Ator de ‘Sociedade dos Poetas Mortos’, Norman Lloyd morre aos 106 anos

Nolan (Norman Lloyd) e Keating (Robin Williams) em 'Sociedade dos Poetas Mortos'
Nolan (Norman Lloyd) e Keating (Robin Williams) em 'Sociedade dos Poetas Mortos' (Foto: Divulgação)

O ator norte-americano Norman Lloyd morreu aos 106 anos na terça-feira (11) em casa, em Los Angeles (Estados Unidos). Ele trabalhou com nomes como Charles Chaplin e Orson Welles. Um de seus papéis mais conhecidos é o do professor Nolan, diretor do colégio conservador do filme ‘Sociedade dos Poetas Mortos’, de 1989.

Outros filmes da carreira de Lloyd são ‘Spellbound: Quando Fala o Coração’ (1945), de Alfred Hitchock,  ‘Luzes da Ribalta’ (1952), em que contracenou com Chaplin, e a série ‘St. Elsewhere’ (1982), na qual atuou por seis temporadas. Também esteve em ‘Star Trek: The Next Generation’ (1987) e na série ‘Modern Family’ (2009).

Como diretor, ele se destacou por ‘A Word to the Wives’ (1955) e ‘Alfred Hitchcock Presents’ (1955).

Norman Perlmutter nasceu em 8 de novembro de 1914. Ele cantava e dançava desde os 9 anos de idade e estreou em atividades teatrais na Broadway, em Nova York, aos 20 anos. Ele assumiu o nome de Norman Lloyd e era considerado o ator com carreira mais longeva em Hollywood. Seu último filme foi ‘Descompensada’ (2015), com Amy Schumer.