Campo Magro

No Dia da Alimentação, movimento distribui 3 mil marmitas na RMC

Esta sexta-feira (16), Dia Mundial da Alimentação, será marcada por ações de solidariedade e de protesto contra o aumento da fome em todo o Brasil. Na grande Curitiba, a mobilização será com distribuição gratuita de 3 mil marmitas e mil pães caseiros a pessoas em situação de vulnerabilidade que moram na comunidade Nova Esperança, em Campo Magro.

A atividade é realizada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Sindicato dos Petroleiros do Paraná e Santa Catarina (Sindipetro-PR/SC), Movimento Popular por Moradia (MPM) e ação Marmitas da Terra, que envolve cerca de 100 voluntários na produção semanal de marmitas para doação.

As refeições serão produzidas na cozinha comunitária da ocupação e distribuídas em marmitas ao meio-dia desta sexta. Toda a ação levará em conta as orientações da Organização Mundial de Saúde para prevenção do novo coronavírus, como uso de máscara, higienização frequente das mãos e distanciamento físico.

Os ingredientes do cardápio virão de assentamentos e acampamentos do MST do estado, entre eles comunidades localizadas na Lapa, Castro, Ponta Grossa e Paula Freitas, na região sul do Paraná. Uma horta com plantas medicinais também será iniciada nesta sexta-feira, a partir de mudas doadas pelo Assentamento Contestado, da Lapa.