Noticiário policial produzido pela equipe do Portal Bem Paraná

  • Briga no Pilarzinho

    Justiça manda soltar guarda de Curitiba suspeito de homicídio e homicídio tentado

    (Foto: Reprodução/PCPR)

    Nesta sexta-feira (1), o juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Capital Paranaense, a pedido da defesa, revogou a prisão preventiva de um guarda municipal de Curitiba, suspeito de um homicídio e de uma tentativa de homicídio, após briga em um bar no bairro Pilarzinho, em Curitiba, no dia 16 de junho. As informações são da defesa do guarda.

    A defesa afirma que a decisão judicial foi acertada, pois não existia qualquer elemento que pudesse justificar a prisão, sendo que ele mesmo, um dia após o fato, se apresentou espontaneamente perante a Delegacia de Homicídios de Curitiba e entregou a arma usada.

    O juiz determinou ainda que o GM deva apenas exercer sua função pública no âmbito administrativo, entre restrições outras menos gravosas.

    O Guarda Municipal permanece à disposição da justiça e comparecerá em todos os atos do processo.

    No dia 21 de junho, a Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu o guarda. Na briga do dia 16, um homem de 41 anos morreu e feriu outro. O suspeito, o guarda municipal, foi preso durante a ação da PCPR. Segundo a Polícia Civil, as diligências contaram com o apoio da Corregedoria da Guarda Municipal.

  • Atlas da violência

    Paraná registra queda de 41,7% na taxa de homicídios de mulheres

    Em números absolutos, em 2009 foram registrados 331 homicídios de mulheres no Paraná e, em 2019, 204, uma redução de 38,4%
    Em números absolutos, em 2009 foram registrados 331 homicídios de mulheres no Paraná e, em 2019, 204, uma redução de 38,4% (Foto: Fábio Dias/AEN)

    Com redução expressiva nos números de homicídios de mulheres e negros, o Paraná foi destaque nacional no Atlas da Violência, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). O documento, que contém levantamento dos crimes relacionados a mortes nos estados e no Distrito Federal em 2019, foi divulgado nesta semana.

    O Paraná registrou ainda queda de 41,7% na taxa de homicídios de mulheres na década mencionada (2009 a 2019), ficando atrás apenas de dois estados: Espírito Santo (-59,4%) e São Paulo (-42,9%). Em números absolutos, em 2009 foram registrados 331 homicídios de mulheres no Paraná e, em 2019, 204, uma redução de 38,4%.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Tráfico

    No Paraná, Gaeco e PM cumprem 43 mandados em ação contra o crime organizado

    Operação Balestilha
    Operação Balestilha (Foto: Divulgação/comunicacao.mppr.mp.br)

    O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, e a Polícia Militar cumprem nesta sexta-feira, 1ª de julho, 17 mandados de prisão preventiva e 26 mandados de busca e apreensão na Operação Balestilha. A ação foi desencadeada a partir de investigações do Gaeco que apuram possíveis crimes de lavagem de dinheiro e tráfico de drogas e de armas envolvendo ao menos três células de uma organização criminosa.

    Conforme apurado, os investigados atuariam no transporte de drogas a partir de Toledo e Cascavel, no Oeste do estado, tendo como destino a capital, onde as diferentes células se ocupariam da distribuição e venda das drogas, especialmente no Bairro Alto e na Cidade Industrial de Curitiba.

    Entre os 17 alvos dos mandados de prisão, estão cinco mulheres (esposas e familiares de investigados, também envolvidas no empreendimento criminoso). Três dos alvos já cumprem pena (dois em regime semiaberto e um em penitenciária federal).

    Os 26 mandados de busca e apreensão são cumpridos em oito cidades: Curitiba (seis mandados), Toledo (cinco), Cascavel (cinco), Campo Largo (cinco), Campo Magro (dois), Ouro Verde do Oeste (um), São José dos Pinhais (um) e Araucária (um).

    Todos os mandados foram expedidos pelo Juízo da 3ª Vara Criminal de Curitiba, que determinou ainda a apreensão de 12 veículos e a anotação de restrição de venda sobre outro veículo.

  • Morte

    Polícia prende segundo suspeito de latrocínio contra diretor de obras da prefeitura de Curitiba

    (Foto: Reprodução)

    A Polícia Civil do Paraná prendeu o segundo suspeito de latrocínio contra Augusto Meyer Neto, diretor do Departamento de Pontes e Drenagem, da Secretaria Municipal de Obras Públicas. A captura aconteceu nesta quinta-feira (30). O primeiro suspeito de envolvimento no caso foi preso no dia 24 de junho deste ano.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Violência

    Polícia prende dois torcedores do Coritiba por agressão. Relembre o caso

    (Foto: Reprodução)

    A Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (Demafe), da Polícia Civil, prendeu na manhã desta quinta  (30) dois torcedores do Coritiba suspeitos de terem roubado e agredido um torcedor do Athletico no dia 18 de junho deste ano em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, um dia antes do clássico Athletiba.

    Como mostram imagens de câmeras de segurança do estabelecimento, a vítima foi agredida com chutes e socos.  O crime aconteceu em uma distribuidora de bebida e o atendente estava com uma camisa da torcida organizada do Athletico. 

    Segundo informações da delegacia, o terceiro agressor e o quarto homem, que dirigia o veículo, podem ser presos até sexta (30).

    <iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/nxkJFL-SkTc" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>
  • Condições desumanas

    Polícia interdita asilo clandestino e resgata 10 idosos na Grande Curitiba

    (Foto: Divulgação)

    Um asilo clandestino foi interditado na tarde desta quinta (30) em Colombo, na Região metropolitana de Curitiba. Segundo informações da polícia, dez idosos estavam no local em condições insalubres, desnutridos e mantidos apenas com água. O local era apertado, 4 m², com colchões no chão e estava bastante sujo. As famílias pagam uma mensalidade de R$ 1.200 por idoso. 

    A polícia chegou ao local depois que vizinhos fizeram denúncias. De acordo com as denúncias, os vizinhos ouviram idosos sendo agredidos.  O local foi fechado. As vítimas foram atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e e encaminhadas para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alto Maracanã. Depois, eles serão encaminhados para abrigos da Prefeitura de Colombo, até que seja definido para qual lugar os idosos irão. 

  • Medidas protetivas

    Polícia prende homem por estupro, lesão corporal e tortura da própria esposa na Grande Curitiba

    (Foto: Fabio Dias/PCPR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu preventivamente um homem, de 35 anos, por estuprar, agredir e torturar a esposa, de 32. A prisão foi realizada na terça-feira (28), no bairro São Dimas, em Colombo, Região Metropolitana de Curitiba.

    Após agressões ocorridas em maio, a mulher registrou boletim de ocorrência e na sequência foi concedida medida preventiva de urgência. A vítima sofria agressões físicas e psicológicas há 9 anos.

    O homem possui passagem policial por roubo e furto.

  • Tráfico de drogas

    PM localiza mais um laboratório de cocaína no Paraná, desta vez no Litoral

    (Foto: Divulgação/PMPR)

    No final da tarde de terça-feira (28), uma ação da Polícia Militar resultou na prisão de dois homens e na apreensão de 12 kg de cocaína, além de equipamentos utilizados na manufaturação da droga, no Bairro Vila Divinéia, em Paranaguá. Nesta semana policiais militares também encontraram um laboratório de preparação de cocaína no Bairro Alto, em Curitiba.

    De acordo com o relato, às 17h40min, uma equipe da ROTAM (Rondas Ostensivas Tático Móvel) realizava patrulhamento ostensivo preventivo pela região, quando recebeu denúncia sobre dois homens, suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas no Litoral do Estado, que haviam desembarcado de um automóvel e entrado em uma casa carregando sacolas nas mãos, em atitude suspeita. O local foi apontado na delação como sendo um laboratório de produção de cocaína.

    Os policiais abordaram os denunciados quando saíam com o veículo da frente do endereço. Durante a averiguação a guarnição encontrou e apreendeu 4 kg de cocaína que estava dentro do carro. A droga estava dividida em tabletes e, de acordo com um dos abordados, seria transportada e entregue para os compradores em Curitiba, ao valor de R$ 60 mil.

    Diante do flagrante e com a confirmação dos indivíduos de que o imóvel era utilizado como laboratório para o preparo do entorpecente, os policiais militares entraram na propriedade e, após uma breve inspeção, localizaram e apreenderam mais porções de cocaína, totalizando 12 kg da droga, 2 prensas hidráulicas, 1 balança de precisão, 3 litros de éter, várias embalagens plásticas e 1 aparelho de telefonia celular.

    Em virtude dos fatos, os envolvidos, de 28 e 31 anos de idade, receberam voz de prisão e, em seguida, foram encaminhados, com o automóvel e os produtos apreendidos, até a 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá (1ª SDP), para a adoção dos procedimentos legais cabíveis ao caso.

  • Grande Curitiba

    Homem é preso por estupro, lesão corporal e tortura em Colombo

    (Foto: PCPR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu preventivamente um homem, de 35 anos, por estuprar, agredir e torturar a esposa, de 32. A prisão foi realizada na terça-feira (28), no bairro São Dimas, em Colombo, Região Metropolitana de Curitiba.

    Após agressões ocorridas em maio, a mulher registrou boletim de ocorrência e na sequência foi concedida medida preventiva de urgência. A vítima sofria agressões físicas e psicológicas há 9 anos.

    O homem possui passagem policial por roubo e furto.

  • Acidente

    Carreta em L interrompe trânsito na BR-277, sentido Curitiba

    (Foto: Divulgação PRF-PR)

    Um acidente envolvendo três veículos interditou a BR 277, sentido Curitiba, na altura do km 43, em Morretes, Litoral do Paraná. A pista ficou totalmente interditada por cerca de 40 minutos, 

    A carreta ficou em L  no meio da rodovia, após tentar fazer a curva. Não há informações de feridos. 

    Mais informações em breve. 

  • Crime

    Suspeito de feminicídio ocorrido em 2014 é preso em Curitiba

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu um homem suspeito do feminicídio contra Antuélipa Cristina Bueno Leite, ocorrido em 2014, em Curitiba. A prisão foi realizada na quarta-feira (29), em Curitiba.

    CRIME

    Leite estava desaparecida desde o dia 22 de maio de 2014, após sair do trabalho com o suspeito, com quem mantinha um relacionamento. No ano passado, os ossos da vítima foram encontrados durante a demolição da casa em que o autor do crime morava na época dos fatos.

    De acordo com as investigações, o suspeito planejou a morte da vítima. Ele comprou a arma de fogo, pediu demissão do emprego, vendeu o veículo e teria fugido para Rondônia. O motivo do crime está ligado a uma possível traição.

  • De 2017 a 2022

    PCPR apresenta resultados de operação no combate a crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes na internet

    (Foto: PCPR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) apresenta, nesta quinta-feira (30), os resultados da Operação ‘Luz na Infância 9’.

    A ação faz parte de uma mobilização nacional para combater crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes na internet e foi articulada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi).

    Na Operação Luz na Infância 9, a Polícia Civil do (ESTADO) realizou buscas e apreensões no Estado. Operação ‘Luz na Infância 9’ faz parte de mobilização internacional coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública em todo o país e na Argentina, Costa Rica, Equador, Estados Unidos, Panamá e Paraguai.

    Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos no Brasil e em mais seis países: Argentina, Estados Unidos, Costa Rica, Paraguai, Panamá e Equador.
    Houve a colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Homeland Security Investigations (HSI).

    Balanço das Operações
    Em suas oito edições anteriores, realizadas entre 2017 e 2021, a ‘Luz na Infância’ já cumpriu mais de 1.600 mandados de busca e apreensão e prendeu cerca de 760 suspeitos de praticarem crimes cibernéticos de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes em todo o Brasil e nos países participantes da ação.
    Os resultados das operações anteriores foram os seguintes:

    Luz na Infância 1: 20 de outubro de 2017. Foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. Foram presas 108 pessoas.

    Luz na Infância 2: 17 de maio de 2018. As Polícias Civis dos Estados cumpriram 579 mandados de busca, resultando na prisão de 251 pessoas.

    Luz na Infância 3: 22 de novembro de 2018. Operação deflagrada no Brasil e na Argentina com o cumprimento de 110 mandados de busca, resultando na prisão de 46 pessoas.

    Luz na Infância 4: 28 de março de 2019. Operação deflagrada em 26 estados e no Distrito Federal resultou no cumprimento de 266 mandados e 141 pessoas presas.

    Luz na Infância 5: 04 de setembro de 2019. Operação deflagrada em 14 estados e do Distrito Federal, além dos Estados Unidos, Paraguai, Chile, Panamá, Equador e El Salvador. A ação resultou no cumprimento de 105 mandados e 51 pessoas presas.

    Luz na Infância 6: 18 de fevereiro de 2020. Operação envolveu policiais civis de 12 estados, além dos Estados Unidos, Colômbia, Paraguai e Panamá. Foram cumpridos no Brasil e nos quatro países 112 mandados de busca e apreensão.

    Luz na Infância 7: 06 de novembro de 2020. Operação envolveu policiais civis de 12 estados, além dos Estados Unidos, Argentina, Paraguai e Panamá. Foram cumpridos no Brasil e nos quatro países 136 mandados de busca e apreensão.

    Luz na Infância 8: 09 de junho de 2021. Operação envolveu policiais civis de 18 estados, além dos Estados Unidos, Equador, Argentina, Paraguai e Panamá. Foram cumpridos no Brasil e nos quatro países 176 mandados de busca e apreensão.

  • Violência

    Mulher é esfaqueada e estuprada no Jardim das Américas, em Curitiba; suspeito já foi preso

    (Foto: Divulgação)

    Uma jovem de 26 anos foi esfaqueada e estuprada na manhã desta quarta (29) quando chegava em casa no Jardim das Américas, em Curitiba. Ela tinha levado a filha na filha e quando retornou encontrou o suspeito em casa. De acordo com informações da Polícia Militar, ele foi preso nas redondezas e encaminhado à Central de Flagrantes. Segundo depoimento do suspeito, ele teria entrado na casa com objetivo de roubar.

    A vítima foi encaminhada o Hospital do Trabalhador.

  • Para venda

    Polícia descobre 'laboratório' de mistura de cocaína em Curitiba

    (Foto: Divulgação/PMPR)

    Policiais militares descobriram um local onde era realizado a preparação de cocaína para venda em Curitiba. Foi na noite de terça-feira (28). Durante patrulha no Bairro Alto, os policiais perceberam uma dupla deixando um estabelecimento comecial. Mas, quando viram a viatura policial eles demonstraram nervosismo e entraram rapidamente em um veículo.

    Os policiais suspeitaram do comportamento e fizeram a abordagem aos dois. Durante busca, foi localizado abaixo do banco do motorista um invólucro contendo aproximadamente 84 gramas de substância análoga a cocaína, e um compartimento oculto no painel, contendo resquícios de substância análoga a cocaína.

    O condutor do veículo indicou local no qual mais materiais ilícitos estariam armazenados. Os policiais foram até lá e encontraram substâncias entorpecentes, além de prensas, máquina de solda, balanças de precisão, liquidificador com resquícios de cocaína e todo o material necessário para preparo, mistura e comercialização da droga.

    Os suspeitos receberam voz de prisão e foram encaminhados para procedimentos de polícia judiciária juntamente com os materiais apreendidos.

  • Policiamento

    Polícia Militar lança ação permanente de fiscalização em áreas rurais do Paraná

    (Foto: PMPR)

    A Polícia Militar do Paraná lançou nesta semana uma ação permanente de segurança rural. São 228 militares estaduais atuando em todo o Estado, distribuídos em 76 equipes de Patrulha Rural Comunitária. Eles vão executar ações e operações de enfrentamento à criminalidade para levar tranquilidade e qualidade de vida à população das áreas rurais do Estado.

    O objetivo é intensificar o policiamento ostensivo em distritos e estradas rurais, realizar ações preventivas e repressivas em pontos e localidades através de patrulhamentos, bloqueios, visitas às propriedades e demais demandas da segurança pública. Outro objetivo é aproximar a população desses policiais nos respectivos distritos mais afastados dos centros urbanos.

    Esta modalidade de policiamento previne e reprime a incidência de furto/roubo a cooperativas e propriedades rurais, otimizando o tempo de resposta. Também tem como foco atuar contra o chamado “novo cangaço”, “cangaço noturno” ou em locais que precisam de resposta rápida.

    A operação da Polícia Militar acontecerá em áreas que tenham índices criminais altos, conforme levantamento prévio nos sistemas utilizados pela corporação (Business Intelligence, CAPEGEO, SiscopWeb, BOU, dentre outros).

  • Efetivo

    Mais 100 investigadores vão reforçar a Polícia Civil do Paraná a partir de 2023

    (Foto: AEN)

    Cem investigadores aprovados no concurso da Polícia Civil do Paraná (PCPR) deverão compor o quadro da instituição a partir de 2023. Os futuros servidores, que ocupam as vagas remanescentes do concurso público de 2020, serão chamados através do Programa de Reposição Permanente da PCPR. O projeto terá início em 2023 e garante a contratação anual de policiais civis.

    O delegado-geral da PCPR, Silvio Jacob Rockembach, explica que o programa será fundamental para a instituição. “Na medida em que for implementado, garante a contratação anual. Não só de números correspondentes de quem aposentou, mas vagas a mais, para que a gente reduza o percentual de vacância que existe dentro deste contexto o mais rápido possível, com objetivo de chegar ao efetivo necessário para cumprimento das missões com mais eficiência e agilidade”, conclui.

    Nesta semana, o governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou a convocação de 400 novos profissionais, sendo 150 delegados, 200 investigadores e 50 papiloscopistas – com esses novos 100, serão novos 500 servidores, no mínimo, pois o número pode ser ampliado.

    O anúncio preenche as vagas previstas em edital para a carreira de papiloscopista e excede em 100 as vagas previstas para o cargo de delegado, decisão estratégica que tem como objetivo atender a necessidade de todas as comarcas do Estado.

    As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de classificação. A validade do certame é de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

    Após a convocação, os candidatos participarão do curso de formação na Escola Superior da Polícia Civil. O planejamento é que ainda neste ano os novos policiais civis estejam atuando nas delegacias de polícia de todo o Estado.

    CONCURSO – Na lista de classificados divulgada pela Polícia Civil, constam 2.247 candidatos, sendo 376 para o cargo de delegado de polícia, 1.524 para o cargo de investigador de polícia e 347 para o de papiloscopista. Ao todo, 106.506 candidatos se inscreveram para o concurso da instituição.

  • Operação

    Cinco integrantes de quadrilha de roubo de cargas são presos na Grande Curitiba

    (Foto: PRF-PR / Divulgação)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam preventivamente cinco integrantes de uma organização criminosa envolvida em roubos de cargas, na manhã de terça-feira (28), em Curitiba e Região Metropolitana.

    Durante o cumprimento dos oito mandados de prisão, um dos alvos fugiu. Outros dois estão foragidos. Também foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão, sendo que em um dos locais foi localizado um bloqueador de sinal.

    As investigações continuam a fim de localizar outros envolvidos.

    INVESTIGAÇÃO

    As investigações de alta complexidade tiveram início em janeiro, após uma ação policial em que três criminosos foram presos.

    Na ocasião, os indivíduos renderam o motorista de um caminhão carregado, enquanto ele dormia em um posto de combustíveis, na Cidade Industrial de Curitiba.

    Os criminosos foram presos em flagrante no momento que roubavam 37 toneladas de farelo de soja.

  • Mata Atlântica

    Força Verde descobre e autua desmatamento na Grande Curitiba

    (Foto: Divulgação/PMPR)

    Na segunda-feira (27), a Polícia Militar, por intermédio do Batalhão de Polícia Ambiental Força Verde, atendeu a uma denúncia pelo número 181, no município de Campo Largo, sobre possível desmatamento.

    A equipe constatou dano em vegetação secundária em estágio médio de regeneração do Bioma Mata Atlântica, contendo em seu interior espécies especialmente protegidas (Araucária) em área correspondente a 3.275 ha.

    Ainda foi constatado o funcionamento de obra com movimentação de solo totalizando 0.197 ha e extração de minério (saibro), sem licenciamento do órgão ambiental.

    Como resultado, foram emitidos três autos de Infração Ambiental no valor toral de R$ 55 mil e uma propriedade embargada. O caso também foi encaminhado ao Ministério Público.

  • Morador de rua é encontrado morto na Grande Curitiba

    (Foto: Guarda Municipal de Fazenda Rio Grande)

    Um homem em situação de rua foi encontrado morto na manhã desta terça (28) na rua Macedônia, em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba. O corpo estava em frente a um comércio ao lado da Praça Praça Brasil.

    De acordo com informações da  Guarda Municipal, o  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local e constatou o óbito. O corpo foi encaminhado para o  Instituto Médico Legal (IML) para identificação.