• Rota da Cerveja

    Prefeitura de Pinhais realiza mais uma edição do Gastrobéra no domingo

    (Foto: Divulgação/PMP)

    No próximo domingo, dia 29 de maio, a Prefeitura de Pinhais, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, promove mais uma edição do Gastrobéra, evento que reúne as cervejarias da Rota da Cerveja Artesanal do município, além de praça de alimentação com foodtrucks e música o dia todo, com o DJ Miúdo e bandas Brasil Rock 80 e 7 Velas. A festa começa às 10h na Av. Jacob Macanhan esquina com a Rua Transpalmital, no centro. A partir das 9h, centenas de motociclistas largam pelo 1º Enduro da Cerveja, IV Enduro FIM do Cachorro Louco, II Etapa da Copa TCC de Enduro FIM e III Etapa do Campeonato Paranaense de Enduro FIM.

    Depois do sucesso das edições anteriores, o Gastrobéra volta a agitar o centro de Pinhais, trazendo diversas opções gastronômicas, além das famosas cervejas artesanais produzidas na região. A praça de alimentação abre às 10h e segue durante todo o dia. A música ao vivo fica sob o comando do DJ Miúdo e o rock das bandas Brasil Rock 80 e 7 Velas, que se apresentam após a premiação da prova de motociclismo.

    Enduros

    A Equipe Cachorro Louco de Enduro e o Trail Clube de Curitiba organizam mais uma vez as competições na cidade. A prova deste ano terá aproximadamente 30 km, percorrendo estradas secundárias e trilhas do município. O público poderá acompanhar a largada dos competidores, que acontece a partir das 9h. Passagens especiais do trajeto também poderão ser vistas pelos espectadores. Segundo os organizadores, são esperados cerca de 150 motociclistas. A premiação ocorre às 16 horas, durante o Gastrobéra. As inscrições são feitas pelo site do Trail Clube de Curitiba, filiado à Federação Paranaense de Motociclismo.

    Além das categorias tradicionais das competições de Enduro, estreia em Pinhais a Copa Kids, com crianças e jovens competindo em mini-motos e bicicletas elétricas. O objetivo dos organizadores é levar a cultura do motociclismo para as novas gerações. A prova infantojuvenil está prevista para o período da tarde.

    Serviço

    Gastrobéra + Copa TCC e Enduro FIM - Cachorro Louco

    Domingo, 29 de maio

    Av. Jacob Macanhan esquina com Rua Transpalmital, bairro Pineville, Pinhais/PR

    Largadas a partir das 9h

    Praça de alimentação e música a partir das 10h

    Premiação: 16h.

  • Ferrovia

    Ibama apresenta estudo socio-ambiental da Nova Ferroeste em São José dos Pinhais

    A audiência pública que debate aspectos ambientais e sociais da Nova Ferroeste acontece nesta terça-feira (24) em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. É uma etapa do processo de licenciamento ambiental prévio do projeto. Ela pode ser acompanhada in loco e a distância. 

    As audiências já passaram por Dourados (MS), Cascavel, Guaíra e Paranaguá e nos próximos dias seguem para Guarapuava (26) e Irati (27). Os canais de comunicação criados para os encontros já estão no ar .

    Serviço:

    Data: 24 de maio, terça-feira

    Horário: 19 horas

    Local: Ginásio de Esportes Max Rosenmann - Avenida Rui Barbosa, nº 4.997, Bairro Afonso Pena, São José dos Pinhais

    Transmissão ao vivo pelo site https://www.audienciasnovaferroeste.com.br/

    Municípios da região impactados pelo projeto: Balsa Nova, Contenda, Lapa, Araucária, Mandirituba, São José dos Pinhais e Fazenda Rio Grande.

  • Capacitação

    Aulas dos cursos de Eletricidade Predial e Técnicas de Construção de Alvenaria iniciaram em Pinhais

    (Foto: Roberto Dziura Jr/PMP)

    Começaram na última quarta-feira (18), as aulas dos cursos profissionalizantes de Eletricidade Predial e Técnicas de Construção de Alvenaria ofertados de graça pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Semde).

    Para ofertar as capacitações, foram instaladas estruturas físicas na sede do setor de Tributação do município, com a Unidade e Sala Móveis do Senai para as aulas teóricas e práticas.

    Ao todo foram formadas quatro turmas, duas de cada curso com aulas nos períodos da tarde e noite.

    Na aula inaugural, a prefeita Rosa Maria, acompanhada de diretores da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Senai, deu as boas-vindas aos alunos, incentivando os participantes a aproveitar a oportunidade que visa a inserção no mercado de trabalho.

    “Em Pinhais, queremos contribuir com aquelas pessoas que procuram a capacitação profissional para ter um trabalho ou abrir o seu próprio negócio. Para nós é uma alegria tê-los aqui no curso. Porque investir nas pessoas é investir no desenvolvimento da cidade. A qualificação profissional é uma das prioridades do nosso município há anos, por isso buscamos atender cada vez mais pessoas e ampliar as opções dos cursos. Essas capacitações ofertadas são uma oportunidade que deve ser aproveitada. Aprendam muito porque isso pode ser o divisor de águas na vida de vocês”, frisou a prefeita.

  • Infraestrutura

    Litoral tem audiência pública sobre a Nova Ferroeste nesta segunda

    A audiência pública que debate aspectos ambientais e sociais da Nova Ferroeste chega nesta segunda-feira (23) a Paranaguá, no Litoral. É uma etapa do processo de licenciamento ambiental prévio do projeto. Ela pode ser acompanhada in loco e a distância. Confira os detalhes do projeto AQUI.

    As audiências já passaram por Dourados (MS), Cascavel e Guaíra e nos próximos dias seguem para São José dos Pinhais (24), Guarapuava (26) e Irati (27). Os canais de comunicação criados para os encontros já estão no ar (confira AQUI).

    Serviço:

    Data: 23 de maio, segunda-feira

    Horário: 19 horas

    Local: Complexo Turístico Mega Rocio - Praça Thomas Shehan, s/n, Bairro Rocio - Paranaguá

    Transmissão ao vivo pelo site https://www.audienciasnovaferroeste.com.br/

    Municípios da região impactados pelo projeto: Morretes e Paranaguá.

  • Dois municícpios

    Em dois anos, entidade promete restaurar quase mil 'campos de futebol' de Mata Atlântica no litoral do Paraná

    (Foto: Divulgação/Assessoria de imprensa/SPVS)

    A SPVS (Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental) vai restaurar 886.3 hectares de Mata Atlântica nos municípios paranaenses de Antonina e Guaraqueçaba. O trabalho ocorre do primeiro semestre de 2022 a dezembro de 2023, em áreas do bioma que ainda podem ser enriquecidas em termos de biodiversidade – plantando uma maior diversidade de espécies características de florestas maduras da região. Ele será custeado com apoio financeiro do KfW Entwicklungsbank (Banco Alemão de Desenvolvimento), por intermédio do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO) no âmbito do Projeto Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica.

    Do total, 720,8 hectares de vegetação serão restaurados em áreas de RPPNs (Reservas Particulares do Patrimônio Natural) e 165.5 hectares em regiões do entorno. Além disso, um hectare (ou dez mil metros quadrados) será transformado em agrofloresta – o sistema de produção agrícola, que combina o cultivo de variados alimentos para consumo e comercialização com o plantio de árvores e arbustos de espécies nativas. Serão implantadas duas unidades produtivas agroflorestais, com foco em espécies frutíferas da Mata Atlântica e, para isso, mão de obra local será contratada.

    A proposta do projeto “Mata Atlântica, das encostas às áreas alagadas: restauração ecológica em RPPNs do Mosaico Lagamar” é dar continuidade aos trabalhos de restauração ecológica promovidos pela SPVS nas Reservas Naturais da instituição. As três Reservas (Papagaio-de-cara-roxa, em Guaraqueçaba e Guaricica e Reserva das Águas, em Antonina) foram criadas na década de 1990, a partir da aquisição de 19 mil hectares de áreas, entre pastagens e florestas, degradadas no litoral do Paraná e a partir de um esforço de restauração da vegetação nativa bastante degradada por anos de exploração desenfreada, essas áreas foram consolidadas. As práticas incluíam o plantio e o controle de vegetação exótica, cultivada para alimentar os búfalos. Agora, na nova fase do projeto, a entidade vai trabalhar para plantar 240 mil mudas. Até dezembro de 2023, considerando os esforços da SPVS desde os anos 90, nada menos que 975.735 mil mudas (quase um milhão) de espécies nativas terão sido plantadas em áreas de Antonina e Guaraqueçaba.

    Serão utilizadas três técnicas de restauração ecológica nos trabalhos: enriquecimento em áreas no início do processo de restauração com o plantio de mudas de espécies de florestas maduras, nucleação em áreas tomadas pela espécie exótica rasteira braquiária (Urochloa spp) (formação de ilhas ou núcleos de vegetação com espécies com capacidade ecológica de melhorar significativamente o ambiente, favorecendo a regeneração natural com a vinda de outras espécies) e estaqueamento também para controle da braquiária em áreas alagadas. A espécie exótica rasteira, nativa da África, compete com o desenvolvimento das espécies nativas da Mata Atlântica e as sufoca. Hoje, mais de 230 hectares das Reservas da SPVS ainda são ocupadas por essa espécie invasora, que compromete um desenvolvimento ainda mais sadio da Mata Atlântica.

    Reginaldo Ferreira, coordenador geral do projeto, reforça que as ações de restauração não visam retorno econômico, já que boa parte dos espaços beneficiados são áreas protegidas por Lei. “A proposta tem como finalidade principal a recuperação da vegetação nativa, promovendo a captura do carbono da atmosfera, contribuindo com a mitigação e adaptação às mudanças do clima e a melhoria ambiental, visando a conservação da biodiversidade”, destaca.

    Rodolfo Cabral Marçal, do FUNBIO, informa que o projeto é uma das iniciativas apoiadas pelo programa Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica, que tem o objetivo de recuperar 3.000 hectares da vegetação nativa. “A SPVS é uma importante parceira do programa, que além do Paraná atua nos estados da Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo, promovendo a recuperação vegetal do bioma, em 3.000 hectares, e capacitando mais de 600 pessoas em diferentes técnicas de restauração, fortalecendo a cadeia econômica e gerando subsídios para projetos futuros”, diz.

    Mosaico Lagamar e Grande Reserva Mata Atlântica fortalecidos
    A expectativa com o projeto agora, é contribuir ainda mais com o incremento da biodiversidade florestal das Reservas e com a geração e oferta de serviços ecossistêmicos para toda a região do Mosaico Lagamar, onde estão localizadas as Reservas. O Mosaico Lagamar é um dos 14 mosaicos federais existentes no Brasil. Foi criado em 2006 e inclui áreas e unidades de conservação extremamente estratégicas. O Lagamar também integra os 2.2 hectares reconhecidos pela iniciativa Grande Reserva Mata Atlântica como o maior remanescente contínuo de Mata Atlântica do mundo ainda em bom estado de conservação.

    A Grande Reserva Mata Atlântica é uma frente de trabalho em rede que reúne diversas instituições que atuam entre o litoral sul de São Paulo e litoral norte de Santa Catarina, englobando o estado do Paraná. Ela conecta Unidades de Conservação já existentes, incluindo o Mosaico Lagamar, e auxilia na promoção de iniciativas voltadas à preservação do patrimônio natural, histórico e cultural e ao desenvolvimento regional desses estados. Busca contribuir com mais uma alternativa de modelo de desenvolvimento para a região, levando em consideração sua vocação de conservação da biodiversidade e cultura regional.

    Reginaldo também lembra que, há mais de 30 anos atuando na região do Mosaico Lagamar, a SPVS vem mapeando e se relacionando com pessoas e instituições da região, e consolidando uma base de steakholders sólida e virtuosa. “Este projeto de restauração é um importante elo dessa trajetória, que possibilitará incrementos importantes com relação à restauração e à cadeia produtiva relacionada a ela. Também vai promover muito envolvimento e participação de pessoas e grupos atuantes na região, que, hoje, já estão mapeados e mobilizados pela iniciativa Grande Reserva da Mata Atlântica”, conclui.

    Sobre a SPVS
    Desde 1984, a Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS) realiza ações voltadas à proteção do patrimônio natural no sul do país. É hoje considerada uma das mais representativas organizações especializadas no tema da conservação da biodiversidade no Brasil com foco no bioma Mata Atlântica, e suas atividades apresentam grande afinidade com a inovação e busca de atendimento a prioridades no campo da conservação.

    Sobre o FUNBIO
    O FUNBIO é uma organização da sociedade civil privada, sem fins lucrativos, criada em 1996 com recursos do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) e por iniciativa do governo federal para apoiar a implementação da Convenção sobre Diversidade Biológica. Tem extensa experiência na gestão de projetos e de ativos financeiros oriundos da cooperação internacional, de doações do setor privado e de obrigações legais do setor empresarial brasileiro. O FUNBIO não trabalha com recursos do orçamento público brasileiro. Em 2015, foi acreditado como agência implementadora nacional do GEF e, em 2018, como agência do Fundo Verde do Clima (GCF). Desde 2018, adota as políticas de salvaguardas sociais e ambientais da Corporação Financeira Internacional, IFC. Tem sede no Rio de Janeiro e escritório em Brasília.

  • Bichos

    Criadouro Onça Pintada na Grande Curitiba é reconhecido como Amigo da Fauna pelo Paraná

    (Foto: Alessandro Vieira/ SEDEST)

    O Criadouro Onça Pintada, localizado em Campina Grande do Sul (RMC), recebeu nesta sexta-feira (20) o Selo Amigo da Fauna. Trata-se de um reconhecimento do Governo do Estado ao trabalho desenvolvido em prol da conservação da biodiversidade e no cuidado com os animais silvestres.

    O selo foi entregue pelo secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), Everton Souza, ao proprietário do local, o médico Luciano Saboia. O reconhecimento integra as Iniciativas Pró-Fauna, desenvolvidas pelo Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à secretaria.

    “É o reconhecimento a um trabalho de muito tempo, que mostra claramente amor e entusiasmo e faz com que tenhamos o maior respeito por tudo o que tem sido desenvolvido no local nesses últimos anos”, afirmou Souza.

    A área de 132 hectares, que abriga atualmente cerca de 2.500 animais de 180 espécies. Foi adquirida em 1995 com diversos problemas de erosão e foi recuperada. Em 2002, o local recebeu 12 cotias provenientes do Museu de Historia Natural do Capão da Imbuia, como parte de um programa de repovoamento dos bosques protegidos com esta espécie.

    Em 2003, foi emitida a Licença de Operação de um Criadouro Conservacionista pelo Ibama, com a primeira Onça Pintada (chamado Juca), de um zoológico público fechado. Depois dele vieram muitos animais de outras espécies, na maioria proveniente do tráfico, posse ilegal ou resgate de Fauna. “O criadouro tem a finalidade de proteger, preservar, reproduzir e reintroduzir espécies ameaçadas brasileiras”, explicou o Luciano Saboia.

    Das 180 espécies mantidas no local, ao menos 22 são classificadas como ameaçadas de extinção, como o cachorro-vinagre, cujo criadouro está adquirindo uma fêmea da França para reproduzir com o macho mantido no local. Também faz parte do espaço um viveiro de Ariranha, o único do Brasil atualmente.

    “Algumas espécies são ameaçadas de extinção a nível nacional, como mico-leão-da-cara-dourada, mico-leão-preto, jacutinga, entre outras. Nos últimos anos, temos trabalhado muito em parceria com o Governo do Estado, pelo IAT, em um programa de reintrodução de espécies em parques estaduais”, completou o proprietário do local.

    Ele citou o trabalho desenvolvido hoje no Parque Estadual das Lauráceas, em Piraquara, com a soltura de 130 queixadas e catetos, espécies ameaçadas no Estado do Paraná. Essa soltura envolveu um amplo trabalho de preparação dos animais, especialmente com relação à saúde deles, e segue com monitoramento para estudar a adaptação no novo habitat. “Nunca tínhamos visto onça no Parque e agora isso já é possível. É um trabalho fantástico”, afirmou Saboia.

    De acordo com o secretário Everton Souza, esse trabalho de reintrodução de espécies em Unidades de Conservação só tende a aumentar. “Essa parceria tende a crescer ainda mais pelo cuidado que o Criadouro mantém. São duas décadas que mostram uma fantástica rotina de organização e operacionalização”, destacou.

    A fauna silvestre contribui de maneira significativa no enriquecimento de fragmentos de vegetação nativa, na formação de corredores ecológicos, na restauração e manutenção da biodiversidade e, ainda, no equilíbrio ecológico dos ecossistemas, uma vez que auxilia os processos de polinização de plantas, dispersão de sementes e controle populacional de diversas espécies.

    SELO – O Selo Amigo da Fauna foi reeditado pelo IAT em 2020 e reconhece instituições ou empresas que desenvolvem atividades preocupadas com as causas ambientais e promovem ações voltadas à conservação da fauna e de seus habitats, ou seja, que atuam como parceiras nesse processo de conservação da fauna nativa silvestre.

    É um rótulo ecológico de incentivo às instituições públicas ou privadas. Os parceiros reconhecidos com o Selo podem veicular a marca em materiais promocionais, de divulgação, impressos ou em páginas na internet (websites) da instituição.

  • Esportes

    Quartas de final da XII Copa Pinhais de Futebol começam neste domingo

    (Foto: Yuri Martinez/PMP)

    A coordenação técnica da XII Copa Pinhais de Futebol Adulto realizou nesta terça-feira (17) os sorteios dos campos onde serão realizadas as partidas válidas pelas quartas de final da competição, que é realizada pela Prefeitura de Pinhais, por meio do Departamento de Esportes da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Semel). As partidas acontecerão nos campos do Arizona e Weissópolis.

    As equipes da Série Ouro classificadas para esta etapa da Copa Pinhais são: Garotos Unidos, Garotos Do Beco, Bordignon, Tibagi, Gera, Triângulo, Omf e Passaúna. Já os times da Série Prata que se enfrentam nas quartas de final são: Amigos do Paraíba, Fênix Olímpico, Santa Cruz, Triestre, Aquila, Arizona e Santiago.

    Confira a tabela completa de jogos no site da Prefeitura de Pinhais, na página da Semel.

  • Em tratamento

    Prefeitura da Grande Curitiba alerta sobre avanço da Covid-19

    Imagem ilustrativa
    Imagem ilustrativa (Foto: Franklin de Freitas/Arquivo Bem Paraná)

    O município de Contenda, por meio da Secretaria de Saúde, faz um alerta sobre o avanço do número de casos de Covid-19 na cidade. Atualmente são 45 pessoas em tratamento. Neste momento prefeitura pede à população que redobre os cuidados para conter a doença, afim de evitar adoção de medidas restritivas.

    Além disto, segundo a Secretaria de Saúde, ainda existem vacinas disponíveis para os contendenses. Podem tomar a primeira e segunda dose pessoas com idade entre 5 a 18 anos, a primeira, segunda e terceira dose adultos com idade acima de 18 anos completos, além da quarta dose para idosos acima de 60 anos. Ainda não tem previsão para próxima etapa.

    O município informa também que a vacina do Covid-19 pode ser administrada de maneira simultânea ou, com qualquer intervalo, com as demais vacinas do Calendário Nacional de Vacinação na população a partir de 12 anos de idade. No entanto, as crianças de 5 a 11 anos de idade, deverão aguardar um período de 15 dias entre a vacina do Covid e Influenza.

    Outras informações sobre a vacinação na Secretaria de Saúde ou pelo telefone 3625-1451 ou 98404-8041.

  • Nova fase

    Duplicação da Rodovia dos Minérios tem novo trecho autorizado; obra é toda em concreto para durar mais

    (Foto: Ari Dias/AN-PR)

    O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou nesta sexta-feira (20) a ordem de serviço para início da pavimentação da PR-092, a Rodovia do Minérios. O novo trecho abrange o perímetro urbano de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba, e vai receber investimento de R$ 50,7 milhões do Governo do Estado. O governador também confirmou R$ 16,1 milhões destinados pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas.

    O projeto dá continuidade ao trecho de duplicação da rodovia que já está em execução e recebe investimento de R$ 90,6 milhões do Governo do Estado. Com tráfego intenso, principalmente de caminhões pesados que transportam calcário e cimento, a revitalização da PR-092 atende também outros municípios, como Rio Branco do Sul, Itaperuçu, Cerro Azul, Adrianópolis e toda a região do Vale do Ribeira.

    “Quando assumi o governo, minha determinação era tirar do papel grandes obras que eram prometidas há décadas, mas nunca eram feitas. Demos início então à segunda ponte ligando Foz do Iguaçu ao Paraguai, a revitalização da Estrada da Boiadeira e da PRC-280, no Sudoeste”, disse Ratinho Junior. “A Rodovia dos Minérios era uma das mais emblemáticas, teve diversos anúncios anteriores, mas as obras começaram no nosso primeiro ano de gestão. Hoje é a maior obra da Região Metropolitana de Curitiba”.

    “É uma rodovia de caminhões pesados, que faz uma ligação importante com a nossa Capital. Milhares de trabalhadores passam todos os dias aqui para trabalhar em Curitiba e vice-versa”, ressaltou o governador. “Colocamos a Rodovia dos Minérios como prioridade e hoje anunciamos a segunda etapa de duplicação. É uma obra que está sendo feita toda em concreto, um pavimento de qualidade, que aguenta 20 anos, 30 anos”.

    O prefeito Gerson Colodel afirmou que além de melhorar a vida das pessoas que moram no entorno ou precisam se deslocar pela rodovia, o projeto também ajuda na atração de investimentos para o município, com a melhoria da questão logística. “Esta obra é indutor para o desenvolvimento econômico de toda a região Norte da RMC, especialmente para Almirante Tamandaré, que concentra o maior trecho da Rodovia dos Minérios”, disse.

    OBRA – A licitação feita pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) é na modalidade de Regime Diferenciado de Contratação Integrada (RDCi), que permite a elaboração do projeto e execução da obra em um único contrato, garantindo mais agilidade ao processo, e prevendo também a possibilidade de empregar soluções e tecnologias mais inovadoras.

    Com isso, os primeiros 60 dias de contrato são para a preparação do projeto, para que as obras então sejam iniciadas. O prazo para a conclusão é de 540 dias (18 meses).

    A obra terá início no km 14,3, pouco antes da Avenida Colonial, e segue até o km 15,6, logo após o entroncamento com a Rua Lourenço Ângelo Buzato, em uma extensão total de 1,28 quilômetro. A pista central do trecho será alargada para ambos os lados, passando a ser constituída por placas de concreto de cimento Portland de 28 centímetros de espessura, com vida útil de 20 anos.

    Obra do viaduto Bratislava, em Cambé, alcança 75% de conclusão
    “Este segundo lote é específico dentro do perímetro urbano de Almirante Tamandaré, porque ele resolve um problema de tráfego urbano, junto com o da rodovia”, ressaltou o secretário estadual da Infraestrutura e Logística, Fernando Furiatti. “A pista vai ser dupla e terão duas marginais, uma de cada lado, para que a população que precisa ir de um lado para o outro não precise acessar a rodovia, vai passar por baixo através de um viaduto. A obra também contempla ciclovia e calçada para pedestres”.

    Serão duas pistas de rolamento de 3,6 metros em cada sentido, separadas por uma barreira central de concreto tipo New Jersey e acostamentos internos de um metro de largura, além de acostamentos externos de 2,5 metros de largura. A velocidade projetada para a pista central é de 80 km/h.

    No entroncamento com a Rodovia do Calcário (PR-509), está prevista uma nova interseção em desnível tipo diamante, com dois viadutos paralelos e duas rotatórias, além de uma alça exclusiva para o fluxo de trânsito entre Almirante Tamandaré e Curitiba, reduzindo os entrecruzamentos na via.

    Também está prevista a implantação de vias marginais nos dois lados da rodovia, uma passarela, passeios, ciclovias e iluminação viária ao longo do trecho duplicado. Para garantir o escoamento da água das chuvas, estão previstos dispositivos de drenagem, como sarjetas, valetas, meios-fios, descidas d’água, bocas de lobo, tubulações e bueiros.

    Estado garante nova iluminação para a Rodovia João Leopoldo Jacomel, na RMC
    TRECHO EM ANDAMENTO – Com 40% da obra em execução, o trecho já em execução inicia na ponte sobre o Rio Barigui, um pouco antes do entroncamento com o Contorno Norte de Curitiba, seguindo por 4,74 quilômetros até o local onde terá início a nova obra. O investimento do Governo do Estado inclui a implantação de uma nova pista central em pavimento rígido de concreto, vias marginais, pontes, viadutos, passarela, calçadas e ciclovias.

    Avançam as obras de duplicação da PR-317, entre Maringá e Iguaraçu
    DESENVOLVIMENTO URBANO – Os recursos da Secretaria do Desenvolvimento Urbano incluem operações de crédito, repasses diretos e por meio do programa Paraná Mais Cidades, que utiliza recursos de emendas parlamentares.

    A maior parte é para a pavimentação e revitalização de uma estrada vicinal no bairro Tranqueira. O projeto soma R$ 9,8 milhões, dos quais R$ 3,1 milhões foram repassados pelo Governo do Estado, R$ 3 milhões de emendas parlamentares e R$ 3,7 milhões de contrapartida do município.

    A pavimentação e CBUQ abrange uma área de 42,7 metros quadrados e inclui serviços preliminares, terraplenagem, base e sub-base, revestimento, serviços de urbanização, sinalização de trânsito, drenagem e ensaios tecnológicos.

    Também está prevista a reforma e ampliação da capela mortuária do município e a aquisição de um caminhão plataforma e de uma pá carregadeira, para modernizar o parque de máquinas da prefeitura.

  • Matinhos

    Lâmpadas de LED começam a ser instaladas pela cidade

    A Prefeitura de Matinhos iniciou a substituição das lâmpadas nos locais públicos. As que estão instaladas atualmente serão substituídas por luzes de LED, que além de serem mais duráveis, representam economia para o município. O serviço de troça é executado pelo Departamento de Iluminação, que responde à Secretaria Municipal de Obras e Planejamento Urbano.

    A pasta de Obras informou que as lâmpadas serão trocadas, inicialmente, nas principais ruas e avenidas de Matinhos. E que o serviço será estendido por toda a cidade, de forma gradativa.

  • São José dos Pinhais

    Região do São Marcos passa por troca de Iluminação pública

    A Prefeitura de São José dos Pinhais, por meio da Secretaria de Viação e Obras Públicas está efetuando a troca de iluminação pública, na região do bairro São Marcos.

    Essa ação é para a troca das lâmpadas convencionais por LED, tecnologia que gera mais luminescência e menos consumo de energia, aumenta a vida útil dos equipamentos, o que reflete proporcionalmente em menos demanda de manutenção, trazendo benefícios a toda comunidade que utiliza as vias públicas da região.

    Até o momento cerca de 40% das lâmpadas foram trocadas. O serviço continua e será estendido para as localidades do Jardim Aquarius, Jardim Carmem e Jardim Fabíola.

    Informação:

    LED é uma sigla de origem do idioma inglês, que significa “Light Emitting Diode”, sendo sua tradução “Diodo Emissor de Luz”. Um dos fatores que diferenciam os LEDs das lâmpadas comuns está na tecnologia para geração de luminescência, onde o LED gera a luz através de um meio sólido maciço, e as lâmpadas incandescentes geram sua luz por meio de uma filamento que quando aquecido incandesce.

  • Futuro

    Prefeitura de Colombo realiza a Primeira Audiência Pública para a Implantação do Plano Municipal de Mobilidade Urbana

    Na noite da terça-feira (18), a Prefeitura Municipal de Colombo através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano realizou a Primeira Audiência Pública para a Implantação do Plano Municipal de Mobilidade Urbana no Município.

    Nesta primeira Audiência, a equipe contratada apresentou informações sobre o andamento de todo o processo construtivo e suas etapas, inclusive, elencando novas audiências, reuniões, treinamentos e formas de oitivas dos interesses da população colombense.

    Presidida pelo secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação André Lucas Feliciano, e transmitida pelo canal da Prefeitura no YouTube, a Audiência também oportunizou respostas a questionamentos dos técnicos, representantes de entidades, vereadores e da população que acompanhou o evento.

    A apresentação do Plano de Trabalho foi apresentada pela equipe da URBITEC comandada pelo Engenheiro Urbanista Gustavo Taniguchi.

  • Contenda

    Neste sábado tem Rua da Cultura no bairro Jardim Amélia

    No próximo sábado, dia 21 de maio, a região do Jardim Amélia, em Contenda, recebe mais uma edição do projeto Rua da Cultura. Com início às 11 horas, o evento leva oficinas culturais, camarim de pintura, troca de livros, pintura em tela, brinquedos infláveis, aula de ritmos e show de mágica, tudo de forma gratuita. A programação é promovida pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, por meio do Departamento de Cultura e segue até às 17h.

    O secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Pinhais, Bruno Sitima, destaca que esta iniciativa descentraliza o acesso às ações nesta área. “Este é um projeto que leva atividades culturais diversas para as ruas da nossa cidade. É também mais uma ação no Plano de Governo e uma forma de ampliar o acesso às atividades que realizamos”, complementa o secretário da pasta.

    Serviço

    Rua da Cultura

    21 de maio, sábado, das 11h às 17h

    Rua João Arantes Neto, esquina com a Rua Carlos Augusto do Nascimento (ao lado do campo de futebol), bairro Jardim Amélia.

  • Ordem de serviço

    Governador autoriza construção de novo terminal de ônibus na Grande Curitiba

    (Foto: Ari Dias/AN-PR)

    O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou nesta quinta-feira (19) a ordem de serviço para a construção do novo terminal de ônibus de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. O investimento total do Governo do Estado para o projeto e a obra é de R$ 12,7 milhões e foi confirmado durante evento realizado no local da nova estrutura, um terreno doado pela Secretaria de Estado da Saúde, ao lado Hospital São Roque.

    Segundo o governador, o investimento contribuirá para uma unificação da cidade com a Capital e os demais municípios da região. “Quando assumimos o governo fizemos um grande projeto estratégico. Temos que pensar a Região Metropolitana e Curitiba como um todo, e a população precisa dessa integração entre os terminais. Essa obra vai aumentar a eficiência do transporte e melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores que usam o sistema”, afirmou.

    A estrutura terá quatro vezes o tamanho do atual terminal, será mais moderno e confortável e também mais próximo de Curitiba. O atual foi construído em 1996 e já não comporta a demanda de usuários. Também tem localização pouco estratégica para a operação do transporte coletivo. Ele passará a funcionar como um ponto de apoio para linhas alimentadoras.

    Na opinião do prefeito de Piraquara, Josimar Aparecido Knupp Fróes, a integração vai transformar o transporte público da cidade. “O governador assina a ordem de serviço de uma obra que vai causar uma transformação na vida das pessoas. Com o atual terminal, vamos aumentar o serviço integrado. É um avanço para Piraquara e região”, ressaltou.

    Para o secretário estadual do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Augustinho Zucchi, a obra é essencial para a população do entorno, principalmente para aqueles que saem da região metropolitana para trabalhar em Curitiba. “São cerca de 43 mil pessoas todos os dias. Um número muito maior do que a população de várias cidades do Paraná. Esse terminal vai favorecer muita gente”, disse.

    ESTRUTURA – A nova edificação terá 2.467,35 metros quadrados de área construída e será instalada com área total de 18.326,54 metros quadrados, no bairro Jardim Esmeralda, no cruzamento das avenidas São Roque e Brasília. O antigo complexo, com área total de 1.857 metros quadrados, tinha apenas 610 metros quadrados de área coberta.

    Nos arredores será realizado um trabalho de paisagismo com floreiras em alvenaria, plantas e árvores. O local ainda terá área de recreação com bicicletário, duas quadras poliesportivas e playground. “Isso cria um espaço de interação, vai valorizar os imóveis, melhorar a iluminação pública e a segurança pública”, destacou Ratinho Junior.

    A estrutura será em aço, apoiada em pilares também metálicos e com telhas termoacústicas, que proporcionam mais conforto e menos custo de manutenção. O perímetro externo da cobertura terá um anteparo metálico com iluminação em LED embutida, deixando a estrutura mais moderna.

    No seu interior, um conjunto de quatro lojas e duas lanchonetes trarão mais comodidade aos passageiros, assim como toda a estrutura de banheiros, incluindo alguns específicos para pessoas com deficiência. O espaço terá também piso tátil, perceptível para pessoas com deficiência visual.

    O diretor-presidente da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), Gilson Santos, ressaltou a importância de se investir no transporte público da Região Metropolitana de Curitiba. “Conhecemos os desafios do transporte coletivo, que pessoas de municípios distantes muitas vezes não podem contar com outros modais. Estamos transportando 43 mil pessoas por dia daqui de Piraquara. Isso corresponde a mais de 80% da população de algumas das cidades do Paraná. Por essa razão atendemos essa demanda”, explicou.

  • São José dos Pinhais

    Cerca de 4 mil participantes percorreram os trajetos da Caminhada Internacional na Natureza; evento arrecadou 3 mil toneladas de alimentos para doação

    Com trajetos de três, oito e até dezoito quilômetros, a tradicional Caminhada Internacional na Natureza, evento promovido pela Prefeitura de São José dos Pinhais, reuniu no último domingo (15) cerca de 4 mil participantes que trilharam trechos de mata e roça, com belas paisagens naturais, no Circuito Rural de Turismo Caminho do Vinho. Neste ano, o evento chega a 13ª edição.

    Os caminhantes voltaram a movimentar as propriedades e estabelecimentos da região. A Prefeita, Nina Singer, participou da abertura com os caminhantes. Nesta edição, foram arrecadadas 3 mil toneladas de alimentos que serão destinados pela Sictur para doação.

    A concentração aconteceu no Parque do Vinho (Rua Júlio Cesar Setenareski, esquina com a Rua Luis Grochoski). O credenciamento foi realizado das 7h às 9h. As saídas, feitas das 8h às 9h. Houve ainda inscrição no local.

    Com percurso de nível intermediário, a caminhada durou cerca de 3 horas. No domingo, dia 15, os empreendimentos do Caminho do Vinho estiveram todos abertos com diversos locais para desfrutar da gastronomia local. A próxima caminhada está programa para acontecer em julho.

  • Veja onde

    Sábado é dia de Campanha de Multivacinação em Pinhais

    Neste sábado (21), a Secretaria Municipal de Saúde realiza mais uma Campanha de Multivacinação em Pinhais. Algumas unidades de saúde aplicarão as vacinas da influenza (gripe) - como parte da segunda fase da campanha - e farão repescagem da vacina contra a Covid-19, das 8h às 17h. Além disso, continua a vacinação da VTV (sarampo, caxumba e rubéola), vacina da febre amarela e outros imunizantes do calendário vacinal.

    O atendimento nas Unidades de Saúde serão aplicação das vacinas: da gripe, VTV, Febre Amarela, vacinas do calendário vacinal em atraso e Covid-19 para adultos. Demais vacinas para crianças (exceto Covid-19), se estiverem em atraso:

    USF Perneta - Rua Maximiliano Rohrsetzer, 983, bairro Emiliano Perneta

    USF Tarumã - Rua Guilherme Weiss, 500, bairro Estância Pinhais

    USF Vargem Grande - Rua Guilherme Ceolin, 551, bairro Vargem Grande

    USF Esplanada - Rua Gana, 126, Centro

    USF Vila Amélia - Rua Arthur Bernardes, 342, bairro Vila Amélia

    USF Tebas - Av. Juriti, 132, bairro Jardim Cláudia

    USF Maria Antonieta - Rua Jerônimo Mendes dos Santos, 506, bairro Maria Antonieta.

    Repescagem Vacinação Infantil contra a Covid-19

    Nas Unidades abaixo, além do público já mencionado, também haverá vacinação contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos.

    USF Tebas - Av. Juriti, 132, bairro Jardim Cláudia

    USF Maria Antonieta - Rua Jerônimo Mendes dos Santos, 506, bairro Maria Antonieta.

    Nestas unidades, as crianças também serão atendidas para vacinas da gripe, VTV, febre amarela e demais do calendário vacinal que estejam em atraso.

    Importante ressaltar que as crianças, de 5 a 11 anos, que se enquadram no grupo de comorbidades para a vacina da Influenza (gripe), devem respeitar o prazo de 15 dias entre a vacina contra a Covid-19 e a da gripe.

  • Pavimento

    Contenda licita pavimentação em sextavado na Vila Vernick

    A Prefeitura de Contenda lançou neste mês de maio o edital de licitação para a execução de pavimentação poliédrica de mais um importante trecho no município. Serão aproximadamente 765 metros de extensão deste modelo de infraestrutura que será implantada na Vila Vernick.

    De acordo com o Departamento de Engenharia, a infraestrutura em blocos de concreto sextavado será implantada em cerca de 445 metros de extensão da estrada Passa Passa, à partir da São João/PR-511, além de outros 320 metros da rua João Nunes, à partir da estrada Passa Passa. No total, serão aproximadamente 5.450m² de área e o investimento máximo desta obra será de cerca de R$ 610 mil.

    A licitação vai acontecer na quinta-feira, dia 9 de junho, às 9h.

  • Evoluir

    Territórios da Agricultura: projeto de inovação e desenvolvimento sustentável chega à Grande Curitiba

    Utilizar o cultivo de alimentos como caminho para fomentar novas soluções para o desenvolvimento econômico, social e sustentável das comunidades. Esse é um dos objetivos do projeto Territórios da Agricultura, que começa este mês em três municípios do Paraná: Balsa Nova, Campo Largo e Lapa. Desenvolvido pela Evoluir, em parceria com a AOPA - Associação para o Desenvolvimento da Agroecologia, será viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo com patrocínio da Ingredion. A iniciativa envolverá 40 participantes, contemplando agricultores/as familiares, rede de consumidores, técnicos de extensão rural, agentes culturais e educacionais. A meta é realizar o mapeamento do cenário de agricultura e a implementação coletiva de um plano para contribuir para a produção de alimentos, além do empoderamento e da organização comunitária . Ao final da jornada educativa, prevista para durar oito meses, será promovida uma exposição fotográfica aberta ao público, para apresentar os resultados e aprendizados do programa.

    O Territórios da Agricultura dá atenção especial à Agricultura Familiar e à Agricultura Urbana e Periurbana (AUP), reconhecendo a relevância econômica, ambiental, social e cultural destas iniciativas em cada território. Enquanto a primeira tem um papel fundamental na produção de alimentos no meio rural, fornecendo a maior parte do que é consumido pelos brasileiros, a segunda vem crescendo enquanto movimento e democratizando a agricultura dentro e nas bordas das cidades, trazendo benefícios significativos para suas comunidades para além da alimentação. Neste contexto, a metodologia utilizada no projeto convoca os participantes a serem protagonistas no desenho de soluções para sua comunidade, com foco na mobilização coletiva e na geração sustentável de renda.

    “O projeto está estruturado em uma jornada com cinco etapas: formação do grupo, mapeamento e diagnóstico territorial, definição de situação-problema, co-criação de soluções e comunicação das iniciativas”, explica a coordenadora de projetos da Evoluir, Mariana Moferdini. “Sua metodologia se inspira na Teoria U, de Otto Scharmer, que destaca a condução coletiva de inovação e mudanças sociais profundas por meio dos movimentos de co-iniciar, co-sentir, co-presenciar, co-criar e co-desenvolver”, descreve. “Ao longo de 40 horas de formação, os participantes trabalham capacidades como autogestão, atuação em equipe, liderança, conhecimentos sobre os agrossistemas e a cultura do campo, construção coletiva de saberes, mapeamento e diagnóstico territorial, condução de pesquisas coletivas e entrevistas, técnicas e abordagens para produção fotográfica e audiovisual, registro e sistematização de informações, implementação de protótipos, entre outros”.

    Mariana ressalta ainda que o Territórios da Agricultura trabalha em uma perspectiva sistêmica, integrando diversos temas e atores, permitindo assim integrar diversos movimentos e alinhar as ações aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Agenda 2030 da ONU: erradicação da pobreza (1), fome zero e agricultura sustentável (2), saúde e bem-estar (3), educação de qualidade (4), trabalho decente e crescimento econômico (8), cidades e comunidades sustentáveis (11), consumo e produção responsáveis (12) e parcerias e meios de implementação (17). “Seu grande propósito é mobilizar e reunir diversos atores da comunidade local, promovendo diálogo com temáticas transversais à agricultura e contribuindo para o desenvolvimento sistêmico do território”, conclui.

    “Estamos empenhados em cumprir diariamente com o nosso propósito de tornar a vida melhor. Dentro da nossa agenda de Responsabilidade Social, nosso compromisso é com o desenvolvimento econômico e social das comunidades onde atuamos, fomentando iniciativas para geração de trabalho e renda e erradicação da fome. Através de projetos como “Territórios da Agricultura”, reforçamos nosso valor Cuidado em Primeiro Lugar e contribuímos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, sempre colocando nossa energia em criar um futuro em que meio ambiente, biodiversidade, vida saudável e Diversidade, Equidade e Inclusão estejam conectados”, comenta Viviane Pereira, gerente de sustentabilidade da Ingredion América do Sul.

    As atividades do Territórios da Agricultura englobam ainda a entrega de materiais pedagógicos, doação de livros paradidáticos ao município, exposição audiovisual aberta e gratuita ao público (com materiais produzidos pelos próprios participantes), divulgação das iniciativas, articulação de parcerias institucionais, educação e inclusão social de jovens e adultos, visitas escolares das redes municipais de ensino à exposição e palestras educativas para os alunos.

    Sobre o Territórios da Agricultura

    O Territórios da Agricultura é um projeto de educação e inovação social voltada à agricultura urbana, periurbana e rural, baseado na participação coletiva e na co-criação de ações que contribuam para o desenvolvimento sistêmico da agricultura e da cultura em determinado território. O projeto prevê a realização de uma jornada coletiva visando à investigação profunda do ecossistema local e a cocriação de soluções que possam fortalecer as práticas de produção de alimentos no território, culminando em uma exposição fotográfica﹒Sua metodologia preza por processos participativos, destacando a condução coletiva de inovação e mudanças sociais profundas. Também se alia a oito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Agenda 2030 da ONU.

  • Rede municipal

    Professores de Fazenda Rio Grande têm aumento de 33,24% em 2022

    Os professores da rede municipal de ensino de Fazenda Rio Grande irão receber neste mês, aumento salarial que somará 33,24% em 2022, que equivale a um incremento na economia de mais de R$ 28 milhões em relação a 2021.

    O anúncio foi feito pelo prefeito Marco Marcondes na quarta-feira (18/05), em que também apresentou um programa de construção de escolas e CMEI’s, com 140 novas salas de aula até 2024.

    No evento, também foi anunciado um PSS (Processo Seletivo Simplificado) para a contratação de aproximadamente 200 professores, além de um novo concurso para a contratação de servidores para a Prefeitura.

    O prefeito Marco Marcondes destacou a valorização do magistério e o novo plano de obras. “Serão mais de 140 salas de aula, ensino integral, pois queremos garantir um futuro melhor e cada vez mais valorizar os responsáveis pelo ensino de nossas crianças”, avaliou.

    O secretário de Educação, Profº Ednelson Sobral, falou sobre a importância do reajuste e as novas obras. “É o maior aumento, assim como, um grande plano de obras na área da Educação”, disse.

    Participaram do evento, o presidente da Câmara, Alexandre Maringá, vereadores e secretários.

  • Na Vila Macedo

    Governador assina ordem de serviço para construção de novo terminal de ônibus em Piraquara

    O governador Carlos Massa Ratinho Junior assina nesta quinta-feira (19) a ordem de serviço para a construção do novo terminal rodoviário de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba.

    O investimento é de R$ 14.008.975,88. O novo terminal terá 2.467 metros quadrados, quatro vezes o tamanho do atual terminal, além de ter localização mais próxima de Curitiba, na região do Bairro Vila Macedo. Também trará mais segurança e conforto aos usuários.

    Serviço:

    Data: 19 de maio, quinta-feira

    Horário: 11 horas

    Endereço: Av. Brasília, esquina com a Av. São Roque, no terreno onde será a obra, ao lado do Hospital São Roque - Piraquara