Arquivos da categoria: Estética

Escovar os dentes sem Pasta?

27 junho, 2014 às 06:29  |  por Dr. Rogerio Agulham

simm

 

O futuro da higiene bucal pode ser solar. Pelo menos é o que pretendem pesquisadores da Universidade de Saskatchewan, no Canadá, que criaram uma escova de dentes capaz de realizar toda a limpeza oral usando apenas a energia do sol.

As escovas Soladey dispensam pasta de dente porque funcionam através de uma barra de titânio sensível à luz que se localiza no cabo da escova. Quando exposta à luz (natural ou artificial), ela libera íons que, ao se misturarem com a saliva, produzem uma reação química capaz de neutralizar a placa bacteriana.

A saliva atua como ingrediente natural e não-abrasivo de limpeza e quanto mais forte for a fonte de luz mais eficaz é a utilização da escova. Segundo os criadores, Soladey tira até mesmo o amarelado causado pelo cigarro. O aprelho é fabricado pela empresa japonesa Shiken e precisa da mesma quantidade de luz que uma calculadora comum para funcionar.

Além de natural, a higiene oral também torna-se mais econômica. Para aqueles que acham difícil deixar para trás a pasta de dentes, os cientistas recomendam quantidades muito pequenas. Por enquanto, a escova de energia solar está em fase de testes de testes com 120 jovens.

O objetivo é certificar-se dos resultados oferecidos pela escova em comparação com um modelo comum aplicado para escovação tradicional.”

Muito Cuidado sobre isto, não podemos nos esquecer que  a pasta de dente é imprescindível para aumento do Flúor na boca, para manter o ph em ordem. Além de detergentes e e substâncias terapêuticas e preventivas,

Nada melhor que uma boa escovação com uma cabeça de cerda macia ou extra macia e cabeça pequena.

Implantes Dentários: Verdades e Mitos

18 fevereiro, 2014 às 04:56  |  por Dr. Rogerio Agulham

Todos os dias em nossa clínica recebemos pacientes com a intenção de realizar implantes dentários, a maioria, por ter acesso a informação, sendo via internet ou qualquer outro meio de comunicação, já sabe um pouco de como funciona essa especialidade, porém algumas coisas precisam ser esclarecidas para um melhor entendimento de todos.

Atualmente temos implantes nacionais e importados  que se assemelham e muito a qualidade. Portanto aquela pergunta que sempre me fazem, já cai em terra. ” Mas o importado não é melhor?” A resposta é simples, “Não, nem sempre”. Temos implantes nacionais com tecnologia tão avançada quanto os importados. A vantagem de um implante nacional de qualidade é o atendimento que a fábrica lhe dá e a rapidez em que ele podem lhe fornecer ou repor peças.

Outra pergunta frequente é relacionada a rejeição do implante. Nunca foi diagnosticado nem descoberto nenhum caso de rejeição ao titânio encontrado nos implantes, o que existe é a má indicação do mesmo, que resulta em casos de infecção, perda óssea, inflamação dos tecidos ao redor do implante, o que pode acarretar a perda do mesmo.

Então, quais são os pacientes que não são indicados para o implante dentário? Pacientes que não possuem quantidade óssea necessária( avaliada por exames de imagem e exame clínico), pacientes com doenças sistêmicas, pacientes com dificuldades de coagulação e homeostase, pacientes que utilizam medicamentos a base de alendronato. Ainda existem fatores que são considerados de risco para o sucesso dos mesmos como tabagismo severo, excesso de álcool, diabetes não controlada.

Nos casos de falta de osso, a enxertia surge como uma alternativa para positiva para a reposição do que falta, seja por meio de enxerto do próprio paciente ou com biomateriais que podem induzir a formação óssea.

Como ocorre a aderência do implante ao osso? Através da osteointegração, processo no qual o organismo reconhece o titanio do implante como parte do organismo e acaba por envolver as espiras do implante com osso e assim cria uma conexão rígida entre implante e osso do paciente. Uma vez bem instalado e bem cuidado o implante e a prótese sobre o mesmo, a duração dele não tem data. Antigamente era recomendado um tempo de 4 meses para mandíbula e 6 meses para maxila, porém com o avanço das técnicas, esse tempo já é diminuído e o paciente já sai da consulta com um provisório e dependendo do implante em poucos meses, já coloca a coroa definitiva.

Implantes sem cortes e cirurgia guiada: É uma técnica, na qual implantes são realizados sem a necessidade de cortes, assim diminuindo o tempo cirúrgico e possível dor pós-operatória, lembrando que esse tipo de cirurgia, precisa ser avaliada e tem uma indicação correta, pois os sucesso depende da quantidade óssea do paciente.

Qual o melhor implante para se utilizar? Atualmente, existem dois tipos de implantes que são mais utilizados. Os implantes de plataforma Hexágono Externo( utilizados desde 1964) e os implantes Cone Morse. Os implantes de plataforma hexágono externo foram durante anos a melhor alternativa para todos os casos de implantes, na verdade, ainda são indicados em casos de protocolos( quando o paciente não possui nenhum dente e é colocada uma dentadura fixa sobre os mesmos). Com o avanço dos recursos e tecnologias, hoje temos os implantes Cone Morse, que nada mais são do que uma “solda fria”. Ao invés do componente ou da prótese sair direto da “cabeça” do implante, como é no hexágono, no cone morse, sempre é colocado um componente protético que melhora o perfil ósseo, gengival e estético.

Cada caso é um caso na implantodontia, porém com as tecnologias que temos no mercado hoje, dificilmente um paciente ficará descoberto de tratamento.IMAGES_0007529_1 IMG_0054 implante-dentario-parafuso-e1305943438325 implantes

Reabilitação Oral: Mitos e Verdades!

29 janeiro, 2014 às 09:50  |  por Dr. Rogerio Agulham

A reabilitação oral representa o maior desafio da odontologia moderna, pois sua finalidade é restabelecer uma nova  oclusão (forma como os dentes se tocam e encaixam uns nos outros). Trata-se de uma área de grande abrangência que reunirá todas as especialidades odontológicas para que os todos os detalhes sejam observados atenção.

Cada caso envolve o planejamento multidisciplinar, onde todas as necessidades são traçadas pela equipe. Na maioria dos casos, o planejamento é realizado unindo várias informações obtidas no exame clínico, na expectativa inicial do paciente e no diagnóstico  do modelo de gesso que é uma réplica da situação inicial do paciente. Trabalhamos em cima dessa boca em gesso fazendo uma simulação do tratamento em cera que funciona de forma parecida com um projeto arquitetônico onde é simulado o sorriso inicial para aquele paciente.

A consulta inicial é considerada a limpeza da casa (quando necessário), onde os trabalhos inadequados são removidos, as cáries são limpas e são instalados dentes provisórios confeccionados de acordo com o enceramento inicial.

Após os provisórios começamos a trabalhar com a fundação da construção da boca que são as especialidades de apoio: canais necessários, tratamento periodontal, confecção de pinos metálicos nas raízes, enxertos ósseos (quando necessário), implantes nas regiões sem dentes ou nas regiões com indicação de extração de dentes.

Após a fundação do trabalho estar adequadamente saudável e estruturada, o paciente é moldado, fotografado, selecionada a cor dos dentes com iluminação adequada e todas essas informações são enviadas ao ceramista para que os dentes sejam criados de forma natural devolvendo a estética e a função mastigatória

Uma reabilitação pode ser feita da seguinte forma:

- Em cima dos seus próprios dentes

Na ausência deles podera ser feita com:

- Instalação de implantes

- Proteses parciais removiveis

- Protese total (dentadura)

- Com instalação de aparelho ortodôntico

protese-dentaria reabilitacao2 da37-img-3774_bg

 

A importância do Sorriso

19 outubro, 2013 às 09:18  |  por Dr. Rogerio Agulham

Em uma pesquisa feita há cerca de um ano, entre diferentes pessoas, países e culturas, foi constatado que 47% das pessoas reparam primeiramente no sorriso das outras, ao invés de olhos, cabelos, roupas…. Com isso, a Colgate, resolveu fazer um “teste” com seus consumidores.

Nas 3 fotos que seguem da propaganda, o que mais chama a atenção é a sujeira nos dentes dos modelos. Após uma analise minuciosa, pode-se constatar que na primeira foto a senhora apresenta um dedo a mais que o normal.

Já na segunda foto, um braço “fantasma” aparace abraçando o homem que está com o dente sujo

E na terceira foto, o modelo não apresenta uma orelha…..

Lógico que depois que lrmos e prestarmos atenção nas imagens, tudo fica mais claro…. Mas inicialmente, o que mais lhe chamou a atenção?

Por isso cuide sempre de seu Sorriso!

A equipe do CEOPAR estará sempre disponível para os atender e oferecer o melhor tratamento possível

www.ceoparana.com.br

41 3338-7029

Pay attention!!

Freios da boca

2 abril, 2013 às 15:59  |  por Dr. Anderson Kovaleski

Os freios bucais estão localizados na linha média de todas as pessoas. Os “labiais”, como o próprio nome já indica, são originados nos lábios inferior e superior e inseridos na gengiva correspondente. O ”lingual” está entre a língua e a gengiva que recobre o lado mais interno da arcada inferior. São compostos por fibras, músculo ou tecido fibromuscular, coberto por epitélio igual ao da mucosa bucal presente nos lábios e nas bochechas.

Um freio ou frênulo com uma anatomia normal, não causa nehuma patologia. Entretanto, um frênulo anormal é uma estrutura que necessita tratamento. O diagnóstico é simples: quando o lábio é distendido manualmente, a margem da gengiva não deve se mover ou ficar esbranquiçada. Se acontecer, com o passar do tempo ocorre a recessão da gengiva na região onde ele está inserido. Dependendo da altura, o frênulo pode interferir no tratamento ortodôntico quando um diastema (espaço) entre os dois incisivos centrais é fechado. Removendo ou reinserindo o freio longe dos dentes faz com que a recidiva do diastema diminua de 70% para 7%. Ainda, um frênulo anormal pode dificultar a higienização da região, o aumentar o acúmulo de resíduos alimentares, prejudicar a deglutição e alterar a pronúncia de algumas palavras.

O procedimento de reinserção dessa estrutura é relativamente simples e além de evitar problemas gengivais futuros e diminuir recidivas de tratamentos ortodônticos, dá um conforto maior e definitivo aos pacientes que precisam da intervenção. É um procedimento único que não demora e tem um pós-operatório tranquilo.

 

Tratamento estético para Grânulos de Fordyce

1 fevereiro, 2013 às 17:35  |  por Dr. Anderson Kovaleski

Devido a grande repercussão da postagem sobre os “grânulos de Fordyce” e suas complicações estéticas, fiz uma pesquisa sobre as possíveis formas de tratamento. Na literatura científica achei algumas publicações que relatavam alguns casos clínicos. Cada uma delas sugere uma forma de tratamento das glândulas sebáceas aparentes.  Não há uma padronização do tratamento e nem um acompanhamento longitudinal dos casos por muito tempo.

As sugestões de tratamento que encontrei incluem a remoção dos grânulos com Laser de CO2, Laser de Diiodo, eletrodissecção e curetagem, terapica fotodinâmica associada ao ácido 5-aminolaevulinico, uso de isotretinoína e do ácido bicloroacético. Em todos os casos relatados houve melhora do quadro inicial, porém, com resultados que duraram até um ano. Depois os pontinhos amarelados voltam a aparecer.

Parece-me que o assunto ainda é pouco estudado para padronizarmos um tratamento e torná-lo mais eficaz e previsível. De qualquer forma, vale a pena consultar um profissional que faça o diagnóstico correto e prescreva a melhor terapia, levando em conta a extensão da área afetada, o quadro geral de saúde física e psicológica de cada paciente.

Fontes encontradas no PUBMED:

High-power diode laser use on Fordyce granule excision: a case report

Dichotomous Long-Term Response to Isotretinoin in Two Patients with Fordyce Spots

Fordyce Spots of the Lip Responding to Electrodesiccation and Curettage

Treatment of Fordyce spots with bichloracetic acid

Treatment of Fordyce Spots with CO2 laser

Oral-B 3Dwhite whitestripes

17 janeiro, 2013 às 07:43  |  por Dr. Anderson Kovaleski

Oral-B 3D white whitestripes é o nome das tiras de clareamento dentário que a Procter & Gamble do Brasil trouxe dos EUA para o mercado nacional. Muitos pacientes me perguntam se realmente funciona. Como o produto ainda é novo no Brasil e não tenho pacientes que testaram, procurei pela internet e achei vários blogs que estão comentando que ele causa um “leve clareamento” dos dentes, removendo apenas o “amarelinho”.

Achei no site do fabricante a composição do produto. Parece-me que as tiras têm o que é necessário para clarear os dentes. O que pode estar acontecendo é das pessoas colocarem as tiras sobre os dentes ainda sujos. Se houver “tártaro” ou uma placa viscosa já formada na superfície dentária, não vai clarear mesmo. Nem o clareamento profissional faria melhor! O ideal seria remover de forma profissional a sujidade dos dentes e depois utilizar o produto com máxima eficiência. Acredito que assim o resultado seria melhor.

img1img2img3

No site http://www.oralb.com/brazil/products/Oral-B_Fitas_Branqueadoras , o fabricante coloca um vídeo que ensina como aplicar as tiras e esclarece grande parte das dúvidas na página: “Perguntas mais frequentes”. O endereço do vídeo é: http://www.youtube.com/watch?v=qNvKpmSXOzI . Ainda, há a recomendação do paciente procurar previamente o auxílio de um dentista, para não acabar aplicando o produto sobre cáries existentes ou em uma gengiva doente.

 

Lentes de Contato dentais, você conhece??

29 novembro, 2012 às 14:45  |  por Dra. Michele de Camargo

O cuidado com os dentes é algo primordial nos dias de hoje, principalmente para quem trabalha diretamente com o público ou vive de sua aparência, como é o caso de modelos, atrizes e atores, por exemplo.
Dentre os tratamentos estéticos para os dentes, uma grande novidade que está revolucionando o mercado, são as lentes de contato para os dentes, que possibilitam ter um sorriso perfeito sem a necessidade de um tratamento prolongado ou doloroso.

Na prática, você pode colocar a prótese em quantos dentes desejar. Porém, esta novidade ainda custa caro, o preço médio do tratamento completo para a aplicação das lentes de contato dentais é de R$ 5.000 (cinco mil reais). É um valor meio elevado, mas para quem tem a aparência como ganha pão, o investimento vale a pena.
Apesar de ser um tratamento recente, as lentes já estão embelezando as bocas de muitos atores e atrizes da TV e do Cinema. A maioria dos famosos não revela que as usa, mas a verdade é que nos tempos de hoje, da alta definição nas transmissões em HD, onde as imperfeições são realçadas, vale tudo para aparecer impecável na telinha.

O tratamento é indicado para quem deseja ter dentes brancos e alinhados. A vantagem das lentes em relação a outros tratamentos, como as facetas convencionais, por exemplo, é que, para sua aplicação não é necessário desgastar os dentes com broca, e a lâmina de porcelana, utilizada na fabricação da lente, é ultrafina, proporcionando uma melhor acomodação e adaptação.

No Brasil, já existem algumas clinicas especializadas neste tratamento. Em outros países, o tratamento já é bastante difundido, e é conhecido como Lumineers ou Snap on Smile.

Fonte: http://www.e-tudo.net/lente-contato-dental/#ixzz2DdA0gxaE
© 2011 - 2012.Todos direitos reservados a eTudo (www.e-tudo.net).Este conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização. Caso o Faça, você poderá ser notificado por violar nosso Copyright.

Dúvidas sobre clareamento a laser

16 janeiro, 2012 às 08:42  |  por Dra. Michele de Camargo

O Clareamento a laser é o processo pelo qual são retirados os pigmentos do esmalte e dentina dos dentes, através de um gel específico para estética bucal, que tem seu efeito potencializado e acelerado através da luz do laser, led ou argônio. Como importante elemento estético, o sorriso caracteriza uma pessoa especial quando o mesmo é atraente e brilhante. Ter os dentes mais brancos fornece diferencial para as pessoas, onde sorriso branco chama muito a atenção em qualquer ocasião. Por isso o clareamento a laser para a estética bucal é cada vez mais importante para a saúde bucal, sendo na face, a boca e um belo sorriso é um dos elementos de maior destaque na estética.

Hoje o tratamento é moderno, simples e rápido e novas técnicas podem ser aplicadas na grande maioria das pessoas, variando o grau de clareamento de acordo com certas características pessoais tais como: idade, integridade e tonalidade dos dentes, causa do escurecimento, entre outros.O tratamento de clareamento a laser é bastante seguro, rápido, eficaz e duradouro, com excelente relação custo-benefício.

O que é clareamento a laser?

É uma técnica, que através do uso de substâncias químicas ativadas pelo laser, removem-se manchas e pigmentações dos dentes, alojadas em sua camada interna; a dentina.

Como é feito o clareamento a laser?

Um gel clareador à base de peróxido de hidrogênio na concentração de 35 a 40% é aplicado pelo dentista, sobre a superfície externa do dente e ativado por um tipo de laser de baixa intensidade, liberando moléculas de oxigênio e assim promovendo o clareamento.

Qual o tempo que se leva para fazer um clareameno a laser?

De 2 a 3 sessões de clareamento a laser no máximo 1 hora.

Todos os dentes podem realizar clareamento a laser?

Podem, porém em alguns casos, por exemplo, quando o dente está muito escurecido por problemas endodônticos antigos, o resultado não é satisfatório sendo melhor indicado, outro tipo de tratamento restaurador estético; como a faceta. Os dentes com coloração irregular azulada ou que apresentam listas cinza escuras, causadas pelo efeito das tetraciclinas, são mais difíceis de serem clareados. Porém nos dentes com coloração uniforme amarelada, amarronzada clara ou escura o resultado do clareamento é excelente.

Para fazer um clareamento a laser é necessária a anestesia?

Não, é um processo indolor.

Há necessidade de algum cuidado quando é feito o clareamento a laser ?

Sim, antes da colocação do gel,é aplicado na gengiva que contorna os dentes,um protetor gengival, ativado por luz alogênia ou led, porque o produto clareador é lesivo à gengiva.

Há necessidade de algum cuidado após o clareamento a laser?

Sim,é necessário se evitar alimentos com corantes ou de cores fortes, porque o processo de oxigenação promove desmineralização do esmalte; ele fica poroso de 24 horas a até 72hs, apresentando-se como uma esponja, propenso a absorver pigmentos de alimentos e do cigarro.

Restaurações e próteses podem ser feito o clareamento a laser?

Não, o produto clareador só clareia dentes; próteses e restaurações devem ser trocadas para melhorar a estética.

Dentes implantados podem realizar o tratamento de clareamento a laser?

Sobre os implantes, são colocadas próteses; portanto não podem ser clareadas

Os dentes clareados podem escurecer de novo?

Sim, em torno de um ano e meio a dois anos após o tratamento, geralmente os dentes escurecem um pouco, porém sem voltar ao seu tom original, sendo necessário fazer uma sessão clareadora de manutenção.

Em quais situações /condições não são recomendados o clareamento a laser?

Em casos de má formação dentária( esmalte; amelogênese imperfeita ou dentina; dentinogênese imperfeita); de dentes manchados de forma irregular ou em dentes muito escurecidos pós tratamento endodôntico, o resultado do clareamento não será satisfatório, sendo indicado outro tipo de tratamento estético, como o clareamento interno e posterior faceta de resina ou porcelana.

Há desgaste do dente quando é feito o clareamento a laser?

Não, o gel é aplicado sobre o esmalte, nenhum desgaste é realizado para este tipo de procedimento.

O clareamento a laser pode enfraquecer os dentes?

Não, a estrutura dentária é preservada.

Quais as vantagens do clareamento a laser sobre o clareamento caseiro?

Tempo menor de tratamento. Realizado em consultório, de 2 a 3 sessões de no máximo 1 hora cada uma. A rapidez do resultado é evidente ao término de cada sessão já se observa os dentes mais claros. Também pela comodidade, por não haver necessidade de um tratamento longo utilizando-se moldeiras, ocasionando possível inflamação gengival, sensibilidade dentária e sendo necessária a longa privação de alimentos coloridos.

Quais as vantagens do clareamento a laser frente a outros procedimentos convencionais?

Não é uma técnica invasiva, não ocorre desgaste dos dentes.

Existe algum risco à saúde no tratamento de clareamento a laser?

Realizando um bom diagnostico inicial, utilizando os produtos e técnicas adequadas não há risco à saúde.

Lentes de contato em porcelana ou facetas

31 outubro, 2011 às 21:35  |  por Dra. Michele de Camargo

As facetas vêm sendo utilizadas já há alguns anos na odontologia devido à evolução dos materiais adesivos, sendo a principal vantagem desta técnica a preservação de grande parte da estrutura dental sadia. A técnica de confecção de facetas laminadas em cerâmica pode ser realizada pelo método direto ou indireto, ou seja, diretamente na boca do paciente ou no laboratório de próteses (método indireto). Estudos mostram que as facetas confeccionadas pelo método indireto em cerâmica apresentam maior resistência e estabilidade de cor em comparação com as facetas confeccionadas em compósito.

A evolução dos materiais viabilizou uma técnica já relatada em literatura cientifica a confecção das lentes de contato em porcelana com finalidade estética. Existem diferenças entre facetas em porcelana e lente de contato dental, começando pela área de desgaste, as lentes de contato dentais não necessitam de nenhum desgaste na estrutura dental, enquanto as facetas em porcelana necessitam de preparo dental. Porém, alguns cuidados devem ser tomados durante a cimentação das lentes de contato, no manuseio por serem muito frágeis e pequenas, nos materiais e técnica de cimentação utilizada e no polimento final. As lentes de contato dental recobrem a face vestibular dos dentes e são indicadas para pequenas correções de cor e forma. Já as facetas em porcelana são indicadas em casos de alterações de cor e forma mais profundas como diastemas e manchas de coloração forte que necessitam de um maior recobrimento para alterar a cor e conseqüentemente um maior desgaste da estrutura dental.
A cerâmica utilizada para a confecção das lentes de contato é a mesma cerâmica utilizada para a confecção de facetas e a técnica é muito parecida com algumas diferenças clinicas e laboratoriais.

As principais vantagens da confecção de lentes de contato dentais em relação às facetas  são:

Ausência de desgaste dental preservando a estrutura dentaria sadia;Redução das etapas clinicas (2 visitas);
Ausência de provisório durante o tratamento;
Adesão 100% ao esmalte; e
Aspectos físicos e químicos similares ao do esmalte dental.

As principais contra indicações para as lentes de contato dental e facetas são:

Pacientes que apresentem bruxismo;
Onicofagia (hábito de roer unhas);
Higiene bucal inadequada; e
outros hábitos que possam comprometer a durabilidade do tratamento.