• Incêndio em casa deixa cinco pessoas feridas no Capão Raso, em Curitiba

    Um incêndio em um casa no bairro Capão Raso, em Curitiba, deixou cinco pessoas feridas na tarde deste domingo (15), na Capital paranaense. Entre os feridos havia uma adolescente de 12 anos e uma criança de 10 anos

    Segundo o corpo de bombeiros, a ocorrência foi em uma casa na rua Nossa Senhora do perpétuo Socorro, no bairro Capão Raso. Os bombeiros que atenderam a ocorrência constatam que cinco pessoas sofreram ferimentos, mas sem gravidade. Entre os feridos, além da adolescente e da criança, havia dois homens, de 24 e 31 anos, e uma mulher de 52 anos.

    A causa do incêndio ainda será verificada.

  • PRF apreende ‘viagra genérico’, remédio para aborto e munição no Paraná

    PRF apreende ‘viagra genérico’, remédio para aborto e munição no Paraná
    O material apreendido (Foto: Divulgação / PRF)

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 250 munições, 100 comprimidos de estimulante sexual e dez comprimidos de medicamento abortivo na noite deste sábado (14) em Santa Terezinha de Itaipu, na região oeste do Paraná.

    Provenientes do Paraguai, os itens ilícitos estavam escondidos sob o carpete e junto à lataria de um automóvel Toyota Etios, alugado pelos três ocupantes, todos moradores da região de Curitiba.

    Os agentes da PRF abordaram o veículo por volta de 19h20, na BR-277. Os presos têm 28, 34 e 37 anos de idade. Os projéteis apreendidos são de calibre 32, 38 e 380. O porta-malas também estava carregado com diversas outras mercadorias, todas sem o respectivo desembaraço aduaneiro.

    O trio responderá pelos crimes de tráfico internacional de arma de fogo, importação ilegal de medicamentos e descaminho.

    A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu.

  • Detidos

    Motorista de ônibus fica ferido após ser agredido por grupo de ciclistas adolescentes no Bigorrilho

    Motorista de ônibus fica ferido após ser agredido por grupo de ciclistas adolescentes no Bigorrilho
    (Foto: Colaboração)

    O motorista de um biarticulado ficou ferido após ser agredido na Rua Padre Anchieta, no bairro Bigorrilho, em Curitiba, na tarde deste domingo (15), por um grupo de ciclistas. De acodo com as primeiras informações da Guarda Municipal, o motorista parou o ônibus quando percebeu que um ciclista pegava "carona" no veículo. Foi quando o rapaz tentou desviar pela pista contrário e acabou atingido por outro ônibus. O motorista então desceu para socorrer o rapaz, mas foi agredido por dez ciclistas, a maioria adolescentes.

    Segundo a Guarda Municipal, eles ainda apedrejaram o coletivo. O motorista foi encaminhado ao hospital Evangélico, sem risco de morte, onde passa por exames.  Por sorte, ninguém no ônibus ficou ferido. Os dez ciclistas foram encaminhados à Delegacia do Adolescente. 

    Mais informações em breve

  • Susto

    Homem é preso após ameaças com faca durante caminhada contra a intolerância religiosa em Curitiba

    Homem é preso após ameaças com faca durante caminhada contra a intolerância religiosa em Curitiba
    (Foto: Facebook)

    Homem foi preso pela Guarda Municipal de Curitiba nesta tarde de domingo, 15, nas imediações da Praça Eufrásio Correa. Ele estava com uma faca e, no momento da prisão, disse que iriar matar uns 400, segundo denúncia dos integrantes da organização Julho das Pretas do Paraná. Segundo as informações preliminares a autuação foi encaminhada à Central de Flagrantes no bairro do Portão. Não informações sobre pessoas feridas. 

    Milhares de pessoas participaram da caminhada realizada nesta manhã de domingo, 15, no centro de Curitiba contra a intolerância religiosa. A organização do evento esperava a participação de aproximadamente de 2 mil pessoas na concentração, realizada na Praça Tiradentes a partir das 14 horas. De lá os participantes seguiram até a Praça Generoso Marques, passando pelas ruas Riachuelo e Barão do Rio Branco até chegar à Praça Eufrásio Corrêa. O evento terá apresentações religiosas até as 20 horas, quando deve ser encerrado. Depois de alguns episódios de incêndios, possivelmente criminosos, em centros religiosos na capital paranaense, um debate sobre a intolerância de crenças se reacendeu em toda a cidade.

  • Montanhistas

    Mulher de 54 anos é resgatada no Morro do Ciririca pela equipe do Gost

    Uma mulher de 54 anos foi resgatada nesta madrugada de domingo, 15, no Morro do Ciririca, em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. Ela teria subido o morro para acampar quando sentiu fortes dores no joelho. Bombeiros do Grupo de Operações de Socorro Tático (Gost) foram acionados para resgatar a mulher.

    Após o resgate a montanhista foi levada ao hospital pelo helicóptero da Polícia Militar do Estado do Paraná. Ela teria sofrido um entorse no joelho quase na chegada do topo.

    Também neste domingo, outro atendimento foi feito pelo Gost. Um rapaz, de 18 anos, passou mal enquanto subia o morro do Anhangava, em Quatro Barras, também na Região Metropolitana de Curitiba. O morro tem 1450 metros de altitude. No Anhangava o rapaz torceu o tornozelo e teve um mal súbito. 

  • Importunação sexual

    Homem tentar beijar adolescente em festa de família e caso vai parar na Polícia

    Uma adolescente, de 15 anos, foi importunada sexualmente durante uma festa na casa de familiares nesta madrugada de domingo,15.  O caso foi denunciado pelo pai da menina à Delegacia de Polícia que encaminhou o caso ao Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria).

    Segundo as informações da Polícia Civil, a menina estava em uma festa na casa da irmã, no bairro Campo de Santana, em Curitiba. 

    Em determinada altura da festa, cansada a adolescente teria ido dormir em um dos quartos da casa. Foi neste momento que o suspeito, marido de uma das amigas da irmã, teria ido até o quarto e tentado beijar a adolescente à força por duas vezes.

    Irritada a adolescente resolveu ir embora da festa e, ao chegar em casa, relatou ao pai o ocorrido. O pai resolveu levar o caso à Polícia.

  • PEP I

    Imperfeições no gramado denunciam túnel escavado por presos em Piraquara

    Imperfeições no gramado denunciam túnel escavado por presos em Piraquara
    (Foto: Depen-PR)

    Policiais descobriram um túnel aberto por detentos da Peniteciária Estadual de Piraquara I (PEP I), em Piraquara, municípío da Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Segundo as informações, por volta das 17 horas, durante uma ronda intramuros na PEP I, os agentes penitenciários do Grupo de Segurança Interna (GSI) peceberam uma deformação no gramado.

    Ao examinarem com mais atenção, os guardas constataram a ruptura da grama, na forma de um quadrado, onde ao retirar a primeira camada, identificaram um túnel simetricamente escavado, que direcionava à primeira galeria, cúbiculo 105. A equipe do Setor de Operações Especiais (SOE) de Piraquara foi acionada juntamente com a força tarefa de equipes de outras unidades SOE. 

    Todos os presos da primeira galeria, foram retirados, para revista estrutural.

    Identificado no cúbiculo 105 o acesso ao túnel em perfeitas condições, toda a terra retirada estava condicionada em blusas dos uniformes cedidos aos presos e lençóis. Nada mais constatado os presos do referido cubículo foram isolados, para medidas pertinentes. Os demais retornaram às celas.

    Procedimento sem alterações 
    SOE permanecerá em tempo integral nos próximos dias, para garantir a ordem e disciplina. Além disso, GSI reforçará as rondas ao intorno da unidade. As informações são do Departamento Penintenciário do Paraná (Depen-PR)

  • Tráfico

    Polícia Rodoviária Federal apreende 1 tonelada de maconha em Guarapuava

    Polícia Rodoviária Federal apreende 1 tonelada de maconha em Guarapuava

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 1.023 quilos de maconha no final da manhã deste sábado (14) em Guarapuava, na região centro-sul do Paraná.

    A droga era transportada em um caminhão, em meio a uma carga de estrados de madeira.

    Os agentes da PRF abordaram o veículo por volta das 11 horas, em frente à Unidade Operacional Guará.

    Durante a abordagem, o motorista, um homem de 26 anos de idade, demonstrou nervosismo. Ao examinar o baú do caminhão, a equipe da PRF visualizou fardos suspeitos, no meio do compartimento de carga.

    Preso em flagrante, o motorista disse que pegou a droga em Foz do Iguaçu (PR) e que a levaria até Curitiba.

  • RMC

    Sem cinto de segurança, motorista é ejetado e morre em capotamento na BR-277

    Sem cinto de segurança, motorista é ejetado e morre em capotamento na BR-277
    (Foto: PRF-PR)

    Um pessoa morreu e outra ficou ferida em um acidente nesta manhã de sábado, 14, na BR-277, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O carro capotou na altura do km 67, segundo as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF-PR). 

    O motorista estava sem cinto de segurança e foi ejetado do carro. Ele morreu na hora. Ele tinha 37 anos. 

    Uma passageira foi encaminhada ao Hospital Cajuru com ferimentos moderados. 

    Visivelmente embriagada, a passageira ferida admitiu que o motorista morto também havia ingerido bebidas alcoólicas. A equipe da PRF encontrou latas de cerveja dentro do carro, um Ford Escort.

  • Incêndio destrói seis casas e um barracão em Curitiba

    Incêndio destrói seis casas e um barracão em Curitiba
    (Foto: Reprodução de vídeo)

    Um incêndio destruiu seis casas e um barracão na manhã desta sexta-feira (13), no bairro Capão Raso, em Curitiba. Uma coluna de fumaça podia ser vista a centenas de metros de distância.

    A ocorrência foi um terreno na rua Marechal Otávio Saldanha Mazza, a via rápida sentido Pinheirinho. As casas atingidas, contudo, ficavam na rua Alzira Pirath Corrȇa. E todas eram de madeira.

    O fogo teria começado por volta das 11 horas. O trânsito chegou a ficar mais lento na via rápida. Os bombeiros só conseguiram controlar o fogo depois de cinco horas de trabalho.

    Ninguém ficou ferido, segundo informações preliminares.

  • Polícia prende cinco pessoas por tráfico no bairro Fazendinha, em Curitiba

    Polícia prende cinco pessoas por tráfico no bairro Fazendinha, em Curitiba
    (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

    A Polícia Civil do Paraná prendeu nesta sexta-feira (13) cinco pessoas por tráfico de drogas, em Curitiba. A ação foi feita no bairro Fazendinha. Com eles havia quase mil embalagens de drogas, além de armas e um carro roubado.

    Segundo o delegado João Marcelo, da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), foram cumpridos dois mandatos de busca e apreensão no endereço. No local, a polícia prendeu três homens e duas mulheres.

    A droga foi encontrada no forro da casa, graças à ação de um cão farejador. Havia 750 pedras de crack e 240 papelotes de cocaína. A polícia ainda apreendeu duas armas, uma máquina de cartão e mais de R$ 1 mil em dinheiro. E também encontrou um Nissan March que havia sido roubado no dia 8. “Houve uma vítima nesse roubo, ferida com arma branca”, disse o delegado. “Com a prisão, vamos verificar se algum deles é o autor (do roubo) ou se é um receptador”.

  • São Mateus do Sul

    Polícia prende mulher que tentava entrar em cadeia com drogas escondida nas partes íntimas

    Polícia prende mulher que tentava entrar em cadeia com drogas escondida nas partes íntimas
    (Foto: Polícia Civil-PR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu em flagrante uma visitante que tentava entrar com droga na cadeia de São Mateus do Sul, na região Sudeste do Estado, na quinta-feira (12). A jovem de 19 anos, que pretendia visitar o marido e o irmão, foi presa por tráfico de drogas. O exame de radiografia indicou que os 113 gramas de maconha e os dois pacotes de papel seda estavam introduzidos na cavidade vaginal da suspeita.

    O exame foi feito em unidade hospitalar por uma médica acompanhada por uma enfermeira e uma policial. A suspeita foi presa há cerca de seis meses por envolvimento em um roubo a banco em Antônio Olindo, na região Sudeste do Paraná. O marido dela também foi preso nesse crime. 

  • Caso de polícia

    Depois de briga, mulher furta 60 calcinhas, enxoval de bebê e outras roupas de amiga

    Depois de briga, mulher furta 60 calcinhas, enxoval de bebê e outras roupas de amiga
    (Foto: Reprodução)

    Uma mulher foi detida nesta sexta-feira por policiais do 10º Distrito Policial, no Sítio Cercado. Ela é suspeita de ter furtado roupas da casa de uma amiga, incluindo cerca de 60 calcinhas e o enxoval de seu filho recém-nascido.

    Segundo a polícia, as duas teriam tido um desentendimento recente. E quando a vítima, que estava grávida, foi para a maternidade ganhar o filho, a outra, com ajuda de dois homens, arrombou a casa e levou as peças de roupas, inclusive as roupinhas do bebê.

    Ao retornar da maternidade a vítima se deu conta do sumiço de quase todas as suas roupas e fez um Boletim de Ocorrência. Depois de investigações, os policiais chegaram até a amiga da vítima e, na casa dela, no Osternack, encontraram parte das roupas levadas. Inclusive, quando foi detida, estaria usando uma calça jeans levada do furto.

    Os policiais recuperaram cerca de 40 peças de roupa — que valeriam cerca de R$ 1 mil — menos as 60 calcinhas que a vítima alegou terem sumido.

    A mulher, de 25 anos, já tem passagem pela polícia por injúria racial, informou a polícia.

  • Telefone

    Paraná reduz roubos de celulares pelo terceiro ano seguido

    Paraná reduz roubos de celulares pelo terceiro ano seguido
    No primeiro semestre de 2019 a polícia registrou 9.242 furtos e 6.781 roubos de aparelhos celulares no Paraná, contra 12.016 e 14.422, respectivamente, em 2017 (Foto: Divulgação/SESP)

    Os roubos e furtos de celulares no Estado estão diminuindo ano após ano. De acordo com dados da Secretaria da Segurança Pública no Paraná, na comparação do primeiro semestre de 2019 com o mesmo período de 2017, houve queda de 23% nos casos de furtos e de 53% de roubos. No comparativo entre os primeiros seis meses de 2017 e de 2018 os números também caíram – foram 16,9% menos furtos e 43,8% menos roubos.

    No primeiro semestre de 2019 a polícia registrou 9.242 furtos e 6.781 roubos de aparelhos celulares no Paraná, contra 12.016 e 14.422, respectivamente, em 2017. Em relação aos seis primeiros meses de 2018 e 2019, os furtos caíram 7,5% (de 9.242 para 9.983) e os roubos 16,3% (de 8.087 para 6.781).

    “Os serviços preventivo e ostensivo têm surtido efeito. A presença mais efetiva dos policiais nas ruas, e em horários específicos, tem coibido este tipo de crime. Por outro lado, a investigação de crimes tem levado à prisão pessoas que poderiam cometer roubos e furtos, também contribuindo para redução dos índices”, ressalta o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares.

    Orientações – Os números podem cair ainda mais com a adoção de medidas simples pela população. O porta-voz da Polícia Militar, o tenente-coronel Waldick Alan de Almeida Garrett, orienta que é preciso tomar algumas precauções, principalmente em locais de grande aglomeração de pessoas, como o transporte coletivo.

    “O celular é pequeno e pode ser facilmente furtado. O aparelho deve estar sempre em contato direto com a pessoa e em local não visível. Se optar por colocá-lo nos bolsos, que sejam os frontais, e se a opção for por carregá-lo dentro da bolsa, que ela esteja à frente do corpo e ao alcance das mãos”.

    O tenente-coronel reforça que é preciso ter mais atenção nas saídas de colégios e universidades, pontos de ônibus e mesmo ao andar nas ruas. “As pessoas têm o hábito de andar pelas calçadas ouvindo música ou manipulando o celular para ver mensagens ou conversar. Neste momento ficam vulneráveis e se tornam alvos”. Em locais afastados, em que a pessoa esteja sozinha, a orientação é evitar usar o aparelho.

    Em caso de roubo – O tenente-coronel reforça que é imprescindível o cidadão não reagir caso seja abordado por um marginal. “A pessoa deve agir o mais tranquilamente possível. Sabemos que é difícil, pois ela está sendo constrangida, mas deve sempre fazer movimentos lentos para que o criminoso não interprete como uma reação. Sempre entregue o equipamento, pois o mais importante é a vida, o bem se recupera depois”.

    Após o ocorrido, a vítima deve informar a polícia pelo telefone 190 o mais breve possível. “Também é necessário fazer o boletim de ocorrência, tanto para fins documentais, como para que a polícia saiba quais são pontos críticos, readequar o policiamento e ações preventivas”, complementa o tenente-coronel.

    Perigos - Alguns criminosos podem utilizar informações pessoais do dono do celular para inúmeros outros ilícitos, entre eles o roubo de dados bancários, extorsões mediante pedido de recompensa pelos dados obtidos na invasão dos aparelhos e outras formas de fraude. Por isso, é importante o proprietário do celular ter alguns cuidados com o seu aparelho quanto à segurança de suas informações.

    Segundo o delegado-chefe da Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber), Demétrius Gonzaga de Oliveira, existem formas simples de garantir que os dados não caiam em mãos erradas. “Em primeiro lugar, sempre faça um backup dos seus dados. Também é importante garantir que seu celular é original (homologado pela Anatel), pois alguns modelos podem permitir invasões e acessos com mais facilidade ou, ainda, já possuir algum software de captura de dados. Outra precaução importante é usar apenas redes seguras de wifi”.

    O delegado reforça que cabe ao usuário fazer o máximo para garantir sua proteção. “Todo dispositivo móvel deve estar configurado para exigir a segurança em duas etapas, ou seja, para pedir senha de desbloqueio da tela e também para acesso aos aplicativos. Vale muito a pena dispensar um tempo e ler o manual do aparelho para habilitar essas funções”.

    Bloqueio - Tão importante quanto registrar o furto ou roubo é fazer o bloqueio do celular informando o número de International Mobile Equipment Identity (Identificação Internacional de Equipamento Móvel (Imei) à operadora contratada. O Imei geralmente consta na nota fiscal, no verso do celular ou na caixa.

    “Assim que o cidadão perceber o furto, extravio ou for vítima de roubo, deverá fazer a comunicação às autoridades policiais, não só para facilitar as investigações como também para assegurar-se que nenhum uso indevido do seu aparelho, ou do número de celular, seja vinculado ao seu nome”, orienta o delegado-chefe da Nuciber. Ele também alerta que o boletim de ocorrência deve ser feito sempre com a apresentação da nota fiscal e do número de Imei do aparelho.

    Empresas responsáveis por aplicativos de troca de mensagens também devem ser comunicadas. “Temos vários casos de criminosos que usam números de celulares frutos de crimes para realizar outros tipos de extorsões e golpes. Nunca sabemos a real intenção do meliante”, destacou o delegado-chefe.

    Usados - Alguns cuidados também devem ser tomados ao adquirir um celular usado. A compra deve ser feita sempre mediante apresentação de nota fiscal e do número de Imei. “As compras e vendas entre particulares devem seguir o mesmo protocolo, pois caso o celular tenha alguma relação com crimes, quem estiver na posse pode ser penalizado. O crime de receptação, por exemplo, pode resultar em até quatro anos de prisão ao acusado”, disse.

  • Caso de 2015

    Polícia prende suspeito de atirar contra enteados em Rio Branco do Sul; um deles morreu

    Polícia prende suspeito de atirar contra enteados em Rio Branco do Sul; um deles morreu
    (Foto: Polícia Civil-PR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) cumpriu dois mandados de prisão preventiva contra um homem de 47 anos suspeito de homicídio e tentativa de homicídio contra dois enteados. A prisão aconteceu no bairro Tranqueira, em Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba.

    Os crimes aconteceram no dia 7 de outubro de 2015, no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Rio Branco do Sul. Na ocasião o homem havia discutido com o enteado de 16 anos e efetuado um disparo de espingarda contra ele. O adolescente foi atingido na perna, mas conseguiu fugir do local.

    Na sequência, o outro enteado do suspeito, um rapaz de 19 anos, teria ido até o homem para conversar. Conforme apurado, a vítima teria pedido para que ele se acalmasse e não machucasse o irmão. Mas, o suspeito não aceitou o pedido do jovem e ainda atirou contra ele. O jovem faleceu no local.

    Além dos mandados de prisão por homicídio qualificado e tentativa de homicídio, o homem também tinha um mandado de prisão condenatória por porte ilegal de arma de fogo. Ele já tinha antecedentes criminais por injúria, lesão corporal e ameaça.

    O suspeito está preso na Cadeia Pública de Rio Branco do Sul, onde permanece à disposição da Justiça.

  • Homem rouba carro, provoca acidente e se dá mal em Curitiba

    Um homem se deu mal na noite desta quinta-feira (12) e acabou preso depois de provocar um acidente, no bairro Hauer, em Curitiba. Pouco antes, ele havia roubado um carro, com o qual causou o acidente.

    O roubo ocorreu no bairro Boqueirão. O homem assaltou outro homem no meio da rua e levou a Renault Duster dele. Em seguida à ocorrência, policiais militares o perseguiram pela rua Anne Frank. Nas proximidades do terminal Hauer, ele bateu em um caminhão e, para tentar fugir, largou o carro no meio da rua.

    Segundo testemunhas, o homem invadiu o terminal e estava com ferimentos provocados pelo acidente. E por isso acabou preso sem muita dificuldade por agentes da Guarda Municipal. O homem foi encaminhado a uma delegacia para os procedimentos de praxe.

     

  • Caso Daniel

    Cristiana Brittes consegue habeas corpus e vai deixar prisão com tornozeleira

    Cristiana Brittes consegue habeas corpus e vai deixar prisão com tornozeleira
    (Foto: Franklin de Freitas/Arquivo Bem Paraná)

    A Justiça acatou pedido da defesa de Cristiana Brittes, umas das acusadas no caso da morte do jogador Daniel Corrêa Freitas, e ela vai deixar a prisão. O habeas corpus foi concedido nesta quinta-feira (12) pela Justiça em São José dos Pinhais. Mas, Cristiana terá que usar tornozeleira eletrônica. Agora ela poderá responder em liberdade enquanto a Justiça decide se os acusados irão à Júri popular ou não.

    Na semana passada a Justiça ouviu os sete acusados no caso.

    Em agosto, a filha de Cristiana, Allana, já havia conseguido esse mesmo benefício e deixou a prisão. Cristiana e seu marido, Edison Brittes — asssassino confesso de Daniel — estão presos em São José dos Pinhais desde outubro de 2018.

  • TRÁFICO INTERNACIONAL

    Receita Federal realiza apreensão de 608 quilos de cocaína no Porto de Paranaguá

    Receita Federal realiza apreensão de 608 quilos de cocaína no Porto de Paranaguá
    (Foto: Divulgação / Receita Federal)

    A Receita Federal realizou mais uma apreensão de cocaína no Porto de Paranaguá. Na noite desta quarta-feira (11/9) foram apreendidos 608 quilos de cocaína em uma carga de feijão, que teria como destino o Porto de Algeciras, na Espanha. A droga foi detectada com o uso do scanner no momento da entrada do contêiner no Porto.

    Esta é a terceira apreensão realizada apenas no mês de setembro. A primeira aconteceu no dia 3/9 quando foram localizados 165 quilos de cocaína em um contêiner contendo frango congelado que teria como destino o porto de Rotterdam, na Holanda. A segunda foi no dia 5, tendo sido apreendidos 756 quilos de cocaína em uma carga de amendoim a granel que iria para o Porto de Algeciras, na Espanha.

    A Receita Federal já soma 11.403 quilos de cocaína apreendida somente no Porto de Paranaguá no ano de 2019. As drogas apreendidas foram encaminhadas para a Polícia Federal, responsável por conduzir as investigações.

  • OPERAÇÃO DOORS

    Dois homens são presos em Curitiba suspeitos de integrar grupo de hackers

    Dois homens são presos em Curitiba suspeitos de integrar grupo de hackers
    Dois jovens foram presos nesta manhã de quinta-feira, 12, em um prédio no bairro Alto da XV, em Curitiba. Eles são suspeitos de integrarem um grupo de hackers. Segundo moradores do prédio, localizado à rua Benjamin Constant com Saldanha da Gama, os dois teriam alugado a cobertura do prédio há cerca de três meses e seriam oriundos da cidade de Campo Mourão, interior do Paraná a 460 quilômetros de Curitiba.

    A prisão foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Paraná. O mandado de prisão no âmbito da operação "Open Doors”, que apura crimes praticados por um grupo de hackers. Além do mandado de prisão, também foram cumpridos no Paraná cinco mandados de busca e apreensão (dois em Curitiba, dois em Campo Mourão e um em Ponta Grossa).

    Foram apreendidos em Curitiba – no apartamento do hacker preso – mais de R$ 600 mil e dois 2 veículos. Em Campo Mourão foram apreendidos três veículos e cerca de R$ 38 mil, além de cartões bancários e equipamentos.

    Os mandados foram expedidos pelo Juízo de Barra Mansa, no Rio de Janeiro, e integram operação deflagrada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. Também são cumpridos mandados nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e São Paulo.

    De acordo com as investigações, os hackers praticavam crimes patrimoniais, como a subtração de valores de contas bancárias de terceiros por meio de transações fraudulentas realizadas em sites falsos.

    Operação Nacional

    A “Open Doors” é uma das operações que ocorrem nesta quinta-feira (12) e faz parte de ação nacional de enfrentamento à corrupção e à lavagem de dinheiro deflagrada em nove estados pelos Ministérios Públicos estaduais. As ações regionais acontecem no Amazonas, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, São Paulo e Sergipe e são promovidas pelos Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaecos).

  • Crime bárbaro

    Mãe e bebê de apenas 10 meses são assassinados dentro de casa no interior do Paraná

    Mãe e bebê de apenas 10 meses são assassinados dentro de casa no interior do Paraná
    (Foto: Redes sociais)

    Os corpos de uma mãe e sua filha, de apenas 10 meses, foram encontrados dentro de umacasa em Cascavel, no oeste do Paraná, na tarde desta quarta (11).  Segundo informações da polícia, as duas estavam com sinais de enforcamento e esganadura. Silvia Caroline França, 24 anos, e  Ana Lis França, 10 meses, foram encontradas por uma amiga, que resolveu ver como estava a amiga após dias sem notícias. Foi recebida pelo namorado dela, um tatuador de 25 anos, que acabou preso suspeito do crime.  Exames preliminares indicam que as duas estava mortas há pelo menos 24 horas. 

DESTAQUES DOS EDITORES