Polícia prende homem envolvido latrocínio que vitimou jovem em Campo Magro

5 outubro, 2017 às 17:22  |  por Redação Bem Paraná

Um homem, de 22 anos, suspeito de envolvimento em um crime de latrocínio, que vitimou Larissa Morgana Ferreira, 24 anos, durante um assalto a um ônibus de linha metropolitana, foi preso, no final da tarde de quarta-feira (4), pela equipe de investigação da Delegacia de Almirante Tamandaré, Região Metropolitana de Curitiba.

A prisão foi realizada dentro da delegacia, por força de um mandado de prisão temporária em razão do crime, que já havia sido expedido pela Justiça. “O homem compareceu na delegacia, após ser intimado a prestar esclarecimento sobre o fato, quando tivemos a oportunidade de prendê-lo, por estarmos em posse do mandado judicial”, informa o delegado responsável pelo caso, Tito Lívio Barrichelo.

O crime aconteceu no dia 23 de setembro deste ano. Na ocasião, o suspeito e outros três homens entraram no ônibus de linha Curitiba/Campo Magro, com o intuito de roubar os passageiros. Entretanto, um policial militar, que estava dentro do transporte, reagiu a ação dos bandidos e acabou trocando tiro com eles.

Durante o confronto quatro pessoas ficaram feridas, além de Larissa, que não resistiu ao ferimento e morreu no local. “Um dos bandidos também acabou sendo baleado durante a troca de tiros e acabou falecendo, os outros dois envolvidos no crime já foram identificados pela polícia, mas permanecem foragidos”, afirma Barrichelo.

De acordo com o delegado, o suspeito negou participação no crime. “Embora, ele negue qualquer envolvimento na ação criminosa, ele foi submetido a reconhecimento facial, em que mais de uma vítima o reconheceu sem sombra de dúvidas”, frisa.

O rapaz já tem passagem policial por roubo agravado, cometido em parceria com o rapaz também envolvido no crime em questão, o qual foi morto em confronto durante a prática criminosa.

O suspeito foi indiciado pelo crime de latrocínio e permanece detido à disposição da Justiça.

AÇÃO DISTINTA – A equipe de investigação da Delegacia de Almirante Tamandaré prendeu um homem, de 31 anos, no momento em que tentava subornar a autoridade policial da unidade e demais investigadores. Toda a ação foi gravada pelo delegado-titular da delegacia.

O rapaz foi preso, no bairro Cachoeira, em razão de um mandado de prisão que estava em aberto, pois estava foragido do Sistema Penitenciário – onde cumpria pena por roubo e tráfico de drogas – há dois anos. Para evitar a prisão o homem ofereceu R$3 mil ao delegado.

“Ele chegou a dizer que R$1,5 mil seriam pagos a vista, pois era o dinheiro que tinha no momento, e o resto iria pagar posteriormente”, conta o delegado, que filmou a oferta do suspeito.

Barichello informa que além do mandado de prisão em aberto, o homem é investigado por crimes de violência doméstica com lesão corporal, ameaça e injúria. “Inclusive, o rapaz conta com uma medida protetiva, requerida pela própria mãe”, finaliza.

O homem foi autuado em flagrante por corrupção ativa e está detido à disposição da Justiça. Se condenado, poderá pegar até 12 anos de prisão

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>