• Boletins de ocorrência

    Por dia, pelo menos duas pessoas `desaparecem´ em Curitiba

    Por dia, pelo menos duas pessoas `desaparecem´ em Curitiba
    (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) elucidou 100% dos casos de desaparecimentos de adolescentes e adultos registrados entre janeiro e outubro desse ano em Curitiba. Ao todo, 823 boletins de ocorrência (BOs) relativos ao tema foram registrados no período. São pelo menos dois casos de desaparecimentos registrados por dia na capital paranaense. A agilidade nas investigações e a colaboração de familiares são essenciais para a conclusão dos procedimentos, que possuem mais chance de sucesso em curto prazo de tempo.

    A delegada Iara Laurek Dechiche afirma que todos os casos registrados em 2019 estão esclarecidos. “ “Desse ano não temos nenhum caso de desaparecimento que não tenha sido solucionado. Todos os crimes solucionados são referentes a adolescentes, de 12 a 18 anos de idade, e a adultos”, explica.

    BAIXA – Segundo a delegada, há situações em que os familiares não dão baixa no BO depois que o familiar aparece. Dos 823 boletins de ocorrência, 148 (18%) ainda não tiveram baixa, procedimento que deve ser feito na unidade policial pelas pessoas que comunicaram o desaparecimento.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Latrocínio

    Idosa é encontrada morta estrangulada no Alto da Glória

    Idosa é encontrada morta estrangulada no Alto da Glória
    (Foto: Colaboração)

    Um homem com foi preso nesta quarta (20) suspeito de um latrocínio que aconteceu na Avenida João Gualberto, no Alto da Glória.  Ele invadiu a casa de uma idosa, de 72 anos, a matou estrangulada com uma blusa e levou vários pertences. Segundo informações da Polícia Civil, a idosa morava sozinha e quem encontrou o corpo  na manhã desta quarta foi um cuidador que mora na casa dos fundos. O suspeito foi encontrado porque ele usava uma tornozeleira eletrônica, que revelou a sua presença na casa onde o crime aconteceu.

    O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). O suspeito foi encaminhado para a Central de Flagrantes e ficará à disposição da justiça. A Polícia Civil do Paraná (PCPR) investigará o caso.

  • Joalheria foi alvo

    Tentativa de assalto acaba com um morto em galeria tradicional no Centro de Curitiba

    Tentativa de assalto acaba com um morto em galeria tradicional no Centro de Curitiba
    Após a ocorrência, a galeria Lustoza foi isolada pela polícia (Foto: Colaboração)

    Uma tentativa de assalto acabou com um homem de 37 anos baleado e morto de dentro da Galeria Lustoza, Rua XV de Novembro, 556, no Centro de Curitiba, na tarde desta quarta (20). O suposto assaltante entrou na galeria e seguiu para a joalheria, onde, segundo informações preliminares da polícia, tentou roubar algumas peças na Garcia Jóias. Ele foi surpreendido por um dos seguranças e os dois entraram em luta corporal. O dono da joalheria então sacou a arma e disparou dois tiros, que acertaram o suposto assaltante. Os detalhes do crime ainda estão sendo investigados pela polícia. 

    A Polícia Militar isolou a galeria e ninguém entra ou sai do local. 

    Mais informações em breve

  • Contrabando

    PRF apreende duas carretas com R$ 6 milhões em cigarros na região de Guaíra

    PRF apreende duas carretas com R$ 6 milhões em cigarros na região de Guaíra
    (Foto: PRF-PR)

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 1,2 milhão de carteiras de cigarro em duas ocorrências registradas ontem (19) e hoje (20) na região de Guaíra, oeste do Paraná. Somadas, as duas cargas contrabandeadas do Paraguai têm valor de mercado estimado em R$ 6 milhões.

    No início da manhã desta quarta-feira (20), uma equipe da PRF abordou uma carreta bitrem no perímetro urbano de Guaíra. O motorista demonstrou nervosismo excessivo durante a abordagem, o que motivou os agentes a fazer uma verificação minuciosa do veículo.

    Abaixo de uma camada de grãos de milho, os policiais rodoviários federais encontraram cerca de 600 mil carteiras de cigarro. Com 39 anos de idade, o motorista foi preso em flagrante. À equipe da PRF, o preso disse que saiu de Caarapó (MS) e que levaria a carga ilícita até o Rio Grande do Sul.

    A segunda carreta havia sido apreendida na madrugada de ontem, na BR-163, em Toledo. Outras 600 mil carteiras de cigarro eram transportadas em um baú tipo frigorífico.

    Policiais rodoviários federais que retornavam de uma operação em Foz do Iguaçu desconfiaram da carreta, que transitava no sentido contrário, em alta velocidade.

    O motorista desobedeceu as ordens de parada. Após atravessar o pátio de um posto de combustíveis, ele parou o caminhão ao lado de uma área de mata, saltou da cabine e fugiu a pé.

    Buscas foram realizadas pelas imediações, mas o condutor não foi localizado. Na cabine foram encontrados documentos do veículo com indícios de adulteração. Tanto o caminhão quanto o semirreboque portavam placas falsas.

    A PRF encaminhou as duas ocorrências para as unidades da Polícia Federal e da Receita Federal em Guaíra. O crime de contrabando tem pena prevista de dois a cinco anos de prisão.

  • Balanço

    Polícia Civil elucida 100% dos desaparecimentos de pessoas em Curitiba

    Polícia Civil elucida 100% dos desaparecimentos de pessoas em Curitiba
    (Foto: AEN)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) elucidou 100% dos casos de desaparecimentos de adolescentes e adultos registrados entre janeiro e outubro desse ano em Curitiba. Ao todo, 823 boletins de ocorrência (BOs) relativos ao tema foram registrados no período. A agilidade nas investigações e a colaboração de familiares são essenciais para a conclusão dos procedimentos, que possuem mais chance de sucesso em curto prazo de tempo.

    A delegada Iara Laurek Dechiche afirma que todos os casos registrados em 2019 estão esclarecidos. “ “Desse ano não temos nenhum caso de desaparecimento que não tenha sido solucionado. Todos os crimes solucionados são referentes a adolescentes, de 12 a 18 anos de idade, e a adultos”, explica.

    BAIXA – Segundo a delegada, há situações em que os familiares não dão baixa no BO depois que o familiar aparece. Dos 823 boletins de ocorrência, 148 (18%) ainda não tiveram baixa, procedimento que deve ser feito na unidade policial pelas pessoas que comunicaram o desaparecimento.

    Iara enfatiza a importância tanto da comunicação do desaparecimento quanto da posterior sobre a localização da pessoa. “Ambas as comunicações podem ser feitas em qualquer delegacia física. O familiar precisa apenas levar um documento”, explicou.

    CASOS ANTIGOS– - Entre 2013 e 2018 a PCPR registrou 6.162 boletins de ocorrência de desaparecidos em Curitiba. Do total, 5.751 (96,3%) tiveram baixa e 411 (3,7%) continuam sem comunicação de parentes. A delegada da Polícia Civil afirma que a maioria dos 411 já foi solucionada, mas os casos ainda aparecem na estatística como “pendentes” justamente devido à falta de comunicação dos familiares quanto à localização dos desaparecidos no período.

    Iara explica que a Polícia Civil não pode dar baixa em um caso de desaparecimento sem que uma pessoa identificada como familiar do desaparecido vá até uma unidade policial. ““É uma questão de segurança. Não podemos dar baixa no caso sem a notícia do familiar, até porque envolve a segurança de quem fez a comunicação””, disse. A partir do momento que um caso é fechado, termina-se a investigação e o retrato do desaparecido é retirado de circulação.

    Não comunicar o aparecimento de uma pessoa também implica em dividir o trabalho de investigação entre aqueles que realmente estão desaparecidos e precisam de um empenho maior dos policiais civis.

    REGISTRO - – A notícia de desaparecimento deve ser feita assim que familiares notarem a ausência sem causa conhecida de uma pessoa. Não é necessário esperar 48 horas para fazer a comunicação; qualquer delegacia pode fazer o registro da ocorrência no Estado independente de ser especializada em busca de desaparecidos ou não.

    O registro do BO também pode ser feito pela internet no link www.delegaciaeletronica.pr.gov.br/, mas será fundamental que após o procedimento o familiar vá a uma delegacia para levar uma foto do desaparecido e prestar mais informações.

    Através da página www.desaparecidos.pr.gov.br é possível verificar as pessoas que estão desaparecidas no Estado. Caso encontre um familiar seu que já foi localizado, a Polícia Civil orienta que comunique o fato a uma unidade policial para que seja retirada a fotografia da página.

    Dos 6.985 boletins de ocorrência registrados entre 2013 e outubro de 2019, 59% são de pessoas adultas e 41% de adolescentes. Nota-se maior incidência de desaparecimento entre pessoas do sexo masculino (54%).

  • Cemitério Municipal

    Rapaz é flagrado com peças de cobre furtadas

    Rapaz é flagrado com peças de cobre furtadas
    (Foto: Divulgação)

    Guardas municipais que faziam a segurança no Cemitério Municipal São Francisco de Paula impediram o furto de diversos materiais retirados dos túmulos. Por volta das 19h20, desta terça-feira (19/11), os guardas se depararam com dois homens em atitude suspeita dentro do cemitério. Ao dar a voz de abordagem, um deles fugiu.

    O outro, de 27 anos, estava com duas mochilas repletas de objetos. Eram cerca de 30 peças de cobre e alças que haviam sido retiradas dos túmulos. Também havia 12 ferramentas para auxiliar na retirada dos materiais, como alicates e chaves de fenda.

    "Eram indivíduos que foram preparados até o cemitério para cometer esse tipo de crime", afirma o chefe do núcleo Matriz da Guarda Municipal, Cláudio Augusto de Oliveira.

    Na Central de Flagrantes da Polícia Civil, o rapaz foi autuado por furto em equipamento público. Um representante do cemitério foi até a delegacia para reaver o material, que será identificado para que possa ser devolvido às famílias.

  • BR 277

    Motorista abandona carro com cocaína no Oeste do Paraná

    Um motorista abandonou um carro com 150 kg de maconha no porta-malas na BR-277, em Céu Azul, no oeste do Paraná, na madrugada desta quarta-feira (20).

    De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma equipe policial abordou o carro na altura do km 642 da rodovia, mas o condutor não respeitou a ordem de parada e fugiu.

    A aproximadamente um quilômetro do ponto onde foi realizada a abordagem, os policiais encontraram o carro abandonado.

    Ao fazer uma inspeção no veículo, os agentes da PRF encontraram os tabletes de maconha no bagageiro.

    Segundo a PRF, o motorista fugiu por uma área de mata às margens da rodovia.

    O carro e a droga foram apreendidos e encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil em Matelândia, também no oeste do estado.

  • Perseguição

    Pai mata suspeito de sequestrar filha e atacar filha de 13 anos, em Campo Largo

    Pai mata suspeito de sequestrar filha e atacar filha de 13 anos, em Campo Largo
    (Foto: Colaboração)

    Um jovem, de 19 anos, foi morto com quatro tiros  na Rua Maria Aparecida de Oliveira, no bairro São Geronimo, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba na noite desta terça (19). Segundo informações de policiais militares, Anderson Alves da Silva teria amordaçado, sequestrado e ferido uma adolescente de 13 anos com uma faca. O pai da adolescente, então, perseguiu o carro onde o casal estava e atirou no rapaz. Há informações de que o rapaz namorava a garota e estava em surto psicótico. Quando chegaram ao local, os policiais já encontraram o Silva sem vida.

    A adolescente foi encaminhada pelo Siate a um hospital da região e não corre risco de morte. O corpo de Silva foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). O autor dos tiros foi detido por policiais e levado à delegacia do município. 

  • Briga

    Polícia identifica paranista suspeito de matar torcedor do Coritiba

    Polícia identifica paranista suspeito de matar torcedor do Coritiba
    (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

    A Polícia Civil identificou o torcedor do Paraná Clube suspeito de balear e matar um torcedor do Coritiba, no último sábado (16), em Curitiba. É um rapaz de 26 anos. De acordo com informações da Delegacia Eventos Esportivos (Demafe), que investiga o caso, advogados do suspeito garantiram que ele vai se entregar ainda nesta semana. O rapaz foi apontado por três testemunhas como autor do tiro que matou Lucas Gonçalves, de 24 anos.

    O corpo de Lucas, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) na manhã desta terça (19), após ter a morte encefálica confirmada no início da noite desta segunda (18).  Ele estava internado desde sábado quando foi atingido por dois tiros, um na cabeça e outro nas costas. A ocorrência aconteceu durante briga das duas torcidas na Vila Brasília. 

  • Drogas não

    Polícia Civil e Guarda realizam operação contra o tráfico em Curitiba; veja o vídeo

    Polícia Civil e Guarda realizam operação contra o tráfico em Curitiba; veja o vídeo
    (Foto: Reprodução)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) deflagrou, nesta segunda-feira (18), a primeira fase da operação “Centro Histórico sem Drogas” em conjunto com a Guarda Municipal de Curitiba, no Centro da Capital. Durante a operação foram cumpridos 13 mandados de prisão temporária e 16 mandados de busca e apreensão. A ação teve como objetivo combater o tráfico de drogas.

    Três suspeitos encontram-se foragidos e outras duas pessoas com mandados de prisão em aberto foram presos pela GM.

    Os policiais civis e guardas municipais realizaram abordagens nas praças Tiradentes, Santos Andrade, Carlos Gomes, Rui Barbosa, Afonso Botelho, Nossa Senhora de Salete, Largo da Ordem, Passeio Público, Rua XV de Novembro e outras ruas próximas a esses pontos. Além de viaturas, o helicóptero da PCPR deu apoio à ação.

    As investigações tiveram inicio há três meses. Neste período foram analisadas diversas câmeras de segurança para a identificação de pessoas envolvidas com o tráfico de drogas.

    Ações como essas devem continuar, a fim de retirar de circulação os entorpecentes e os suspeitos envolvidos nos crimes relacionados ao tráfico.

  • Nesta manhã

    Mulher dispara e mata companheiro de assalto a lotérica em Santa Felicidade

    Uma mulher atirou e acabou mantando o companheiro durante um assalto em uma lotérica de Curitiba. Segundo as informações, o casal de assaltantes invadiu a lotérica no bairro de Santa Felicidade, em Curitiba, por volta das 12h, desta terça-feira (19).

    O crime foi na Avenina Manoel Ribas, a área de bastante comércio e movimento.  O casal chegou de moto ao local e deu voz de assalto. Os funcionários foram obrigados a entregar todo o dinheiro que estava no caixa.

    Durante a fuga, o casal teria discutido e a mulher acabou baleando e matando o companheiro do assalto. A mulher está foragida e ainda não foi divulgada a quantia de dinheiro que foi levada da lotérica.

  • Centro Histórico

    PCPR e GM realizam operação contra o tráfico de drogas em Curitiba

    PCPR e GM realizam operação contra o tráfico de drogas em Curitiba

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) deflagrou, nesta segunda-feira (18), a primeira fase da operação “Centro Histórico sem Drogas” em conjunto com a Guarda Municipal de Curitiba, no Centro da Capital. Durante a operação foram cumpridos 13 mandados de prisão temporária e 16 mandados de busca e apreensão. A ação tem como objetivo combater o tráfico de drogas.

    Três suspeitos encontram-se foragidos e outras duas pessoas com mandados de prisão em aberto foram presos pela GM.

    Os policiais civis e guardas municipais realizaram abordagens nas praças Tiradentes, Santos Andrade, Carlos Gomes, Rui Barbosa, Afonso Botelho, Nossa Senhora de Salete, Largo da Ordem, Passeio Público, Rua XV de Novembro e outras ruas próximas a esses pontos. Além de viaturas, o helicóptero da PCPR deu apoio à ação.

    As investigações tiveram inicio há três meses. Neste período foram analisadas diversas câmeras de segurança para a identificação de pessoas envolvidas com o tráfico de drogas.

    Ações como essas devem continuar, a fim de retirar de circulação os entorpecentes e os suspeitos envolvidos nos crimes relacionados ao tráfico.

  • Operação KGB

    Polícia faz operação contra suspeitos de tráfico na região Oeste do Paraná

    Polícia faz operação contra suspeitos de tráfico na região Oeste do Paraná
    (Foto: Divulgação/PCPR)

    Os polícias Civil e Militar do Paraná deflagraram na manhã desta terça-feira (19) uma operação contra suspeitos de tráfico de drogas em quatro cidades do oeste e sudoeste do estado. Estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão e 12 mandados de prisão em Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Pato Branco, na região sudoeste, e em Ibema, no oeste do estado.

    Segundo a polícia, maior parte dos alvos já estava presa, mas continuava comandando o tráfico de drogas na região de dentro da cadeia. A corporação não informou quantos alvos são cumpridos em presídios.

    Investigações

    As investigações, que duraram mais de seis meses, apontaram que os líderes da quadrilha recrutavam pessoas que estavam fora da prisão para revender drogas e furtar carros e motocicletas, que eram trocados por entorpecentes em cidades paraguaias.

    Outros alvos também são suspeitos de comercializar a droga em Dois Vizinhos diretamente aos usuários.

    A operação foi batizada de "KGB", em referência ao principal alvo da operação, que é conhecido como "Russo".

  • Pente-fino

    Operação ´Centro Histórico sem Drogas´ termina com 13 mandados de prisão temporárias

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) e a Guarda Municipal de Curitiba concluiram, nesta segunda (18), a operação “Centro Histórico sem Drogas”, no Centro da Capital. Durante a operação foram cumpridos 13 mandados de prisão temporária e 16 mandados de busca e apreensão. Três outros suspeitos encontram-se foragidos com mandados de prisão em aberto. A ação tem como objetivo combater o tráfico de drogas na região central da cidade.

    Os delegados da PCPR Danilo Zarlenga e Pedro Filipe de Andrade, junto com Secretário Municipal de Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel e o superintendente da Guarda Municipal, Carlos Celso dos Santos Junior, apresentarão detalhes da operação na manhã de terça (19).

  • Tragédia no mar

    Bombeiros encontram corpos de primos, de 7 e 16 anos, que se afogaram em Guaratuba

    Bombeiros encontram corpos de primos, de 7 e 16 anos, que se afogaram em Guaratuba
    Foto da família tirada no Ferry Boat (Foto: Facebook)

    O corpo de menino de 7 anos que desapareceu no mar próximo à Ilha dos Ratos, em Guaratuba, no Litoral do Parana na última sexta (15) foi encontrado no início da tarde desta segunda (18), na Praia de Caieiras  Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o corp de Cauã de Godoy Américo,  estava próximo ao ferry boat na baía de Guaratuba, e já foi reconhecido pelo pai da criança, Edson Américo, que conseguiu se salvar. 

    O corpo do adolescente, uis Felipe Godoy Monteiro, de 16 anos, que também havia desaparecido no afogamento, foi encontrado por um pescador, na manhã desta segunda, na Ilha dos Ratos, próximo ao local que os dois se afogaram. Os dois eram primos.

    De acordo com os bombeiros,  Américo entrou no mar com a criança e dois adolescentes, todos da mesma família, moradora de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. O adolescente e a criança não conseguiram se salvar. O homem ainda tentou salvá-los mas se afogou também, porém conseguiu sobreviver e recebeu alta nesta segunda (18). Uma outra adolescente de 12 anos, Janiele Monteiro, também se salvou.

    Afogamentos- O feriado prolongado da Proclamação da República teve pelo menos quatro casos de morte por afogamento no Litoral do Estado. Mas o ano vem registrando mais casos fatais que 2018. No ano passado, de janeiro até o dia 17 de novembro, foram 96 ocorrências em todo o Paraná. No mesmo período deste ano já foram 126, ou 31,2% mais ocorrências.

    No caso do Litoral, os bombeiros alertam que os banhistas que morreram estavam em áreas sem proteção de salva-vidas. Os bombeiros insistem para que os banhistas no Litoral se atentem às bandeiras que sinalizam a área segura — a bandeira vermelha e amarela sobrepostas.

  • Operação

    PM encontra carros roubados e 'fábrica' de placas falsificadas em São José dos Pinhais, na RMC

    PM encontra carros roubados e 'fábrica' de placas falsificadas em São José dos Pinhais, na RMC
    (Foto: PMPR)

    Em duas ocorrências, os policiais militares do 17º Batalhão de Polícia Militar (17º BPM), atuantes pelo projeto-piloto Em Frente Brasil, recuperaram dois carros roubados e mais de 20 placas automotivas falsificadas, em São José dos Pinhais. As situações ocorreram no domingo (17/11). Um homem foi preso.

    A primeira abordagem ocorreu no período da tarde, quando os policiais militares receberam denúncias de que havia um carro roubado em uma casa na Rua Santo Martinho de Tour. Ao chegarem no endereço, as equipes policiais viram um Honda Civic e placas de veículos, uma delas com alerta de roubo.

    Os policiais acessaram o local e constataram que o carro estava com as placas adulteradas e tinha sido roubado no dia 14 de novembro deste ano. Dentro da residência não foi localizado nenhum suspeito, mas havia uma prensa, tarjetas de vários municípios, moldes de placas e cerca de 20 placas já prontas. Todo o material foi levado à Delegacia da cidade.

    Mais tarde, por volta de 17 horas, uma equipe da Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM) abordou um grupo de pessoas e um Honda Civic, no bairro Libanópolis. Ao ser feita a abordagem nada de ilícito foi encontrado com os homens, mas o carro estava com alerta de roubo e tinha as placas adulteradas. O responsável foi preso e encaminhado à Polícia Civil para os devidos procedimentos de praxe.


    EM FRENTE BRASIL – O projeto-piloto é coordenado pelo Ministério da Justiça em conjunto com a Secretaria de Segurança Pública do Paraná, e envolve a aplicação de efetivos da Força Nacional (FN) em conjunto com as forças de segurança pública federais, estaduais e municipais para combater a criminalidade por meio de policiamento ostensivo e também de atividades de inclusão social. A iniciativa está em andamento desde o dia 30 de agosto em São José dos Pinhais e em outros cinco municípios brasileiros, com previsão de atividade até dezembro deste ano.

  • Morretes

    Operações Aéreas da PM resgata adolescente que caiu no Pico do Marumbi, na Serra do Mar

    Operações Aéreas da PM resgata adolescente que caiu no Pico do Marumbi, na Serra do Mar
    (Foto: BPMOA/PMPR)

    Uma grande operação de resgate mobilizou as equipes do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), do Corpo de Bombeiros e voluntários entre o sábado (16/11) e domingo (17/11), no Pico do Marumbi, em Morretes. A vítima, de 15 anos, sofreu uma queda e depois do socorro foi encaminhada ao Hospital do Trabalhador. As equipes de resgate tiveram que passar a noite na montanha devido às condições meteorológicas que impediram o retorno da aeronave.

    De acordo com as informações do BPMOA, após saber do acidente e que a vítima estava com uma fratura, um helicóptero decolou do Aeroporto do Bacacheri no sábado (16/11) para fazer o resgate. Devido ao local ser de difícil acesso, um dos tripulantes conseguiu chegar até a vítima por meio de rapel, fazendo os primeiros atendimentos.

    Durante o atendimento as condições climáticas na região dificultaram a retirada da adolescente, e as equipes de socorro e do BPMOA tiveram que pernoitar no local até a melhora do tempo. Durante esse tempo os bombeiros, voluntários e integrantes do Corpo de Socorro em Montanha que estavam no apoio do resgate, acompanharam a vítima.

    Na manhã de domingo (17/11), por volta de 10 horas, com o clima mais estável, as equipes deram prosseguimento na ocorrência e fizeram o resgate da vítima, que foi levada ao Hospital do Trabalhador para receber o atendimento médico.

  • No mar

    Patrulha Costeira da PM resgata tartaruga marinha ameaçada de extinção em Paranaguá

    Patrulha Costeira da PM resgata tartaruga marinha ameaçada de extinção em Paranaguá
    (Foto: PMPR)

    A Patrulha Costeira do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), pertencente ao 6º Comando Regional da PM (6º CRPM), resgatou uma tartaruga marinha encontrada ferida na comunidade de Piaçaguera, em Paranaguá, na manhã de sexta-feira (14/11). O animal foi encaminhado com vida para o Centro de Estudos do Mar (CEM) para receber atendimento veterinário apropriado.

    Os policiais militares receberam informações sobre a situação e foram até o local, entre a Ilha da Cotinga e o Terminal de Contêineres de Paranaguá. Rapidamente os policiais retiraram o animal e levaram na embarcação da unidade até o Centro de Estudos do Mar da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Pontal do Paraná.

    O animal, de aproximadamente 50 centímetros, foi encaminhado para receber o atendimento veterinário especializado no Centro de Reabilitação e Despetrolização do Centro de Estudos do Mar.

  • Contrabando

    PRF apreende meio milhão de carteiras de cigarro em Realeza

    PRF apreende meio milhão de carteiras de cigarro em Realeza
    (Foto: PRF-PR)

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu cerca de 500 mil carteiras de cigarro na manhã desta segunda-feira (18) em Realeza, na região sudoeste do Paraná.

    Avaliada em R$ 2,5 milhões, a carga contrabandeada do Paraguai era transportada em uma carreta bitrem.

    Por volta das 10 horas da manhã, uma equipe da PRF desconfiou do veículo e resolveu abordá-lo, na rodovia estadual PR-182. O motorista desobedeceu a ordem e tentou fugir. Ele saltou do veículo e chegou a pular o muro de um imóvel, mas foi alcançado e preso pelos policiais rodoviários federais.

    Aos agentes da PRF, o preso disse que saiu de Lindoeste e que pretendia entregar a carga ilícita em São Mateus do Sul.

    A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Federal em Cascavel. O crime de contrabando prevê pena de dois a cinco anos de prisão.

  • Contrabando

    PRF e Polícia Civil apreendem carreta com 600 mil carteiras de cigarro em Assis Chateaubriand

    PRF e Polícia Civil apreendem carreta com 600 mil carteiras de cigarro em Assis Chateaubriand
    (Foto: PRF-PR)

    Avaliada em R$ 3 milhões, carga ilícita foi contrabandeada do Paraguai; motorista foi preso em flagrante

    https://www.prf.gov.br/agencia/prf-e-policia-civil-apreendem-carreta-com-600-mil-carteiras-de-cigarro-em-assis-chateaubriand-pr/

    Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Civil apreenderam na manhã desta segunda-feira (18) um carreta carregada com cerca de 600 mil carteiras de cigarro em Assis Chateaubriand, na região oeste do Paraná.

    Avaliada em R$ 3 milhões, a carga contrabandeada do Paraguai foi apreendida em uma estrada de terra.

    Os agentes abordaram o caminhão, com placas de Faxinalzinho (RS), por volta das 9 horas, após uma denúncia anônima. O motorista, de 55 anos de idade, foi preso em flagrante.

    Aos policiais, o preso disse que saiu de Toledo (PR), mas não informou qual seria o destino final da carga ilícita.

    A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Federal em Cascavel. O crime de contrabando prevê pena de dois a cinco anos de prisão.

DESTAQUES DOS EDITORES