• Jornalista coloca em texto contos orais de Efigênia Rolim

    Adélia Maria Lopes, veterana profissional no jornalismo cultural de Curitiba, lança o livro Contos de fada Efigênia, em que reúne as histórias da artesã e poeta Efigênia Ramos Rolim, conhecida como Rainha do Papel de Bala. O lançamento será neste sábado, 5 de outubro, das 10 às 12h30, na Biblioteca Pública do Paraná.

    A jornalista lembra que, aos 88 anos, Efigênia Rolim, que já recebeu a medalha do mérito cultural do Ministério da Cultura pelo conjunto de sua obra em papel de bala e sucata, também pode ser considerada uma autêntica representante dos guardiões da tradição oral. Por ser uma artista naif autêntica e original, e por considerar que suas histórias para crianças podem vir a se perder com o passar do tempo, apresentou projeto de editorial para Fundação Cultural de Curitiba, obtendo apoio da Caixa Econômica Federal para a edição.

    As histórias falam de assuntos de hoje - pobreza, velhice, morte, amor, amizade e proteção da naturezaO lançamento, com presença da artista mineira radicada em Curitiba desde 1971 e que há um ano foi morar em Itapoá-SC, contará com exposição também de suas obras recentes, feitas agora em seu ateliê catarinense, e com as encantadoras ilustrações bidimensionais criadas pela artista Kátia Horn para o livro.

    São esperadas as presenças dos artistas performáticos Hélio Leites, Aldemir Plá e Carlos Daitschman. À mesa, jujubas para os leitores.

    Efigênia Rolim conta suas histórias em salas de aula, feiras, festivais e nos mais diversos encontros culturais pelo país, desde 1993. Neste livro, estão 21 historietas, nascidas da sua imaginação, misturadas com poesia, música, lendas e relatos baseados em fatos reais.

    De dezenas de histórias, muitas que iam sendo criadas em seus sonhos e contadas no outro dia, Adélia selecionou 21, que ganharam criativas ilustrações da artista Katia Horn e caprichado projeto gráfico de Adriana Alegria. O livro conta também com uma foto clássica de Efigênia, feita em estúdio por Vilma Slomp.

    “Kátia teve a genialidade de utilizar papéis de bala, galhos, jornais velhos, enfim, o universo da artesã. E Adriana foi exigente na fidelidade gráfica. Há ainda um encarte precioso. Elas fizeram de Contos de fada Efigênia um livro de arte que Efigênia só foi ver pronto em 21 de setembro, quando fez aniversário”, observa a jornalista. 

     O encarte dá o caráter mais lúdico ao livro: são nove postais, que convidam as crianças a recortar, desenhar e deixar a imaginação à solta, além do livrinho de poesia Pássaros se beijando, todos da contadora de história.

    A jornalista lembra que a fada Efigênia estava com 85 anos, quando deu início às gravações de suas histórias. Mas, com sérios problemas pulmonares, debilitada, houve necessidade de recorrer aos rascunhos registrados em cadernos.

    O artista plástico Hélio Leites, que deu mais asas para Efigênia voar, ao conhecê-la com seus bonequinhos de papel de bala pelas ruas da cidade, no início dos anos 1990, fará a contrapartida do projeto, realizando oficinas com alunos das escolas municipais. As crianças já estão “brincando” com o livro na rede de bibliotecas da Fundação Cultural de Curitiba. E exemplares também estão à disposição dos leitores na Seção Infantil, da BPP. Ao fazer a entrega de exemplares para o acervo infantil, Adélia Lopes solicitou à Ilana Lerner Hoffmann, diretora da BPP, a possibilidade de transcrição em braille de alguns contos.

    Para Adélia Lopes, “Efigênia Rolim personifica dois brasis: a vocação de Minas Gerais pelas lendas e histórias, música e artesanato e, ao mesmo tempo, a aptidão curitibana pela sustentabilidade e poesia”.

  • Tadeu e Antonieta fala sobre tolerância

    Quem não se lembra do clássico Romeu e Julieta? A obra de Shakespeare foi inspiração para o novo livro de Ana Rapha Nunes. Tadeu e Antonieta apresenta uma amizade entre crianças iniciada na sala de aula e que acaba sendo proibida pelos pais. Mas por que proibir um sentimento tão bonito e verdadeiro?

    A autora nos leva a pensar sobre os conflitos em nossa sociedade, observando como a tolerância e a empatia são fundamentais para o bom convívio entre as pessoas.

    As ilustrações ficaram por conta da artista Rosângela Grafetti, que trouxe imagens que dialogam com a história e permitem a imaginação do leitor.

    Lançamento:

    Data: 05/09, das 17h30 às 20h30

    Local: Café Liquori (R. Comendador Araújo, 534)

  • Livro infantil “Tem alguém indo viajar” apresenta curiosidades do mundo às crianças

                 A autora Danielle Sommer - eu : ) - e a ilustradora Daphne Lambros lançam o terceiro livro infantil juntas: “Tem alguém indo viajar”, pela Editora InVerso. Dessa vez, os pais dão uma “volta ao mundo” mas, detalhe, sem os filhos. A tarde de autógrafos será no sábado, dia 17 de agosto, das 14h às 17h, na sede da InVerso (R. Doutor Goulin, 1523 – Alto da Glória). O evento contará com a apresentação musical do Grupo de Câmara da Orquestra Gato na Tuba. 

                “Por meio das rimas, apresentamos algumas curiosidades de países como Japão, China, Estados Unidos, Argentina, Israel e África do Sul, entre outros! Desde pontos turísticos, gastronomia típica, vestuário, idioma até os souvenires, afinal, quem não gosta de ganhar presente depois de uma viagem?”, conta a autora Danielle Sommer.

                “A inspiração dos desenhos veio do próprio texto, já que cada país apresentado é muito rico em detalhes. Já o uso das cores é baseado no arco-íris, demonstrando que viajar é uma experiência alegre e colorida, que nos leva a lugares que nem imaginávamos”, comenta a ilustradora Daphne Lambros. O livro, com 20 páginas, custa R$ 30,00. A edição conta com o patrocínio da Elyontur Viagens e Turismo e da NC Turismo.

                O lançamento faz parte da Série Meu Mundinho, que também conta com os livros “Tem alguém na barriga da mamãe” e “Tem alguém indo trabalhar”. O primeiro, é para explicar ao filho mais velho que ele ganhará um irmãozinho. Já o segundo explica que os pais precisam se ausentar para trabalhar e apresenta algumas profissões.

     Serviço:

    “Tem alguém indo viajar”

    Gênero: Infantil

    www.editorainverso.com.br

    www.facebook.com/livrosmeumundinho

    www.instagram.com/temalguemnabarrigadamamae

  • Bate-papo com Ana Maria Machado na BPP

    A Biblioteca Pública do Paraná preparou uma programação cultural para os públicos de todas as faixas etárias no mês de agosto. As atividades incluem oficinas, contação de histórias, lançamentos de livros e novas edições dos projetos Um Escritor na Biblioteca, Música na BPP, Aventuras Literárias e Cine Pipoca. Todos os eventos são gratuitos.

    Autora de alguns dos maiores clássicos infantojuvenis nacionais, Ana Maria Machado é a convidada de mais uma edição do projeto Um Escritor na Biblioteca. O evento acontece no dia 13, às 19h, com mediação do jornalista José Carlos Fernandes.

    Para crianças

    Além das edições diárias da Hora do Conto, sempre seguidas de oficinas de trabalhos manuais, a Seção Infantil da Biblioteca programou novos eventos das séries Sábado Lúdico, Aventuras Literárias, Piquenique Literário e Cine Pipoca.

    No dia 3, a partir das 10h, acontece mais uma edição do Sábado Lúdico — encontro de RPG, card games e jogos de tabuleiro. O projeto Aventuras Literárias retorna com dois escritores convidados: Josiane Orvatich (dia 6, às 10h) e Denis Winston Brum (dia 13, às 14h30).

    No dia 8, às 10h, a equipe da BPP volta à Praça 29 de Maio para mais um Piquenique Literário — com contação de histórias, brincadeiras e troca de livros. E o Cine Pipoca exibe a animação pré-indicada ao Oscar Tito e os Pássaros (nos dias 14 e 28, sempre às 14h30).

    PROGRAMAÇÃO CULTURAL DE AGOSTO

    Hora do conto

    De segunda a sexta, às 11h e 15h (aos sábados, somente às 11h)

    Dias 1º a 6 — Ana Está Furiosa, de Christine Nöstlinger

    Dias 7 a 13 — A Viagem, de Francesca Sanna

    Dias 14 a 20 — Aqueles Pobres Fantasmas, de Gianni Rodari

    Dias 21 a 27 — O Pintinho Ruivo de Raiva, de Anderson Novello

    Dias 27 a 3 de setembro — A Bolsa Amarela, de Lygia Bojunga

    Oficinas de trabalhos manuais

    De segunda a sexta, às 11h15 e 15h15 (aos sábados, somente às 11h15)

    Dias 1º a 6 — Tambor de materiais recicláveis

    Dias 7 a 13 —  Diário de viagem

    Dias 14 a 20 — Dedoche de fantasma

    Dias 21 a 27 — Bibelô de pintinho

    Dias 27 a 3 de setembro — Jogo da memória

    Sábado Lúdico (encontro de RPG, card games e jogos de tabuleiro)

    Dia 3, das 10h às 12h, na Seção Infantil

    Aventuras Literárias

    Aventuras Passarinhas, com Josiane Orvatich

    Dia 6, às 10h, na Seção Infantil

    As Férias das Fadas, com Denis Winston Brum

    Dia 13, às 14h30, na Seção Infantil

    Piquenique Literário

    Dia 8, das 10h às 11h30, na Praça 29 de Março

    Um Escritor na Biblioteca

    Ana Maria Machado

    Dia 13, às 19h, no auditório

    Oficina de Conto, com Estevão Azevedo

    Dias 21, 22 e 23, das 14h às 17h, no segundo andar da BPP

    Cine Pipoca

    Tito e os Pássaros

    Dias 14 e 28, sempre às 14h30, no auditório

    Clube de Leitura — Ler e Sentir

    Dia 24, das 10h às 12h, na Seção Infantil

    Contação de Histórias

    Lendas Brasileiras, com Catrina Produções

    Dias 14 e 28, sempre às 11h e às 15h, na Seção Infantil

     

  • Campanha de financiamento para “Passarinho às Oito e Pouco”

    Jaqueline Conte acaba de lançar a campanha de financiamento coletivo no Catarse para seu mais novo projeto em literatura infantil: o livro "Passarinho às Oito e Pouco". É um conto (com poesia), ilustrado por Adilson Farias, que será impresso, terá versão em inglês e conteúdo extra na internet. Há recompensas a partir de R$ 38,00 e é possível participar até o dia 10 de agosto, pelo link: https://www.catarse.me/passarinho8.

    Passarinho às Oito e Pouco é um conto infantil que vai virar um livro, com versão em inglês e muito conteúdo extra na internet, para ampliar a experiência de leitura de uma forma muito especial. A história nasceu sob inspiração de uma situação real: um passarinho que todas as manhãs batia no vidro do apartamento de Jaqueline e a deixava muito intrigada. Tão intrigada que ela o trouxe para a ficção e escreveu essa história sobre inspiração e cumplicidade.

    As recompensas da campanha, além do livro, foram desenvolvidas a partir de ilustrações da própria obra. Também é possível presentear alunos de uma escola ou instituição, que terão a oportunidade de receber os livros e a visita da autora para uma conversa sobre literatura e poesia.

    Jaqueline também é autora do livro de poemas “Na casa amarela do vovô, Joaninja come jujubas” (Curitiba: MercadoLivros, 2016)

  • “Cadê o Marciano” e “O Craque Felipe”: livros escritos por crianças, para crianças

    Neste domingo, dia 30 de junho, a dica é a tarde de autógrafos com os pequenos autores Leonardo e Felipe Zugman Knopfholz. A partir das 16h, na Livraria da Vila do Pátio Batel. Os dois irmãos transformaram a paixão por futebol e pelo espaço em divertidas histórias.

    Felipe, de 6 anos, faz sua estreia no campo do mundo literário. Dando asas à imaginação, ele tornou-se um jogador profissional e chegou até a Copa do Mundo. Qual será o final desse jogo? Só lendo “O Craque Felipe” para saber o placar.

    “Cadê o Marciano” é o segundo livro de Leonardo, de 7 anos, que já escreveu “Cadê a Lua?”. Depois de ter se aventurado no espaço, o astronauta Orlando recebe seu amigo Luciano, um marciano, para brincar na Terra, em uma festa do pijama.

    As ilustrações de ambos os livros são de Mariana e Otávio (Montanha-Russa). Cada exemplar custa R$ 36,00 e também podem ser encomendados pelo Instagram @criancacriando. O lucro das vendas será destinado para doação.

     

  • Três contos em Aventuras Passarinhas

    Aventuras Passarinhas

    A Editora MercadoLivros lançará, no próximo domingo, dia 16, das 15h às 19h, na Livraria da Vila, no Shopping Pátio Batel, o livro de literatura infantojuvenil “Aventuras Passarinhas” (44p, R$ 35,00), da autora Josiane Orvatich, com ilustrações de Birgitte Tümmler, e cuidados editorias de Yvette Pais. A Editora conta com seis títulos de literatura infantil em seu catalógo, sendo este o primeiro infantojuvenil. Também é a estreia das autoras.

    O livro é composto por três contos, em que três personagens diferentes encontram-se com um pássaro que se torna decisivo e especial no desdobramento de suas trajetórias. São histórias sobre infância, medo, amizade, solidão e amor.

    Como comenta o escritor Cezar Tridapalli, na contracapa do livro, “aqui você vai encontrar uma barata e duas meninas. As três são sonhadoras e testam de que jeito enfrentar o medo pode torná-las mais livres. E se um chinelo me esmagar? E se eu virar uma poça d’água? E se eu ficar invisível? Daí aparecem três pássaros costureiros que voam alto e pintam e bordam as três histórias que você lerá”. No lançamento, haverá exposição de originais das ilustrações e acompanhamento musical com Carlos Simas.

  • Que tal passear por Curitiba?

    Que tal passear por Curitiba?

    No mês do aniversário da capital paranaense, temos mais uma sugestão de livro infantil sobre a cidade: Passeando por Curitiba, de Ana Rapha Nunes, com ilustrações de Verônica Fukuda, pela editora Franco. 

    As férias chegaram. Alice vai receber seus primos Leo e Bruna. Juntos, eles irão vivenciar descobertas, desvendando os encantamentos e as histórias da cidade do pinhão. Nas páginas, muito passeio, pão com vina, capivara e outras descobertas.  Haverá um lançamento neste sábado, dia 30 de março, das 9h às 12h, na nova loja da Leitura Genial: Av. Paraná, 1758 – Bacacheri. Preço de capa: R$ 42,00.

  • Curitiba de A a Z

    Curitiba de A a Z

    Como parte das comemorações do aniversário dos 326 anos de Curitiba, a cidade ganha um presente com o lançamento do livro “Curitiba de A a Z”, escrito por Alexandre Barros Neves e ilustrado por Ingrid Osternack. Publicado pela Editora Insight e direcionado ao público infanto-juvenil, a obra vem despertar nos “curitibinhas” o amor e o respeito pela cidade. O livro apresenta, em verso, a cidade de Curitiba, seus pontos turísticos, sua cultura e sua história de modo leve e divertido.

    O livro foi realizado por meio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, da Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba. O lançamento será neste sábado (23), na Biblioteca Pública do Paraná, das 10 às 12 horas com atividades gratuitas, lúdicas e interativa para as crianças. Das 10h às 10h30 tem oficina de ilustração com a ilustradora do livro Ingrid Osternack e, das 10h30 às 11h, contação de história com a Companhia Girolê. Preço do livro: R$31,50 (valor promocional no dia do lançamento).

  • Almofadas educativas ajudam nos bons sonhos

    Almofadas educativas ajudam nos bons sonhos

    Mariliz Zanetti Ordine é psicóloga e especialista em Educação Infantil. Para colaborar com as famílias que encontram dificuldades em organizar o sono das crianças, ela desenvolveu almofadas educativas. São dois personagens: uma fada (Almo Fada) e um superamigo (Nhoco) que serão os novos companheiros das crianças durante a noite, ocupando o imaginário infantil e trazendo conforto e segurança para dormir no seu quarto e sua cama.

    As almofadas educativas são confeccionadas artesanalmente com técnica de patchwork, em tecido 100% algodão e medindo 50 cm. Seu tamanho foi pensado para proporcionar maior conforto, como se estivessem no colo da mãe. Vêm com livro de histórias em que os personagens apresentam seus poderes mágicos para as crianças, que são: trazer o sono e bons sonhos.

    Vêm acompanhadas também por um encarte de orientações aos pais em como colocar este projeto em prática e ajudar os pequenos nesta importante conquista.

    Estão à venda por R$ 150,00 pela página: https://facebook.com/encantoseretalhosalmofadaseducativas

     

  • Safira o unicórnio azul é o novo livro de Miriam Leonila de Oliveira

    Safira o unicórnio azul é o novo livro de Miriam Leonila de Oliveira
    (Foto: InVerso)

    No reino encantando de Eugória vive Safira, uma jovem unicórnio que tinha em seu chifre um poder extraordinário e, por isso, vivia sendo perseguida pelo feiticeiro Zórc. Diante de uma grande catástrofe provocada pelo bruxo e ao ver sua mãe em perigo, Safira se vê brigada a tomar uma decisão difícil para salvar a mãe e o reino.

    Essa história cheia de magia na luta do bem contra o mal foi escrita por Miriam Leonila de Oliveira, com ilustrações de Dam d’Souza, e será lançada neste sábado, 23 de fevereiro, durante a Festa Cultural-Literária da Editora InVerso. O evento ocorre das 14h às 17h, no IPHAN: R. José de Alencar, 1808, em Curitiba. As crianças poderão conferir contações de histórias com a Contarte.

    Na ocasião, Delma Maria Lucchin também lançará a segunda edição de Conversas com Enzo.

  • A Horta do Zé Lelé

    Escrito pela nutricionista Maybe Lemos (autora também de Salada de Frutas), o livro A Horta do Zé Lelé foi pensado para incentivar o consumo de hortaliças pelas crianças de até 10 anos através da leitura divertida. O conteúdo é atemporal e sempre atual e o livro vem com várias atividades de colorir, desenhar, caça-palavras, passo a passo para começar uma horta e ainda um jogo da memória.

    Tudo por R$ 25,00 e com frete grátis para todo o Brasil. Para contato com a autora independente: maybenutry@hotmail.com

     

  • Uma história que começa pelo meio

    A Editora Positivo lança, em novembro, "Uma história pelo meio", obra infantil de uma das maiores escritoras contemporâneas brasileiras, Elvira Vigna. Publicado pela primeira vez em 1982, o texto ganha ilustrações de Raquel Matsushita, que usa três técnicas diferentes para diferenciar as narrativas que a história propõe.

    "Uma história pelo meio" já começa pelo meio - afinal, como lembra a autora, ninguém sabe como as coisas começaram. Deixando de lado o começo, ela dá início a uma história que se desdobra em três, interligadas entre si, nas quais os personagens se entrelaçam de maneira livre. Uma história entra na outra e o narrador transita entre as narrativas.

    O livro começa e termina com páginas em branco, que também aparecem no meio da leitura e instigam o leitor a criar sua própria história, dando um novo começo ou até mesmo um novo fim para a narrativa. O texto provocativo transita entre o real e o imaginário e a costura de histórias nos atenta para questões da natureza, como o comércio ilegal de aves e como isso afeta não apenas o meio ambiente, mas toda uma cadeia alimentar, que traz consequências para diversas outras áreas.

    De acordo com a coordenadora editorial da Editora Positivo, Cristiane Matheus, o livro é indicado para ser intermediado por um adulto a crianças em processo de alfabetização, de forma que haja uma interação entre eles, uma troca rica de impressões, de começos e fins para a narrativa. "Da mesma forma, a obra também é indicada para crianças maiores, que podem viajar no enredo criado não só pela autora, mas por si própria, imaginando inúmeros desfechos e relacionando cada narrativa à sua própria realidade", ressalta.

    A ilustração de Raquel Matsushita é uma história à parte. Ela não adota o ponto de vista da protagonista que, aliás, nem aparece em seus desenhos. Para a narrativa principal, foram combinados desenhos de clipart com objetos reais, como madeira, folhas, sementes, lápis, ovo, palha, arame, quadro de bicicleta, etc. "O conceito dessa colagem foi representar o real, com uma certa dose de irreverência, que é uma das características desse texto da Elvira. Por exemplo, para representar uma árvore, escolhi a madeira das caixas de frutas da feira e lápis. Ao utilizar objetos que um dia foram realmente árvore e se transformaram em outra coisa, abordei a noção do tempo (passado e futuro), que se entrelaçam no hoje, que é o presente da leitura", conta Raquel. Os objetos foram montados numa prancha e clicados pelo fotógrafo Daniel Monteiro, com paleta de cor fiel à realidade e cores equilibradas.

    Na segunda narrativa, as imagens foram desenhadas com carimbo, uso de texturas, num estilo que se distancia da realidade, com proporções e traços livres. A paleta de cor é intensa, com cores saturadas em alto contraste. Já na terceira narrativa, as ilustrações são vetoriais, com uma linguagem gráfica, sem texturas, com o uso de cores chapadas. Nesse estilo, a paleta de cor é reduzida e fria. "No decorrer da narrativa, o desenho transita de uma técnica à outra, na mesma página, para acompanhar o entrelaçamento das histórias", ressalta a ilustradora.

    O lançamento da obra acontece no dia 29 de novembro, às 19h30, na A Casa Tombada, em São Paulo. O evento conta com uma conversa aberta com Cristiane Matheus e Raquel Matsushita sobre a construção do livro.

     

  • Alexiev Gandman, conhecido pelo Art Attack, lança livro neste sábado

    Diretamente de Buenos Aires, o autor e ilustrador Alexiev Gandman vem a Curitiba para lançar seu livro “Sonhei...”, pela Mercado Livros (R$ 30,00). Será no sábado, dia 3, às 15h, na Livraria da Vila, no Pátio Batel.

    O livro "Sonhei..." é uma viagem ao mais profundo do inconsciente e nos convida a passear por um mundo sem sentido que percorre aventuras surrealistas e concretas. As crianças vão se identificar com estes mundos que mesmo que pareçam não fazer sentido, pertencem a um imaginário infantil.

    Alexiev Gandman é um artista completo, além de ser autor e ilustrador, conduziu a sessão de Arte Gigante no programa Art Attack da Disney Junior por seis temporadas. Hoje conta com mais de 80 livros publicados.

    O lançamento contará também com a presença do músico Alex Lima. Ainda na programação: contação do livro Sonhei; criação de máscaras do livro Qué Pasa? Los animales de la A a la z - autora convidada Yvette Pais; criação de poemas do livro Na casa amarela do vovô, Joninha come jujubas - autora convidada Jaqueline Conte e Contação de história do O Vaqueiro que nunca mentia, um conto popular brasileiro – convidada Samara Contadora de Histórias.

  • Seu filho gosta de berinjela?

    Para quem ficar em Curitiba no feriadão, no domingo, dia 4 de novembro, tem lançamento do livro infantil “As Aventuras da Dona Berinjela”, das 16h às 18h, na Ragú Rotisseria (Rua Francisco Rocha, 533, em Curitiba – PR) - R$ 35,00.

    É o terceiro livro do médico Tiago Gayer de Alencar, em parceria com a ilustradora Daphne Lambros, envolvendo o tema de alimentação saudável para crianças – os outros são “O Prato de 5 Cores” e “O Menino que não Experimentava”.

    A obra rimada e ilustrada busca uma interação agradável do leitor mirim com o tema, tendo atividades no final e buscando estimular os pequenos leitores a desenvolverem o hábito da leitura e a alimentação saudável. Também traz uma viagem da personagem berinjela pelos pratos de diferentes países, que têm suas bandeiras em atividades interativas no final. Uma boa oportunidade para garantir seu exemplar e autografá-lo com os autores.

    O livro ainda recebe a recomendação da Chef Fernanda Zacarias, da Ragú Rotisseria, finalista do programa The Taste Brazil 2017, que divulga as receitas do livro em seu site www.ragurotisseria.com.br.
     

  • Luto e o brincar são temas dos dois livros lançados pela Insight no Bazar Leite Quente

    Nos dias 20 e 21 de outubro ocorre o Bazar Leite Quente, organizado pela Editora Insight, que tem como proposta valorizar o comércio local expondo trabalhos autorais direto de Curitiba. O evento será das 10h às 18h, na Ébano Pereira, 502 – Centro de Curitiba. No sábado, serão lançados dois livros infantis, com sessão de autógrafos das 11h às 16h. E participação da Fafá Conta às 14h30.  

    Um deles é “Os Jardins da Terra”, da psicóloga Lia Finn, com ilustrações de Rosângela Grafetti. Feito para atender uma necessidade em comunicar e expressar o processo da perda para crianças. O objetivo é trazer o tema da morte e do luto de maneira leve, mostrando a importância do respeito pelos sentimentos que acompanham todos os estados que acompanham o luto. Direcionado para o público infantil, a partir dos seis anos, o livro serve de apoio para trabalhar o tema da morte em sala de aula como tema, bem como indicado para crianças que atravessam o processo de perda. A história apresenta uma condução que ressalta a importância dos vínculos afetivos, numa mensagem permitindo acesso às crianças com qualquer tipo de credo e ou religião.

    Outro lançamento é “Sibila”, o mais novo livro da professora e escritora Marilza Conceição, com ilustração de Ingrid Osternack de Barros Neves. Sibila, é a combinação do faz de conta, do brincar com a leitura. A história é costurada com fios do real e do imaginário, que fazem parte do processo de aprender a ler. Marilza conta que Sibila era uma cobra de pano; dessas feitas para estancar o vento que passa pelo vão das portas. Lembra a autora, que os alunos se envolveram em muitas brincadeiras, criando até amizade verdadeira com o bichinho de pano. As crianças tiveram tanto afeto pelo bichinho, que Marilza resolveu transformar essa experiência de sala de aula em um livro.

     

  • Museu Nacional, gaivota vegetariana e o corpo humano são temas de livros infantis que serão lançados pela InVerso

    Neste sábado, 20 de outubro, das 14h às 17h, no Solar do Rosário (Rua Duque de Caxias, 4 – Largo da Ordem), a Editora InVerso lança alguns livros infantis. A festa contará com a presença da Fafá Conta, às 16h.

    Entre os lançamentos, “Segredos de uma vida no museu”, o novo livro de Ana Rapha Nunes, com ilustrações de Logan Portela. A obra conta para as crianças um evento recente em nossa história: o incêndio que destruiu o Museu Nacional. A partir do olhar de um dos objetos que morava no local, Ana Rapha desenvolve uma narrativa, repleta de poesia e reflexões. Com delicadeza e um jogo de cores nas ilustrações, o leitor pode ir acompanhando a história do Museu e de tudo o que ele significa para a nossa cultura.

    Em “Catarina – A gaivota vegetariana”, a autora Silviane Scliar Sasson, com ilustrações de Aline Stochi, conta a história de Catarina em português e também francês: uma gaivota que se sente muito diferente das outras gaivotas de seu bando simplesmente por não gostar de comer peixes. Com ilustrações em aquarelas que retratam lindamente os passeios a ilhas distantes, as festas animadas na praia com pelicanos e flamingos que se misturam às gaivotas que dançam e que provam novas receitas, esta história trata com leveza e de modo singelo da beleza que há em sermos todos diferentes e da importância das amizades verdadeiras.

    Outro livro voltado para os pequenos é "O Mundo de Dentro", escrito por Roberta Slaviero Seabra e com ilustrações de Daphne Lambros. O livro é bilíngue português-inglês e fala sobre o nosso mundo interior, o corpo humano, e como devemos cuidar dele para nos sentirmos sempre bem e felizes.

     

  • Um livro pra gente morar será lançado neste sábado

    A livraria Cultura, em Curitiba, é palco do lançamento nacional da obra “Um livro pra gente morar”, da Editora Positivo. A antologia de poemas organizada por Silvia Oberg e ilustrada por Daniel Cabral já nasce premiada: o livro foi selecionado como finalista do prêmio Nami Concours, concurso internacional que destaca os maiores representantes de livros infantis do mundo. O lançamento acontece no dia 20 de outubro, a partir das 15h, com a presença dos autores.

    Silvia Oberg reúne catorze poemas de escritores consagrados brasileiros: Alexandre Azevedo, Elias José, Eloí Elisabet Bocheco, Fernando Paixão, Ferreira Gullar, Henriqueta Lisboa, José Paulo Paes, Paulo Leminski, Ricardo Azevedo, Roseana Murray, Sérgio Capparelli e Sylvia Orthof. A organizadora reuniu textos que trazem bons sentimentos - como os de uma casa - para as crianças. “A antologia foi pensada como uma forma de compartilhar poemas que pudessem fazer o leitor imaginar, pensar, se espantar, rir e se encantar com as palavras. Sim, porque coisas incríveis podem acontecer quando lemos um poema. Passeios por lugares desconhecidos, surpresas, desafios, descobertas”, escreveu Silvia Oberg, no prefácio da obra.

    Em meio aos poemas, as ilustrações coloridas de Cabral remetem à vida em uma pequena casa de chão. Com muitas cores e detalhes conhecidos na infância de muitos, os desenhos mostram partes de casa, animais de estimação, flores de quintal e brinquedos, sempre incentivando a imaginação. O ilustrador conta que o processo de criação foi bem demorado, mas valeu a pena. “Foi um processo que demandou um entendimento dos poemas. Cada poema fala de um aspecto diferente, alguns são mais engraçados, outros mais afetivos. São muitos temas e linguagens diferentes, então busquei uma linguagem visual que conversasse bem com todos”, explica Cabral. Sobre o prêmio, o ilustrador relata que não se inscrevia para algum concurso assim há bastante tempo e foi incentivado pela esposa, também ilustradora, a concorrer no Nami Concours. “Eu não tinha muita expectativa porque foram muitos os inscritos, mas só de estar entre os finalistas, ao lado de profissionais que admiro e que me inspiram, já me sinto muito honrado”, diz.

    “Um livro pra gente morar” concorreu com outros 1.844 títulos, de 98 países e agora disputa entre os 106 finalistas de 42 nações. A próxima etapa do concurso requer o envio das ilustrações em formatos específicos e os vencedores serão anunciados em janeiro de 2019. O Nami Concours tem o objetivo de encorajar a criatividade artística e contribuir com o avanço da qualidade de livros ilustrados, e é organizado a cada dois anos pela Ilha de Nami, localizada ao norte da Coréia do Sul, desde 2013. As obras finalistas estarão lado a lado na exposição bienal que integra o concurso, o Festival Nami Island International Children’s Book, que tem como foco livros ilustrados infantis de todo o mundo.

    Indicado para crianças de 6 a 8 anos, a obra “Um livro pra gente morar” (48 páginas, R$ 43,90) pode ser encontrada a partir do dia 20 de outubro em livrarias de todo o Brasil ou no site www.editorapositivo.com.br.

  • Contato com o espanhol por meio dos animais apresentados de A a Z é a proposta da autora mexicana Yvette Pais

    Em Londrina, com oficina de máscaras e contação de histórias, a loja Ciranda realiza o lançamento do livro “Qué pasa? – Los animales de la A a la Z”, da autora mexicana Yvette Pais, no próximo dia 15 de setembro. O objetivo da obra é proporcionar o contato das crianças com o idioma espanhol, de uma maneira lúdica e criativa. As ilustrações são de Ines Hüni, pela Editora MercadoLivros. Após o lançamento também é possível comprar pelo link:


    https://mercadolivros-editora.lojaintegrada.com.br/que-pasa-los-animales-de-la-a-a-la-z

    Evento de Lançamento do livro “Qué Pasa – Los animales de la A a la Z”, de Yvette Pais

    Sábado, 15 de agosto, a partir das 10h, entrada gratuita

    Rua Pref. Hugo Cabral, 656- Centro, Londrina

    (43) 3325-6981

    Classificação etária: a partir de 3 anos

  • Instituto Pegaí lança O astronauta e a bonequinha na Livraria Leitura Genial

    Dia 25 de agosto, das 10h às 16h, a Livraria Leitura Genial, no Shopping Via Colleghi, terá um sábado voltado ao Instituto Pegaí. Os clientes que levarem um livro “usado” poderão trocar pelo livreto infantil recém-lançado “O astronauta e a bonequinha” e ainda ganhar um autógrafo da autora Ale Dossena e da ilustradora Stella Rocker.

    Às 14h, haverá um bate-papo sobre como é feita a produção de um livreto com o presidente do Instituto Pegaí, Idomar Cerutti, inclusive com exibição de um vídeo do processo de confecção. A produção do livreto vem de um trabalho totalmente artesanal, feito pelos restauradores do Hospital de Livros do Instituto Pegaí, na Penitenciária Estadual de Ponta Grossa. Exceto o texto, ilustrações e os clichês, que são placas gravadas fotomecanicamente em relevo, destinada à impressão das imagens e textos em prensa tipográfica, todo o processo de impressão e encadernação foi produzido no Hospital de Livros. O livreto não é comercializado e futuramente estará disponível nas estantes do Pegaí Leitura Grátis, além do lançamento da Leitura Genial, para arrecadação de outros livros para o projeto.

    Serviço:

    Livraria Leitura Genial (lojas 7 e 8)

    Endereço: Shopping Via Colleghi – Rua Prefeito Erasto Gaertner, 113 – Bacacheri / Curitiba-PR

    Mais informações e reservas: (41) 9 9578-6020

    Facebook: facebook.com/leituragenial / Instagram: @leituragenial

     

Quem faz o blog

DESTAQUES DOS EDITORES