Deonilson diz que atuava na “parte legal” da campanha de Richa ao Senado

Em descrição de grampo telefônico de inquérito assinado no dia 29 de agosto, a Polícia Federal (PF) revela diálogo entre o jornalista Deonilson Roldo, ex-chefe de Gabinete do ex-governador Beto Richa (PSDB), e um interlocutor identificado como “Francisco”. Para a PF, mesmo afastado do governo após a revelação pela imprensa do áudio envolvendo o favorecimento da Odebrecht na licitação da PR-323, Deonilson ainda coordenava a campanha de Richa ao Senado na chapa da governadora Cida Borghetti (PP).

Na gravação, Deonilson diz que estava em período de “quarentena”, que não poderia “aparecer” e que atuava nos bastidores. “Pra você saber nós trabalhamos no bastidor pra parte legal”, diz Deonilson ao interlocutor.

As gravações da PF foram feitas entre os dias 28 e 29 de julho, período em que o deputado federal Ricardo Barros (PP) havia sugerido que Richa poderia lançar candidatura avulsa ao Senado, fora da chapa de Cida Borghetti (PP), candidata à reeleição e esposa de Barros.

Deonilson foi exonerado do cargo que ocupava no governo no dia 11 de maio. Na ocasião, áudios em que ele aparece tentando convencer Pedro Rache – diretor-executivo da Construtora Contern – a abrir mão da participação na licitação da obra de duplicação da PR-323, que já estaria prometida para a Odebrecht, foram divulgados pela imprensa.

“A governadora Cida Borghetti não participou de qualquer dos fatos que estão sendo alvos de operação policial nesta terça-feira (11/09). Ela demitiu o ex-chefe de gabinete do Governo do Estado, Deonilson Roldo”, disse Cida em nota, no dia da deflagração das operações Piloto, que prendeu Deonilson, e Rádio Patrulha, que prendeu Beto Richa, familiares e aliados. Após sair da prisão no último sábado, Richa disse que irá retomar sua campanha. “Vou retomar minha campanha e nós vamos poder falar em outra oportunidade”, disse.

A defesa de Deonilson tem afirma que vai se manifestar apenas nos autos dos processos.

Veja a transcrição do grampo disponível no inquérito:

FRANCISCO: Oi Deo.
DEONILSON: Oi Francisco. Ele vai a partir das três ta.
FRANCISCO: Certo.
DEONILSON: É bom esperar lá. Tem fotógrafo?
FRANCISCO: Tem, tem. O ROGÉRIO vai, já aviso o ROGÉRIO.
DEONILSON: Ta e amanhã pra Marechal Rondon qual fotógrafo que vai?
FRANCISCO: Vai o MAURÍLIO.
DEONILSON: MAURÍLIO. Ta bom então.
FRANCISCO: Ta bom?
DEONILSON: Ta escalado já?
FRANCISCO: Isso, ta escalado.
DEONILSON: Ta bom.
FRANCISCO: Ta combinadinho.
DEONILSON: Ok. Então ta.
FRANCISCO: Ta bom. Outra coisa que eu esqueci de comentar. Não
sei se ele falou contigo é a chapa foi praticamente confirmada por todos lá viu. RAFAEL falando, CIDA, ALEX e BETO. Ele não falou abertamente, mas a CIDA falou, o ALEX falou.
DEONILSON: eu sei porque, enquanto vocês estavam lá eu tava tomando um café com o CRISTIANO ali do lado.
FRANCISCO: ah ta ta.
DEONILSON: Eu não posso aparecer lá, to de quarentena ainda.
FRANCISCO: Sim, sim.
DEONILSON: Mas eu, a ata foi feita ontem, o CRISTIANO com o PAULO PALACIOS que é o advogado do PMN e marido da VANESSA.
FRANCISCO: certo
DEONILSON: Foi feita ontem pra apoiar, pra dar certo.
FRANCISCO: Ah então ta bom. Tudo certo então? Tudo encaminhado?
DEONILSON: Pra você saber nós trabalhamos no bastidor pra parte legal.