Marianna Camargo

Série televisiva exibe circuitos autônomos nas artes visuais

Legenda

 

Projeto é coordenado pelo artista e pesquisador Newton Goto


 

O projeto Circuitos Compartilhados TV (CCTV) apresenta em formato televisivo uma série com mostras de vídeo e entrevistas com artistas de todas as regiões do país, inclusive com participações internacionais. A programação acontece de 7 de agosto a 20 de dezembro de 2018,às 21h, na UFPRTV (canal 15 da net), com 40 episódios. 

 

Coordenado por Goto por meio do organismo artístico EPA! - Expansão Pública do Artista - tem como base os acervos anteriormente organizados pelo artista em Circuitos compartilhados (2008), Rotação de culturas (2014) e Livre-troca (2016-2017).

 


Duplo selfie CCTV/Nervo Óptico, Curitiba/Porto Alegre. Com Clovis Dariano, Ana Albani, Vera Chaves Barcellos, Telmo Lanes e Goto

 

CCTV  propõe18 novos programas temáticos montados com novos títulos, atualizando, ampliando e aprofundando reflexões. É o maior acervo organizado sobre circuitos autônomos de artes visuais no Brasil, no sentido contextual, histórico e de abrangência geográfica.

 

Cada episódio do CCTV está formatado em dois segmentos, uma entrevista com um artista ou coletivo, seguida de uma exibição de vídeo. CCTV exibe assim aproximadamente 6h40min de entrevistas e 30 horas de programação de videoarte.

 


Cildo Meireles em seu ateliê sendo entrevistado por Goto

 

O conteúdo relaciona-se a registros audiovisuais de "ações em circuitos autônomos nas artes visuais", com ênfase na cena de arte contemporânea brasileira a partir da década de 1960, apresentando também algumas participações internacionais. Um “lema” da proposta é “Rede de compartilhamento de estratégias de contracultura nas artes visuais”. O projeto homenageia os artistas Bruno Lechowski (Varsóvia, 1887 - Rio de Janeiro, 1941) e Paulo Bruscky (Recife, 1949) por seus diferentes pioneirismos na proposição de circuitos artísticos no Brasil.

 

O homenageado Bruscky em entrevista para o programa 02 do CCTV. Cenário e figurino em duplo chroma key e estética "Global groove"

 

São trabalhos de intervenção urbana, happenings, ações colaborativas, propostas de coletivos de artistas, programações em espaços alternativos, ou seja, diversos tipos de estratégia onde o artista além de propositor da obra é também o mediador dela com o público.

 

 


Sergio Moura em entrevista para o episódio "Curitiba anos 70" no CCTV

 

Serão exibidas entrevistas de artistas e mostras de vídeo de André Parente, Bia Medeiros, Cildo Meireles, Dias e Riedweg, Dyógenes Chaves, Grupo EmpreZa, Grupo Nervo Óptico, Frente 3 de Fevereiro, Julia Risler e Pablo Ares/Iconoclasistas, Lula Wanderley, Maria Ivone dos Santos, Ines Linke e Louise Ganz, Jailton Moreira,  Paulo Bruscky, Ricardo Basbaum, Ricardo Moreno, Sergio Moura, entre outros.

 


Entrevista sobre Cicloativismo na Praça de Bolso do Ciclista com Fernando Rosenbaum e Goura Nataraj

 

O projeto

CCTV, a atual etapa de realização do projeto Circuitos compartilhados,  tem apoio da COPEL; parceria com a UFPRTV; é uma realização da EPA!; e tem o incentivo do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura/ PROFICE - Secretaria de Estado da Cultura - Governo do Estado do Paraná.

 

O programa será exibido inicialmente no canal por TV a cabo da UFPRTV com abrangência na Região Metropolitana de Curitiba, podendo ser replicado (simultânea ou posteriormente) por TVs universitárias federais de outros estados vinculadas ou não à Rede IFES (Rede de TVs universitárias das Instituições Federais de Ensino Superior), ou seja, pode ser exibido em outras regiões metropolitanas brasileiras ou redes de alcance de cada uma das TVs.

 


Leonarda Glück e Goto em entrevista para CCTV na UFPRTV

 

Os programas exibidos nas terças às 21h têm reprise na quarta, às 15h30, sábado, às 19h, e domingo, às 11h e 17h. Os das quintas, às 21h, serão reprisados na sexta, às 15h30, domingo, às 20h30 e segunda, às 15h.

 

Posteriormente os conteúdos serão disponibilizados na internet em rede pública própria da UFPRTV, com acesso público e gratuito, podendo também ser usados como material educativo em diferentes níveis escolares.

 


Entrevista sobre Hortas urbanas na Horta do Jacu. No still do vídeo: Claudio Oliver, Goto, Guilherme Scharf, Ricardo Leining e Paulo Roberto Oliveira.

 

Goto

Atua como artista, pesquisador, curador e produtor. É doutorando em Poéticas Visuais pela UFRGS, mestre em Linguagens Visuais pela UFRJ (2004) e Especialista em História da Arte do Século XX pela EMBAP (2000). Desde 2001 é coordenador da EPA! Expansão Pública do Artista, entidade autônoma voltada à reflexão histórica e crítica sobre o circuito artístico, organismo dedicado também à produção artística, ao estabelecimento de redes de trabalho colaborativo e ao debate propositivo sobre políticas culturais contemporâneas para as artes visuais, com ênfase na interface entre arte e sociedade. Coordenador do projeto de acervo compartilhado Circuitos compartilhados, cujos antecedentes de pesquisa iniciam em 2000 e cujas ações desdobram-se até o presente, com reverberações junto a museus, universidades, instituições culturais e circuitos autônomos brasileiros e também com algumas articulações internacionais. Idealizador e curador dos projetos de intercâmbio cultural Livre-troca (2016-2017) e Rotação de culturas (2014) e coordenador do projeto de intervenção urbana Galerias subterrâneas (Curitiba, 2008). Membro do coletivo de artistas E/Ou (2005-2013), realizador da série de trabalhos Descartógrafos. De 2005 a 2012 foi membro do Colegiado Setorial de Artes Visuais, entidade de representação da classe artística vinculada ao Conselho Nacional de Política Cultural, órgão consultivo do Ministério da Cultura para a formulação de políticas públicas para o setor. (https://newtongoto.wordpress.com)

 

EPA! (2001)

A EPA! – Expansão Pública do Artista – é um organismo autogerido de política cultural. Foi fundado em 2001, em Curitiba, motivada pelo desejo de reflexão contextual sobre arte política e ativista nas artes visuais. A entidade é, em princípio, a expansão pública do artista Goto, um eu coletivo. A atuação da EPA! busca identificar, fortalecer e fomentar uma rede de interlocutores e de produção, tanto no ambiente artístico como no social, tendo como fundamento valores associados a uma arte livre, experimental, heterogênea, crítica, contemporânea e de envolvimento social.

 

Circuitos Compartilhados (2008)

A mostra Circuitos Compartilhados teve sua estreia em 2008, na Cinemateca de Curitiba. Decorrente dos projetos Vide o vídeo (2002) e Circuitos em vídeo (2005 a 2007), a iniciativa foi financiada pelo Edital Arte e Patrimônio IPHAN/MinC 2007. O contexto associa-se às práticas dos coletivos de artistas, arte de ativismo cultural, ações colaboracionistas em arte, espaços alternativos, etc. O acervo com 225 títulos audiovisuais de 87 participantes foi formatado em 150 coleções com 35 DVDs e compartilhado entre os participantes, museus, universidades e instituições culturais públicas do Brasil e algumas do exterior.  (https://newtongoto.wordpress.com/circuitos-compartilhados)

 

Rotação de culturas (2014)

Intercâmbio cultural entre artistas visuais e pesquisadores de arte da Região Norte e Sul do Brasil a partir da realização de dois encontros, em Belém e em Curitiba, agregando um artista/pesquisador de cada um dos 10 estados integrantes dessas regiões. Inspirada no projeto Circuitos compartilhados, a iniciativa foi financiada pelo Edital Rede Nacional Funarte Artes Visuais 10ª Edição / 2013. Cada artista/pesquisador elaborou um texto e uma curadoria de vídeo sobre o circuito de artes visuais de seu estado, com ênfase nos circuitos autônomos. O acervo com 66 títulos audiovisuais de 49 participantes foi formatado em 200 coleções com 6 DVDs e compartilhado entre os participantes, museus, universidades e instituições culturais públicas do Brasil.   (https://rotacaodeculturas.wordpress.com)

 

Livre-Troca (2016-2017)

Intercâmbio cultural entre artistas visuais e pesquisadores de arte da Região Centro-Oeste e Nordeste do Brasil a partir da realização um encontro Maceió. Inspirada no projeto Circuitos compartilhados e no Rotação de culturas, a iniciativa foi financiada pelo Edital Rede Nacional Funarte Artes Visuais 12ª Edição / 2015. Cada artista/pesquisador elaborou um texto e uma curadoria de vídeo sobre o circuito de artes visuais de seu estado/territorialidade, com ênfase nos circuitos autônomos. O acervo com 87 títulos audiovisuais de 71 participantes foi formatado em 120 coleções com 8 DVDs e compartilhado entre os participantes, museus, universidades e instituições culturais públicas do Brasil.

(http://livretroca.redelivre.org.br/apresentacao)

 

Os programas e entrevistados do CCTV são:

PROG 1: EPA! Expansão Pública do Artista. Entrevistado: Goto (PR).

PROG 2: Bruscky flux. Entrevistado: Paulo Bruscky (PE).

PROG 3: Cildo Meireles / Inserções em circuitos ideológicos. Entrevistado: Cildo Meireles (RJ).

PROG 4: NBP + EuVocê. Entrevistado: Ricardo Basbaum (RJ).

PROG 5: Corpos Informáticos. Entrevistada: Bia Medeiros (DF/RJ).

PROG 6: Torreão: intervenções. Entrevistado: Jailton Moreira (RS).

PROG 7: Dias e Riedweg. Mera vista point / Janela do tempo. Entrevistados: Maurício Dias e Walter Riedweg (Brasil/Suíça).

PROG 8: Dias e Riedweg. Throw. Entrevistados: Maurício Dias e Walter Riedweg (Brasil/Suíça).

PROG 9: Territórios indígenas: Entrevistada: Naine Terena (MT).

PROG 10: Zumbi somos nós. Entrevistada: Dona Mauri (SP) (in memorian).

PROG 11: Curitiba anos 70. Entrevistado: Sergio Moura (PR).

PROG 12: Nervo Óptico. Entrevistados: Ana Albani de Carvalho, Clóvis Dariano, Telmo Lanes e Vera Chaves Barcellos (RS).

PROG 13: Paranã-puca: Recife experimental. Entrevistados: Joana D'arc e Jura Capela (PE).

PROG 14: Nordeste. Entrevistado: Dyógenes Chaves (PB).

PROG 15: Maranhão 669. Entrevistado: Ramusyo Brasil (MA).

PROG 16: Amazônia. Entrevistado: Arthur Leandro (PA) (in memorian).

PROG 17: Letícia Parente e André Parente. Entrevistado: André Parente (RJ).

PROG 18: Cartografias e mídias táticas. Entrevistados: Julia Risler e Pablo Ares/Iconoclasistas (Argentina).

PROG 19: Arte comunitária. Entrevistado: Ricardo Moreno (Colômbia).

PROG 20: NYC: comunidade, ativismo e a cena downtown. Entrevistada: Cristiane Bouger (Brasil/EUA).

PROG 21: Thislandyourland. Entrevistadas: Ines Linke e Louise Ganz (MG/BA).

PROG 22: Perdidos no espaço. Entrevistada: Maria Ivone dos Santos (RS).

PROG 23: Coletivo Madeirista. Entrevistado: Joéser Alvarez (RO).

PROG 24: Centro-Oeste. Entrevistada: Marithê Azevedo (MT).

PROG 25: Grupo EmpreZa. Entrevistados: Babidu Barboza, Helô Sanvoy, Paulo Veiga Jordão e Thiago Lemos (GO/RJ).

PROG 26: Daniel Lima. Entrevistado: Daniel Lima (SP).

PROG 27: Arte feminista. Entrevistada: Alice Porto (RS).

PROG 28: LGBT: Entrevistada: Leonarda Glück (PR).

PROG 29: Lugar. Entrevistado: Rodrigo Araújo/Bijari (SP).

PROG 30: EAT - Espaço Aberto ao Tempo. Entrevistado: Lula Wanderley (RJ).

PROG 31: Atrocidades Maravilhosas. Entrevistado: Alexandre Vogler (RJ).

PROG 32: Política do Impossível. Entrevistados: Daniel Lima e Luciana Costa (SP).

PROG 33: Ações performativas 1. Entrevistado: Maikon K (PR).

PROG 34: Ações performativas 2: Fernando Ribeiro e Tissa Valverde (PR).

PROG 35: Arte e jardinagem. Entrevistadas: Faetusa Tezelli e Gabriela Leirias (PR/SP).

PROG 36: Hortas urbanas. Entrevistados: Claudio Oliver, Guilherme Scharf, Paulo Roberto Oliveira, Ricardo Leining (PR).

PROG 37: Arte socioambiental: Entrevistado: Rogerio Newton (PI).

PROG 38: Cicloativismo: Entrevistados: Fernando Rosenbaum e Goura (PR).

PROG 39: Tecnologias livres. Entrevistado: Guilherme Soares (PR/BA).

PROG 40: Desligare. Entrevistado: Goto (PR).

 

 

 

 

Mapa dos participantes do CCTV

 

Links de referência:

Circuitos compartilhados: https://newtongoto.wordpress.com/circuitos-compartilhados/

CCTV Circuitos compartilhados TV: https://newtongoto.wordpress.com/circuitos-compartilhados-tv/

Rotação de culturas: https://rotacaodeculturas.wordpress.com/

Livre-troca: http://livretroca.redelivre.org.br/apresentacao/

Newton Goto: https://newtongoto.wordpress.com

CCTV no Facebook: https://www.facebook.com/circuitoscompartilhados

 

 

Fonte: Divulgação CCTV/Release: Goto

 

Serviço:

Programa Circuitos Compartilhados TV (CCTV)

Programação: de 07 de agosto a 20 de dezembro, terças e quintas, 21h.

Canal: UFPRTV (Canal 15 na NET)

 

Informação para a imprensa

CCTV/Divulgação

Marianna Camargo

41 9 9956 2684

marianna.camargo@gmail.com

 

Informação para replicação de programação em TVs universitárias públicas

RP UFPRTV

Angélica Dal'Negro

41 3313 2001

rptv@ufpr.br

Ficha técnica do CCTV UFPR TV

Direção Geral: Carlos Rocha Direção de Programação: Carlos Debiasi Relações Públicas: Angélica Dal'Negro Gravação de vídeo: Marcos Marques Operação de switcher: João Matias Medeiros CCTV Projeto Circuitos compartilhados Idealização, cenário, coordenação, pesquisa e entrevista: Newton Goto Assistente de produção: Faetusa Tezelli Arte gráfica: Newton Goto e Simone Bittencourt Animação digital de vinheta de apresentação e da logo CCTV: Vanessa Santos Edição de Vídeo: Eduardo Rohn e Tiago Lipka Assessoria de imprensa: Marianna Camargo