Mundo do Trabalho

Novidades, desafios e soluções para a sua empresa

Publicidade

Negócios com a Internet das Coisas

Com a finalidade de atender demandas da sociedade em diferentes segmentos, como na Industria, no agronegócio, na saúde e nas cidades inteligentes, as inovações tecnológicas que surgem por meio do uso da internet se desenvolvem por meio de grande volume e fluxo de dados disponíveis para serem acessados em qualquer lugar do planeta e em alta velocidade.

Além de conectar as pessoas, a Internet conecta diferentes objetos e a partir dessa realidade surgiu o conceito da Internet das Coisas. São identificados como “sistemas independentes que permitem comandar, gerenciar, telemetrar e medir dados por meio de componentes, sensores e atuadores conectados à internet e acessados por meio de smartfhones ou smart watch.

Existem aspectos que evidenciam a natureza complexa da Internet das Coisas. Ela não pode ser vista como uma extensão da atual Internet, mas como uma série de novos sistemas independentes que funcionam com infraestruturas próprias e em parte apoiam-se nas infraestruturas existentes da Internet.

Conhecido como ambiente digital, tem como característica principal a convergência de diferentes produtos, serviços e dados disponíveis na internet com acesso imediato por meio de um smartphone. Entender como os negócios podem se desenvolver nesse ambiente é fundamental para que as empresas consigam sobreviver a essa onda digital que está tomando conta do mundo dos negócios.

O modelo de negócio da Internet das Coisas – Internet of Things – IoT está crescendo de maneira exponencial. Esse fenômeno é representado pela condição que os relacionamentos são construídos na Internet. Já é de domínio de grande parte da sociedade o conhecimento das pessoas para contratarem serviços ou produtos e até mesmo espaços para desenvolverem atividades de interesse pessoal e/ou profissional por meio da internet. Essa relação construída por meio das necessidades pessoais e/ou profissionais produz uma dinâmica de relacionamento comercial, ou modelo de negócio diferente do modelo de negócio tradicional.

Entre as diferenças apresentadas nos negócios digitais quando comparados aos negócios presenciais estão:

1 – O acesso rápido e fácil a informações e produtos disponíveis na internet;

2 – A interação ativa existente entre os seres humanos e os objetos acontece de maneira integrada;

3 – A capacidade de existir a relação comercial sem o envolvimento de terceiros na transação econômica, pois a negociação ocorre diretamente entre cliente e fornecedor.

A segurança dessa relação comercial acontece por meio do Blockchain. Um sistema que fornece segurança de dados e de gerenciamento de moedas por meio de dados criptografados em uma Interface de Programação de Aplicativos – Application Programming Interface – API. A interface desse sistema é formada por um conjunto de rotinas e padrões de programação para acesso a um aplicativo de software ou plataforma baseado na Web.

Essa plataforma proporciona segurança nas transações comerciais, jurídicas e de gerenciamento de dados existentes na Internet. A grande capacidade de gerenciamento e controle de dados que beneficia tanto o fornecedor como o consumidor, proporciona maior agilidade e segurança no fluxo de produtos e de moeda nas operações comerciais dos modelos de negócios digitais.

Essa condição é gerada pela tecnologia 5G, a qual permite que muitos negócios sejam criados nesse ambiente digital. Entender como as tecnologias estão sendo utilizadas, no sentido de aproveitamento destas para obter rentabilidade, é o que as empresas precisam fazer nesse momento.

O modelo de negócio em que a empresa operava para atender o cliente e consequentemente obter lucro, está entrando na trilha da extinção. Atualmente o BIG DATA, BLOCKCHAIN, INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL, SMART SPACES, COMPUTAÇÃO QUÂNTICA, INTERNET DAS COISAS, EQUIPAMENTOS AUTÔNOMOS e outros elementos já chegaram alterando a ordem das coisas. Nesse formato, o atendimento dos clientes com qualidade contempla todos esses elementos, com suas complexidades particulares.

Como as empresas podem se manter atualizadas e consequentemente competitivas com essa realidade? Garantindo a qualificação contínua de suas equipes de trabalho.

 

Fonte:

AGRAWAL, Mohit. Internet of Things – Business Model. Telecom Circle.  (2016) último acesso em 03/07/2019. Disponível em: http://www.telecomcircle.com/2016/05/internet-of-things-business-models/ 

OSTERWALDER, Alexander & PIGNEUR, Yves. Business Model Generation: Inovação em Modelos de Negócios. Rio de Janeiro, RJ: Alta Books, 2011.

WELL Peter e WOERNER, Sttephanie L. Qual o seu Modelo Digital de Negócio? São Paulo. M. Books do Brasil. Editora Ltda. 2019.

ZHANG Yu e WEN Jiangtao. The IoT electric business model: Using blockchain technology for the internet of things. Received: 21 September 2015 / Accepted: 16 March 2016 Springer Science+Business Media New York 2016. Disponível em: http://www.arifsari.net/isma500course/project/21.pdf 

Quem faz o blog

Por Rejane Bressan. Mestre em Tecnologia, Especialista em EaD e na área de Treinamento Esportivo, Diretora do Programa Aprendiz Cidade Júnior, realiza pesquisas na área de gestão de pessoas e gestão de processos.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES