Opinião e análise do futebol paranaense

Boxe e futebol

As quatro façanhas do eterno campeão

Macaris: 60 anos de conquistas
Macaris: 60 anos de conquistas (Foto: Reprodução/Facebook/MacarisdoLivramento)

Macaris do Livramento completa hoje 60 anos de vida. Nasceu em Lauro Muller (SC), em 1960, mas, para a sorte do esporte paranaense, mora em Curitiba desde 1970.

Nesses 50 anos em nosso território, Macaris mudou a história do boxe e do futebol.

Como repórter do Jornal do Estado/Bem Paraná, comecei a acompanhar a trajetória do boxeador em 1996. E posso garantir que o aniversariante realizou quatro grandes façanhas ao longo da vida.

CAMPEÃO NO BOXE
A primeira façanha é ter sido campeão no boxe. Não foi fácil. Macaris passou a maior parte da carreira sendo mal gerenciado, sem orientação. Teve que descobrir sozinho como conquistar espaço nesse ardiloso esporte. E conseguiu. Teve que apanhar muito dentro e fora dos ringues para chegar lá. Em 1996, conquistou o Título das Américas e, em 1997, virou Campeão Mundial pela WPC, uma pequena entidade do boxe. Por menor que seja a entidade, o cinturão mostrou que Macaris sempre soube lutar. Soube perder. Soube não desistir. E soube esperar sua hora de vencer. Pendurou as luvas em 2006, com pouco dinheiro na conta e muita história para contar.

O REVELADOR DE TALENTOS
A segunda façanha de Macaris foi se tornar o maior revelador de talentos do boxe paranaense. Sua obra-prima é Rosilete dos Santos, esposa do boxeador, que virou campeã mundial emérita pela Wiba, uma das maiores entidades do esporte mundial. A sincronia do casal, dentro e fora do ringue, foi tão perfeita que virou literatura. Em 2013, o jornalista paranaense Osny Tavares lançou o livro ‘A Quatro Punhos’, que conta a história espetacular de Macaris e Rosilete.

Macaris também promoveu outros bons lutadores no Paraná e vem preparando mais uma joia. A filha do casal, Nicoly, de 13 anos, já deu os primeiros passos no atletismo e vem mostrando que é um fenômeno (venceu 15 das 16 primeiras provas).

O SOLIDÁRIO
Macaris poderia pegar suas conquistas e seu prestígio para buscar dinheiro. No entanto, ele preferiu outro caminho. Em 2015, conseguiu lançar em São José dos Pinhais o Centro de Excelência do Boxe, com aprovação do Ministério do Esporte pela Lei de Incentivo do Esporte (algo inédito no Brasil). Com esse projeto, o ex-boxeador ajudou 1.300 crianças e adolescentes.

Além do Centro de Excelência, Macaris nunca para em suas ações sociais. Em abril e maio, ele arrecadou cestas básicas e entregou para os mais necessitados.

O DIRIGENTE DE FUTEBOL
Macaris também se tornou importante no futebol. Acabou preenchendo uma lacuna do nosso esporte, que sempre fez questão de esquecer os ex-jogadores. Eles estavam por aí, com vontade de jogar uma bola, vestir uma camisa e ajudar o próximo, mas não tinham oportunidades. Athletico, Coritiba e Paraná parecem não perceber a importância de colocar em campo a memória viva do esporte. Mas Macaris percebeu.

Em 2016, o ex-boxeador reuniu ex-jogadores de Athletico, Coritiba, Paraná, Colorado e Pinheiros e começou a agendar jogos de futebol contra outras equipes de veteranos. Normalmente, não há cobrança de ingressos e os produtos arrecadados seguem para doação.

Nesses quatro anos do time Amigos do Macaris FC, o grupo já tem muita história para contar, ajudou muita gente e criou uma fraternidade entre ex-jogadores. Essa é mais uma façanha do notável Macaris do Livramento.

Feliz aniversário, eterno campeão!