente familiar até o contexto organizacional é fundamental. “Quanto mais pais e filhos estiverem avançados no processo de autoconhecimento, reconhecerem seus limites e saberem de suas forças no ambiente profissional, mais fácil vai ser lidar e reconhecer os próprios erros, o que é fundamental”, comenta.

Reconhecido como um dos maiores empregadores do Brasil, o McDonald´s dá oportunidades para jovens em busca do primeiro emprego e para pessoas mais velhas, que desejam se recolocar no mercado. Exemplo disso é a história do Pedro Correia Soares e o filho Elivelton Correia Soares, Técnicos de Manutenção de restaurantes McDonald’s em Curitiba. Elivelton começou a trabalhar na rede como atendente, em dezembro de 2009, quando ainda tinha 16 anos, mesmo sem a aprovação total do pai. “Ele queria trabalhar e ganhar o próprio dinheiro, mas eu queria que ele apenas estudasse”, conta Pedro. Mas com o histórico de ser um bom filho, Elivelton convenceu o pai que o trabalho não afetaria os estudos e ainda conseguiu que ele o acompanhasse em sua primeira e bem-sucedida entrevista.

Ainda em 2009, Pedro, que trabalhava há 20 anos como metalúrgico na área de indústrias, acabou sendo demitido e passou a fazer trabalhos temporários. Enquanto isso, Elivelton crescia no McDonald´s, conquistando prêmios e promoções até se tornar Técnico de Manutenção. Além disso, começou a estudar Mecatrônica com uma bolsa concedida pela empresa. Em 2013, surgiu uma nova vaga para a área e Eliveton não teve dúvida: indicou seu pai para o cargo. “Estávamos precisando de alguém com experiência e de confiança, e não conseguia pensar em ninguém melhor que meu pai”, conta orgulhoso.

Pedro foi aprovado na entrevista e há cinco anos pai e filho são companheiros de serviço! Embora trabalhem em restaurantes diferentes, sempre estão em contato tirando dúvidas e ajudando um ao outro. “No começo eu ligava muito pra ele e aprendi demais com o meu menino. Confesso que tenho que agradecer todos os dias pelos filhos que tenho”, conta  Pedro, que já virou o “paizão” dos colegas de trabalho nas setes unidades McDonald’s administradas pelo franqueado Márcio Moreira, em Curitiba. “Ele chegou adotando todo mundo e já é bem mais conhecido que eu”, brinca Márcio.

O bom relacionamento profissional entre Pedro e Elivelton é um exemplo de como diferentes gerações podem somar forças caso trabalhem unidas e abertas ao diálogo. Os objetivos de cada um podem ser distintos, e geralmente são devido às gerações diferentes, e isso precisa ser compreendido e aceito. “Na relação de trabalho, o pai não deve ser visto como uma figura de autoridade, em uma relação vertical. Se for assim, corre-se o risco de gerar ainda mais discórdia. Já sobre o aspecto favorável pode ocorrer, caso haja compreensão e autoconhecimento de cada parte, permitindo o aprimoramento e o desejo de estar um com o outro”, finaliza a psicóloga.

Pai & Filho

Veja algumas dicas da psicóloga para pais e filhos que trabalham na mesma empresa:

  • Investimento no desenvolvimento de pessoas que permita uma melhor comunicação, flexibilidade e compreensão sobre o ambiente e quem está nele inserido;
  • Políticas de recursos humanos que deixem explícitos quais são as relações de interdependência entre os colaboradores e, em situações de divergência, quais serão os mecanismos de solução;
  • Incentivo de acordo de convivência no qual pais e filhos devem saber os limites de cada um, assessorados pela organização;
  • Tendência de mediação de conflitos: um profissional para entender, intermediar e prever os conflitos;
  • Ter um líder direcionador de relações. Isso inclui pai, filho ou qualquer outra pessoa. Quem irá representar a organização no dia a dia é o líder, por isso ele necessita perceber as particularidades sobre o relacionamento de seus colaboradores e prever situações que podem surgir e demandam a atenção dele.

 

Editado por Maximilian Santos
Crédito da foto: Divulgação.

 

Ana Flavia Bello Rodrigues

Gerenciamento de crise nas redes sociais exige monitoramento e planejamento

8 agosto, 2017 às 13:39  |  por Maximilian Santos

O antigo ditado “Falem mal, mas falem de mim” não tem espaço nas reses sociais. Um comentário negativo e compartilhamentos podem iniciar crises capazes de abalar a imagem e a reputação de marcas e empresas. Hoje, se tem alguém falando mal de seu produto ou da sua empresa nas redes sociais, fique de olho, conheça a opinião da outra pessoa e interaja rapidamente. Mas não faça isso de qualquer maneira, pois uma reação sem planejamento pode potencializar os estragos da crise.

Os conselhos são da consultora Ana Flavia Bello Rodrigues (foto), executiva sênior de Comunicação e Marketing e sócia da IMCR Com, que nos dias 08, 10 e 15 de agosto dará um treinamento sobre “Gerenciamento de Crises em Redes Sociais”, na Redhook School.

Com 25 anos de experiência em Comunicação Social e atuação prática na coordenação nacional de Crisis Management de Coca-Cola FEMSA, Ana Flavia vai ensinar processos de gerenciamento de crises e apresentar métodos para prevenir potenciais crises. O treinamento também vai orientar sobre a elaboração de planos de contingência para situações de risco, incluindo planos de comunicação offline e online. Por meio de análise de casos e de um simulado prático, os participantes também vão aprender o que fazer e o que não fazer em diferentes situações de crise.

“É um treinamento muito objetivo e prático. As redes sociais potencializam uma crise de forma muito rápida e as empresas precisam estar preparadas para agir e reagir na mesma velocidade, de maneira assertiva”.

Por isso, Ana Flavia diz que monitoramento e planejamento são os dois principais pilares para assegurar a manutenção da reputação de imagem corporativa e de marcas nas redes sociais. Segundo ela, a monitoria de conteúdo é a base para se identificar e conhecer o que se comenta nas redes. Já o planejamento é fundamental para uma comunicação com conteúdo adequado, nos canais apropriados e no timing necessário. “Sem esse conjunto de ações qualquer reação pode ser desastrosa”, alerta.

O treinamento será ministrado nos dias 8, 10 e 15 de agosto, das 19h30 às 22h, na Redhook School (Rua Fernando Amaro, 154 – Alto da XV – Curitiba/PR).

 

Crédito da foto: Divulgação.

Chieko1

CEO do Grupo Blue Tree Hotels, considerada mulher forte da hotelaria no país, divide sua experiência com curitibanas

30 junho, 2017 às 16:44  |  por Maximilian Santos

Lançado em maio com a presença de Luiza Helena Trajano, executiva do Magazine Luiza, o Núcleo Paraná do Grupo Mulheres do Brasil mantém a postura de apresentar fortes presenças femininas às participantes. No dia 3 de julho, às 17 horas, no auditório da FIEP, será a vez  de Chieko Aoki (foto), fundadora e presidente do grupo Blue Tree Hotels, compartilhar sua vasta experiência.

Formada em Direito pela USP, Administração na Universidade de Sofia, em Tóquio, e Administração Hoteleira na Universidade Cornell nos Estados Unidos, Chieko Aoki fundou a sua empresa em 1992. Em 1997 lançou a bandeira Blue Tree Hotels e em dez anos a transformou em uma das maiores cadeias hoteleiras do país.

Ao longo de sua vida profissional, Chieko trabalhou em diversos lugares do mundo, como Estados Unidos, Ásia e Europa. Iniciou sua atuação em 1982 como diretora de marketing e de vendas do Caesar Park São Paulo e, depois, tornou-se presidente da Caesar Park Hotels & Resorts e da mais antiga e tradicional companhia hoteleira dos Estados Unidos, a Westin Hotels & Resorts.

Em 2013, foi classificada pela revista norte-americana Forbes como “a segunda mulher de negócios mais poderosa do Brasile escolhida pelo jornal Valor Econômico dentre as melhores executivas brasileiras.

O Mulheres do Brasil foi criado há 4 anos por Luiza Helena Trajano, que preside o grupo até hoje. A proposta é ser uma organização apartidária que une engajamento e empreendedorismo em prol de propostas de ações para um Brasil melhor.

No Paraná, o Mulheres do Brasil tem coordenação de Regina Arns, que está à frente do Grupo MEX Brasil – Espaço Mulheres Executivas, e Margaret Groff, Diretora Financeira Executiva da Itaipu Binacional, aposentada, e também uma das fundadoras do MEX.

O Mulheres do Brasil reúne profissionais dos mais diversos segmentos e nasceu com o objetivo de refletir sobre os problemas nacionais para criar uma agenda positiva com um plano de ação. Nesse cenário, a mulher surge como agente de transformação e engajamento na construção de uma sociedade que valoriza o trabalho feminino e não admite preconceitos de sexo ou raça.

A perspectiva do grupo é atuar no Paraná em 5 Comitês Regionais: Políticas, Combate à Violência contra a Mulher, Educação, Empreendedorismo e 80 em 8.

Curitiba, até o momento, foi a maior estreia do grupo em número de presenças no Brasil. Foram confirmadas mais de 600 pessoas para o evento inaugural com Luiza Helena Trajano.

As inscrições devem ser feitas por meio do link televeentos.com.br/MDBParana/Cadastroinfo/

 
Editado por Maximilian Santos.
Crédito da foto: Divulgação

 

 

Print

Equipes engajadas são um diferencial das empresas de sucesso

5 junho, 2017 às 19:03  |  por Maximilian Santos

Uma equipe engajada traz inúmeros benefícios para um negócio. Isso porque funcionários motivados se esforçam mais para atingir os objetivos e metas da empresa melhorando, com isso, sua produtividade. Neste caso, o líder tem um papel fundamental, sendo assertivo em suas decisões e contribuindo para o engajamento da sua equipe. A assertividade nas relações é um dos temas que serão abordados na segunda edição do Intensive Leadership Academy (ILA), que acontece nos dias 9 e 10 de junho, em Curitiba. O seminário é organizado e ministrado por executivos da Dale Carnegie Training, referência mundial em desenvolvimento de competências e habilidades profissionais.

Segundo, Leandro Roth (foto), trainer dos programas Dale Carnegie Course, Advanced Dale Carnegie Course, Sales Advanced e responsável pelas franquias do Noroeste do Rio Grande do Sul e Campinas (SP), aumentar o nível de assertividade, que está relacionado à confiança e respeito, contribui para a melhoria do engajamento. “Há três estilos de comportamento: passivo, agressivo e assertivo. A grande sacada é saber qual a melhor maneira de ser assertivo na hora de tomar decisões”, diz.

Equipes motivadas e engajadas dão o máximo de si para alcançar os resultados. “Não há uma fórmula secreta para convencer as pessoas a colaborarem, mas descobrir e se importar com os objetivos da pessoa, e ter este alinhamento organizado, ajuda muito”, ressalta Roth.

 

 

Editado por Maximilian Santos
Crédito da foto: Divulgação.