• 22/06/2018

    Concussão, quadrilha e tortura: policiais são afastados e têm bens bloqueados na Grande Curitiba

    Concussão, quadrilha e tortura: policiais são afastados e têm bens bloqueados na Grande Curitiba
    (Foto: AEN)

    Atendendo ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Paraná, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Fazenda Rio Grande, Região Metropolitana de Curitiba, a Justiça confirmou liminarmente o afastamento dos cargos e determinou o bloqueio parcial de bens de três policiais civis que atendiam na delegacia da cidade.

    O MP sustenta que os agentes públicos cometeram ato de improbidade administrativa por diversas ilegalidades, como ações indevidas de busca e apreensão e cobrança de dinheiro para livrar de flagrantes supostos criminosos.

    O Juízo da Comarca impôs, em decisão liminar, o “afastamento dos requeridos […] dos respectivos cargos que ocupam na Polícia Civil do Estado do Paraná, sem prejuízo de sua remuneração, até o fim da instrução processual”, mas indeferiu o pedido de indisponibilidade de bens feito pela Promotoria. Por conta disso, o Ministério Público recorreu ao Tribunal de Justiça do Paraná, que deliberou pela manutenção do afastamento dos cargos e também pelo bloqueio de bens em até R$ 76.850,00.

    Caso seja julgada procedente a ação de improbidade, os policiais podem ser condenados à perda definitiva das funções públicas e a pagamento de multa, entre outras sanções. Eles também respondem criminalmente pelos fatos apontados pelo MPPR (crimes de concussão, quadrilha e tortura).

    A determinação do TJ-JPR foi proferida em maio e nesta semana, em 20 de junho, foram expedidas as ordens de bloqueio de bens pelo Juízo de Fazenda Rio Grande.

  • 22/06/2018

    Polícia prende suspeito de matar traficante com 37 tiros em Curitiba

    Polícia prende suspeito de matar traficante com 37 tiros em Curitiba
    (Foto: Polícia Civil )

    A Polícia Civil apresentou nesta sexta-feira um jovem suspeito de matar com 37 tiros de pistola 9 milímitros um rapaz de 24 anos, que seria traficante de drogas no Bairro Prado Velho. O crime aconteceu no dia 31 de outubro de 2017. O suspeito foi preso na quinta-feira (21), na própria residência.

    O delegado da 2ª Delegacia de Homicídios, Cássio Conceição, afirma que o assassinato brutal ocorreu por disputa de ponto de tráfico de drogas. "Ambos eram traficantes no bairro Prado Velho. A vítima foi morta com 37 disparos de arma de fogo. Descobrimos que um dos autores dos disparos é o Fabio, vulgo Ceará".

    De acordo com o delagado, o suspeito não teria conseguido disparar sozinhos os 37 tiros no contexto do crime. Outro suspeito está foragido. "Os dois estavam com pistolas. Cometeram o crime durante a tarde. A equipe de investigação tentou encontrá-los nos mesmo dia. Já ontem, ele tentou fugir pelo telhado, mas a equipe conseguiu prendê-lo", conta. 

    O homem preso vai responder por homicídio qualificado. Ele já tem ficha na políticia por roubo e tráfico. O homem que está foragido teria  se escondido em outro Estado. 

  • 21/06/2018

    Motorista é preso ao tentar levar 1,7 tonelada de maconha de Curitiba para o RJ

    O motorista de um caminhão foi preso em flagrante quando tentava levar 1,7 tonelada de maconha de Curitiba até o Rio de Janeiro. O homem, de 24 anos, receberia R$ 100 mil para fazer o transporte da droga.

    Ele foi preso por policiais da Divisão de Narcóticos (Denarc), com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na tarde de quarta-feira (20) na cidade de Queluz, em São Paulo, já próximo da divisa com o estado carioca.

    A maconha estava escondida embaixo de caixas vazias de alimento na caçamba do caminhão. O homem já tinha passagem pela polícia pelos crimes de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e receptação.

    A delegada Camila Ceconello explica que a Denarc recebeu uma denúncia anônima que o carregamento de droga sairia de Curitiba e tinha como destino a cidade do Rio de Janeiro. Os policiais paranaenses acompanharam o veículo e abordaram o motorista quando ele parou num posto de gasolina para fazer o lanche. O posto fica na rodovia Presidente Dutra (BR-116), na divisa de São Paulo com o Rio de Janeiro.

    “Vamos agora aprofundar as investigações para identificar o emissário e o receptador deste carregamento de droga. O motorista afirmou que receberia R$ 100 mil para entregar a droga na Ceasa, em Irajá, na Zona Norte do Rio de Janeiro”, disse Ceconello.

    O suspeito foi indiciado por tráfico de entorpecentes, cuja pena varia de 5 a 15 anos de reclusão.

  • 21/06/2018

    Polícia autua empresa que fabricava cosméticos falsos

    A Polícia Civil de Assis Chateaubriand, Oeste do Paraná, deflagrou uma operação no início do mês de junho que culminou no fechamento de duas sedes de uma empresa que fabricava e vendia cosméticos falsificados. De acordo com informações, a polícia já havia recebido a denúncia e, depois de investigações os policiais chegaram até o dois locais. Um deles localizado no Jardim Europa e outro no Jardim América. 

    “Há aproximadamente um mês recebemos uma denúncia de que uma empresa do município estaria fabricando e falsificando produtos cosméticos. Após levantamento, levando em consideração o valor de mercado, os produtos apreendidos totalizaram cerca de R$ 1,3 milhão”, revela o delegado-titular da delegacia de Assis Chateaubriand, Thiago da Silva Teixeira. 

    Os proprietários, dois irmãos, se evadiram do local e se apresentaram posteriormente na delegacia e foram ouvidos. No depoimento, eles confirmaram a prática e devem responder pelo crime de falsificação de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, conforme artigo 273, do Código Penal. 

    “A empresa não tinha licença da vigilância sanitária para fabricar nenhum tipo de produto, apenas para armazenar e distribuí-los, porém os proprietários passaram a fabricar e envasar os cosméticos, falsificando o rótulo, como se empresas do município de Londrina, do Estado de São Paulo e Santa Catarina tivessem sido os responsáveis pela fabricação”, disse o delegado.

    A dupla de irmãos não possuía passagem policial e responderão o crime em liberdade.

  • 21/06/2018

    Jovem é presa por suspeita de ser uma das maiores traficantes do estado

    A Polícia Civil de Ortigueira, Noroeste do Paraná, prendeu na madrugada da última terça-feira (19/06), uma jovem, de 19 anos, suspeita de ser uma das maiores traficantes de drogas da região. A prisão aconteceu na residência da jovem que fica no bairro Vila Guarapuava. Segundo a polícia, ela já vinha sendo investigada devido a denúncias da população e também por ser esposa de um homem que cumpre pena também pelo tráfico de entorpecentes. 

    De acordo com o delegado-titular da delegacia de Ortigueira, Rafael Bacelar, durante a prisão as equipes encontraram drogas e materiais usados para a comercialização de entorpecentes. “Estávamos apurando informações já há algum tempo, por isso, desencadeamos uma operação para concluir este levantamento e buscar a materialidade do crime”, esclareceu Bacelar. 

    Na casa dela, foram encontrados seis quilos de maconha, em sete tabletes grandes, sendo que uma pequena quantidade da droga estava dentro da casa e o restante estava enterrado em outro local - prática que ela utilizava para despistar a polícia. Além de uma balança de precisão usada para pesar as drogas. 

    A jovem admitiu ser a dona da droga encontrada e inclusive indicou o local onde parte dos entorpecentes estavam enterrados. Ainda de acordo com o delegado a prisão da suspeita é uma vitória no combate ao tráfico de drogas na região. 

    “Seu ex-companheiro era um dos maiores traficantes de Ortigueira. Enquanto ele cumpre pena pelo crime de tráfico, ela ficou com a tarefa de distribuir a droga, mas com a ajuda da população, que fez a denúncia, enfraquecemos o crime de tráfico e roubos, já que muitas pessoas praticam delitos para poder comprar as substâncias ilícitas”, conclui o delegado.

    A jovem foi encaminhada para a delegacia onde foi autuada pelo crime de tráfico de drogas. Sem passagem policial, ela esta à disposição da Justiça.

  • 21/06/2018

    Preso motorista que receberia R$ 100 mil para levar 1,7 tonelada de maconha de Curitiba para o RJ

    Preso motorista que receberia R$ 100 mil para levar 1,7 tonelada de maconha de Curitiba para o RJ
    (Foto: Polícia Civil)

     

    O motorista de um caminhão foi preso em flagrante quando tentava levar 1,7 tonelada de maconha de Curitiba até o Rio de Janeiro. O homem, de 24 anos, receberia R$ 100 mil para fazer o transporte da droga. 

    Ele foi preso por policiais da Divisão de Narcóticos (Denarc), com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na tarde de quarta-feira (20) na cidade de Queluz, em São Paulo, já próximo da divisa com o estado carioca. 

    A maconha estava escondida embaixo de caixas vazias de alimento na caçamba do caminhão. O homem já tinha passagem pela polícia pelos crimes de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e receptação. 

    A delegada Camila Ceconello explica que a Denarc recebeu uma denúncia anônima que o carregamento de droga sairia de Curitiba e tinha como destino a cidade do Rio de Janeiro. Os policiais paranaenses acompanharam o veículo e abordaram o motorista quando ele parou num posto de gasolina para fazer o lanche. O posto fica na rodovia Presidente Dutra (BR-116), na divisa de São Paulo com o Rio de Janeiro.

    “Vamos agora aprofundar as investigações para identificar o emissário e o receptador deste carregamento de droga. O motorista afirmou que receberia R$ 100 mil para entregar a droga na Ceasa, em Irajá, na Zona Norte do Rio de Janeiro”, disse Ceconello. 

  • 21/06/2018

    Policia prende quadrilha que cometeu pelo menos 13 assaltos em Curitiba

    Policia prende quadrilha que cometeu pelo menos 13 assaltos em Curitiba
    (Foto: Polícia Civil)

    A polícia prendeu na manhã desta quinta (21) nove suspeitos de cometer pelo menos 13 roubos na Grande Curitiba, A operação foi comandada pela Delegacia de Furtos e Roubos (DFR).Os homens foram responsáveis por assaltos em residências, lojas e empresas, além de envolvimento com tráfico de drogas e homicídios.

    A operação expediu 15 mandados, sendo nove de prisão e seis de busca e apreensão, cumpridos nos bairros Portão, Alto Boqueirão e Campo Comprido, em Curitiba, e nos bairros Jardim Joseane e Lamenha Grande, em Almirante Tamandaré. Foram apreendidos também quatro veículos, uma pistola 9 milímetros e uma espingarda calibre 38.

    Os suspeitos vão responder pelos crimes de formação de quadrilha e roubo e, em alguns casos, por homicídio e tráfico de drogas.

  • 21/06/2018

    Polícia descobre fábrica de peças falsificadas para implantes dentários na RMC

    A Polícia estourou um barracão onde funciona ilegalmente uma empresa de usinagem, onde estavam sendo produzidas peças e componentes falsificados para a utilização em implantes dentários em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba.

    Foi apurado que esta organização criminosa já havia sido investigada em uma operação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Polícia Federal em junho de 2017. A empresa teria se mudado para São José dos Pinhais e continuava produzindo os componentes falsificados para próteses em larga escala. 

    No escritório da empresa foram encontradas várias agendas e anotações com telefones de contatos de clínicas odontológicas e de dentistas que compravam o material com descrição e valores cobrados. 

     

  • 21/06/2018

    Caminhão sem freios invade lanchonete no Oeste do Paraná

    Um caminhão carregado com madeira invadiu uma lanchonete e um mercado às margens da PR-317, no distrito São Clemente, em Santa Helena, no oeste do Paraná, na manhã desta quinta-feira (21).

    Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o acidente aconteceu por volta das 9h30. O veículo que seguia de Cascavael para Santa Helena, ficou sem freios. 

    Em uma rotatória o motorista perdeu o controle, passou reto por uma rotatória e só parou quando invadiu a lanchonete e bateu em uma das paredes do mercado.

    Com o acidente, a carga de madeira ficou espalhada pelo local, e o trânsito precisou ser controlado.

    O condutor teve ferimentos leves e foi encaminhado para o Pronto Atendimento Municipal (PAM) de Santa Helena. 

    Três pessoas que passavam na rotatória, quanto perceberam que o caminhão estava sem controle conseguiram fugir.

DESTAQUES DOS EDITORES