Opinião e análise do futebol paranaense

Mercado da bola

Francês revelado pelo Paraná Clube deixa equipe da Escócia

Site do Livingston comunica a rescisão com Aymen Souda
Site do Livingston comunica a rescisão com Aymen Souda (Foto: Reprodução/livingstonfc.co.uk)

O atacante Aymen Souda, 27 anos, rescindiu contrato com o Livingston, 8º colocado da primeira divisão da Escócia. O jogador nascido na França atuou nos juniores do Paraná Clube em 2011. Em 2012, foi promovido ao profissional do clube paranaense.

David Martindale, dirigente do Livingston, comunicou a saída de Souda do clube em 5 de outubro e elogiou o jogador, que vinha atuando como ponta e marcou quatro gols em 27 jogos na Escócia. “Demorou um tempo para ele se adaptar ao futebol escocês e aos nossos métodos no clube, mas ele continuou a trabalhar forte”, destacou Martindale, para o site oficial do clube escocês. “É justo afirmar que Aymen tem saudades de casa e a Covid-19 pesou na maneira como ele vinha se sentindo”, disse, relatando que o jogador pretende volta à França. “Ele não pode voltar para a França enquanto estiver jogando em Livingston devido aos protocolos de quarentena”, explicou. “Depois de uma série de conversas com Aymen ficou claro que a melhor solução para todos era um acordo mútuo para rescisão contratual”.

NO PARANÁ
Aymen Souda, francês com origem tunisiana, surgiu nas categorias de base do Nice, da França. Em 2011, decidiu terminar a formação nos juniores do Paraná Clube. Foi promovido ao profissional em 2012 e disputou apenas quatro jogos naquele ano – nenhum como titular e não fez gols. Em 2013, jogou a segunda divisão do Paranaense pelo Paraná, disputando 12 jogos (quatro como titular) e marcando três gols. Deixou o clube em 2014 e acertou com o Cádiz, da Espanha. Depois rodou por Étoile du Sahel e Kasserine, ambos da Tunísia.

De 2015 a 2018, atuou em clubes pequenos do futebol da Bulgária, com pouco destaque (apenas 22 jogos e 3 gols). No final de 2018, teve passagem apagada pelo DC Karabukspor, da segunda divisão da Turquia. Depois acabou rebaixado para a segunda divisão da Romênia com o FC Dunarea Calarasi. Chegou ao Livingston em 2019. Agora, o jogador está livre no mercado.

Clique aqui para saber mais sobre estrangeiros que atuaram pelo Paraná Clube.