• 19/07/2018

    Preso homem que cobrava `pedágio` de prostitutas e travestis no Boqueirão

    O delegado-adjunto da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), Emmanoel David, irá apresentar um homem nesta sexta (20), de 43 anos, suspeito de extorsão. Segundo as investigações, o homem estaria cobrando um "”pedágio" para que mulheres e travestis pudessem se prostituir nas ruas do bairro Boqueirão, em Curitiba. Conforme apurou a polícia, o suspeito assumiu a cobrança do "pedágio do sexo" depois que um casal foi preso pelo mesmo crime, em 07 de maio desse ano.

    O homem foi preso em flagrante, no momento em que realizava a cobrança de duas garotas de programa.

  • 19/07/2018

    Polícia prende mais um suspeito de assassinato em Almirante Tamandaré

     

    A equipe da Polícia Civil cumpriu na última terça-feira (17/07) um mandado de prisão temporária contra Daniel Ferreira de Souza Junior, de 20 anos, pelo crime de homicídio qualificado e tentativa de homicídio. A prisão do suspeito dá continuidade às investigações do caso em que duas pessoas foram alvejadas durante uma confraternização, em 31 de janeiro de 2018, no bairro Chico Mendes, em Almirante Tamandaré.

    De acordo com o delegado responsável pelo caso, Tito Livio Barichello, as vítimas teriam visto os suspeitos praticando furtos de veículos e contado para terceiros, o que motivou o crime. “Com o intuito de calar as vítimas, os suspeitos desferiram diversos disparos com arma de fogo contra as vítimas, tirando a vida de Gelson Hartmann e deixando uma adolescente gravemente ferida - alvejada com quatro tiros na boca” esclareceu o delegado.

    A vítima sobrevivente reconheceu o primeiro suspeito, Cristiano Gustavo da Silva Santana, de 21 anos, preso no dia 02 de junho de 2018. Ele já possuía antecedentes criminais  e agora cumpre prisão preventiva pelo crime de homicídio qualificado e tentativa de homicídio. 

    Após a adolescente receber alta médica a equipe policial novamente apurou informações onde ela reconheceu outros dois suspeitos, sendo um adolescente e Daniel, que foi identificado como suspeito dos disparos e dono da arma.

    Durante a ação, os policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão na residência do suspeito a fim de localizar a arma utilizada no crime, porém não foi localizada. As investigam seguem. 

    O suspeito responderá pelo crime de homicídio qualificado. Na delegacia ele preferiu permanecer calado. Ele aguarda à disposição da Justiça.

  • 19/07/2018

    IML recebe radiografia de arcada dentária de gerente financeiro desaparecido no Bacacheri

    IML recebe radiografia de arcada dentária de gerente financeiro desaparecido no Bacacheri
    (Foto: Facebook)

    O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba recebeu na manhã desta quinta (19) a radiografia da arcada dentária do gerente financeiro Fabio Royer, de 42 anos, Ele está desaparecido desde a última segunda-feira (16) e um carro com as mesmas características que o seu foi encontrado queimado na quarta (18) em Guaraituba, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. 

    Segundo informações da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), a identificação deverá ser realizada por examede  DNA, por causa da condição do corpo encontrado.

    Fábio desapareceu na noite de segunda, quando saiu de sua casa no bairro Bacacheri, em Curitiba, para ir até uma farmácia comprar uma bomba de asma para o filho. Fábio é gerente financeiro de uma loja de móveis e é funcionário licenciado do Banco do Brasil.

    A Divisão de Homicídios de Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil investiga o caso.

  • 19/07/2018

    Operação desbarata quadrilha de roubo de carros que agia em Curitiba, Guarapuava e Londrina

    Na manhã desta quinta-feira, 19 de julho, agentes do núcleo de Guarapuava (Centro-Sul paranaense) do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Polícia Civil realizam ação conjunta para cumprimento de 14 mandados de prisão preventiva e 16 mandados de busca e apreensão.

    Os mandados de prisão preventiva são dirigidos a oito homens e seis mulheres, dentre os quais sete têm envolvimento com crimes já apurados em inquérito ou ação penal. As buscas (14 em Guarapuava e duas em Londrina) são realizadas em dez residências e seis locais comerciais.

    Investigações paralelas em Curitiba e Guarapuava apuraram que a organização criminosa comprava veículos roubados principalmente em Curitiba e Região Metropolitana e ocultava-os em Guarapuava, adulterando os sinais e obtendo documentos falsos de automóveis com as mesmas especificações. Em seguida, os carros eram anunciados em sites de venda na internet.

    Entre os crimes da organização criminosa, estão receptação, adulteração de sinais de veículos, falsificação de documentos e estelionato. Ainda não foram identificados os autores dos roubos, provavelmente encomendados pelos receptadores.

    Um policial militar que acessava o banco de dados do Estado foi afastado da função por ser suspeito de passar informações aos criminosos.

  • 19/07/2018

    Denarc estoura biqueira de drogas no Pilarzinho e prende até a sogra do traficante

    Denarc estoura biqueira de drogas no Pilarzinho e prende até a sogra do traficante
    (Foto: Facebook)

    Uma casa que era usada para o tráfico de drogas no bairro Pilarzinho em Curitiba foi descoberta numa ação deflagrada no fim da tarde desta quarta-feira (18) pela Divisão de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil do Paraná.

    Duas casas dividem o mesmo terreno. Na casa dos fundos mora o casal Diego Eduardo Saboretti Paulieli, de 28 anos, e a mulher Andressa Rafaela de Souza Pantaleão, 24. Na residência da frente mora Nanci Helena de Souza Pantaleão, de 61 anos, sogra de Diego. 

    Depois de receber denúncias anônimas que as casas funcionavam como uma biqueira de drogas, policiais do Denarc foram até o local e, com ajuda de cães farejadores, encontraram na casa do casal 600 gramas de crack, 550 gramas de cocaína, três balanças de precisão, uma pistola Glock com três carregadores, sendo um deles alongado, munição e R$ 32,5 mil em espécie. Já na residência de Nanci, os policiais da Denarc encontraram o dinheiro que estava escondido dentro de uma almofada e ainda 25 porções de maconha embaladas para venda.
     
    Os policiais da Denarc chegaram a encontrar buchas de cocaína dentro de um urso de pelúcia que estava no quarto do filho de Diego e Andressa. 

    O que surpreendeu os policiais da Denarc foi que há dois meses Diego e Andressa foram presos pela Polícia Militar também com drogas dentro de casa. Mas no dia seguinte, o casal foi solto por determinação da Justiça. 

    “Ao entrarmos na casa percebemos que mesmo depois de presos por tráfico eles retomaram a atividade e não se preocuparam nem em trocar de endereço. Diante da permanente entrada e saída de pessoas na residência, e também por denúncias anônimas, efetuamos a prisão dos três e ainda apreendemos as drogas e matérias usados para o tráfico”, explicou a delegada adjunta da Denarc, Camila Ceconello. 

    Os três estão presos e responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico e, Diego Paulieli, também pelo porte ilegal de arma.

  • 19/07/2018

    Suspeito de matar homem em Almirante Tamandaré, em janeiro deste ano, é preso

    A polícia civil prendeu mais um suspeito pelo crime de homicídio que vitimou Gelson Hartmann e tentativa de homicídio contra a enteada, e 15 anos, no dia 31 de janeiro de 2018, em Almirante Tamadaré, município da Região Metropolitana de Curitiba, 

    Em junho, outro suspeito já havia sido preso. Segundo investigações, mais duas pessoas estariam envolvidas no crime, que foi motivado por represália à denúncias por parte das vítimas que teriam presenciado a ação do grupo em assaltos.

    O assassinato foi  no final da noite, por volta das 22h, na Rua Bracatinga, no bairro Chico Mendes. Segundo as testemunhas, um homem armado invadiu a casa da família dizendo que “cagueta tem que morrer” e começou a atirar.

     

  • 19/07/2018

    Tigre prende quadrilha de roubo a bancos e sequestros chefiada por ex-pastor evangélico

    Tigre prende quadrilha de roubo a bancos e sequestros chefiada por ex-pastor evangélico
    (Foto: Polícia Civil-PR)

    Sete pessoas de uma quadrilha suspeita de sequestrar gerentes de bancos nos estados do Paraná e Santa Catarina foram presas pelo Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), unidade de elite da Polícia Civil do Paraná, durante a “Operação Jaguar” – que contou com o apoio da Delegacia de Polícia Civil de Jaguariaíva. 

    Os policiais apreenderam um fuzil, três pistolas, um revólver, farta munição, três coletes a prova de bala, quase R$ 250 mil em espécie, balaclavas, luvas, além de 3,8 quilos de crack. Duas motos e cinco carros comprados com o dinheiro roubado foram apreendidos e outros quatro veículos roubados e/ou furtados pela quadrilha para o cometimento dos sequestros foram recuperados.
          
    A operação aconteceu em Curitiba, Matinhos, Ponta Grossa e Itajaí. Durante dois meses, os policiais do Tigre e da Delegacia de Jaguariaíva cumpriram sete mandados de prisão e outros 30 de busca e apreensão. Dois sequestros, um no Paraná e outro em Santa Catarina, foram impedidos graças à atuação dos policiais. 

    A quadrilha era chefiada por um suposto ex-pastor evangélico, identificado como sendo responsável por pelo menos dois sequestros no Estado do Paraná. O primeiro ocorrido em 23 de maio deste ano, na cidade de Jaguariaíva e o segundo, em 10 de julho, na cidade de Matinhos, Litoral do Paraná.

    A organização criminosa era extremamente especializada e segmentada. O modus operandi era sempre o mesmo: havia uma pessoa da cidade que era cooptada pela quadrilha para fazer o levantamento do local e da rotina do gerente do banco. Era ele que anotava rotas, dados familiares, horários, endereço da casa do gerente, bem como dados referentes a agência bancaria escolhida como alvo. Assim como propunha os caminhos a serem percorridos, locais de agrupamento dos membros da organização criminosa e para manutenção de reféns em cárcere privado, rotas de fuga e os pontos para que os veículos usados no crime fossem abandonados.
       
    Outra parte da quadrilha era responsável por abordar o gerente do banco no período da noite e manter a família dele em cativeiro. Normalmente este grupo ficava na casa do gerente, mantendo ele e a família incomunicável durante toda a noite. Do lado de fora permaneciam os “seguranças” do bando que faziam a vigilância no entorno da casa das vitimas, devendo avisá-los se houver movimentação policial nas imediações.

    Cabia ao chefe da quadrilha o papel mais importante. Normalmente ele chegava ao cativeiro horas depois da tomada dos reféns. Era ele que acompanhava o gerente até o banco, logo cedo, no dia seguinte à tomada de reféns. Os familiares só eram liberados depois que o gerente entrava na agência, pegava todo o dinheiro disponível e entregava ao líder da quadrilha.

    A última célula da quadrilha tinha como atribuição o plano de fuga, pela garantia da guarda dos valores até serem divididos, da forma acordada previamente, bem como responsáveis pela guarda das armas do bando e pelos locais de encontro para planejamento dos crimes.

  • 19/07/2018

    Casal morre atropelado em Mandirituba, motorista foge sem prestar socorro

    Um casal morreu nesta noite de quarta-feira, 18, ao ser atropelado no quilômetro 151 da BR-116, em Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba.

    Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista que os atropelou fugiu sem prestar socorro.

    O homem morreu no local. Já a mulher morreu quando já estava em atendimento na ambulância. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba.

     

  • 19/07/2018

    Uma pessoa morre e quatro ficam feridas em 2 acidentes com nove caminhões na BR-376

    Uma pessoa morre e quatro ficam feridas em 2 acidentes com nove caminhões na BR-376
    (Foto: PRF-PR)

    Uma pessoa morreu e outras quatro ficaram gravemente feridas em engavetamento envolvendo sete caminhões, na BR-376, em Ponta Grossa, na Região dos Campos Gerais, na noite desta quarta-feira, 18.  Segundo as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF-PR), na altura do km 501 e havia muita neblina na pista e, no mesmo local, foram resgistrados dois acidentes em um intervalo de pouco mais de seis horas.

    O primeiro acidente, sem vítima, envolvendo dois caminhões (Ford/Cargo de Paranavaí/PR e M Benz/Atego 2425 de Marialva/PR), foi resultado de uma camada espessa de fumaça que envolveu o trecho da rodovia e reduziu a visibilidade no local.

    No outro acidente, ocorreu uma colisão traseira múltipla, resultando em 2 feridos graves, 2 feridos leves e um óbito. Envolveu 7 (sete) caminhões: 

    - VW/30330, com placas de São José/SC;

    - Volvo FH 440 de Ponta Grossa/PR: óbito do condutor, 52 anos, morador de Ponta Grossa/PR, e lesões em dois passageiros, seus netos, de 15 anos (lesões leves) e de 8 anos (lesões Graves), os quais foram socorridos pelo SAMU e encaminhados ao Hospital Regional de Ponta Grossa;

    - Scania/P310, de São José/SC

    - MBenz 1938 S, de Curitiba/PR;

    - Scania/G380 de Pitanga/PR: lesões leves no condutor, 39 anos, socorrido pelo SIATE e encaminhado para o Pronto Socorro de Ponta Grossa;

    - Scania R124 V7 de Imbituva/PR;

    - M Benz/L1519 de Guarapuava/PR: lesões graves de seu condutor, 46 anos,  socorrido pelo SIATE e encaminhado para o Pronto Socorro de Ponta Grossa.

    Equipes da Concessionária Rodonorte, da Defesa Civil e da Guarda Municipal de Ponta Grossa auxiliaram a PRF no atendimento da ocorrência.  Rodovia permaneceu com interdição total no sentido Ponta Grossa (Norte) até as 06h30. No outro sentido, o trânsito fluiu lentamente.

     

DESTAQUES DOS EDITORES