Improbidade

Justiça condena ex-prefeito e ex-secretários de Palmas a pagarem R$ 50 mil

O ex-prefeito de Palmas (região Centro-Sul), Hilário Andraschko (PDT)e dois ex-secretários Municipais (todos da gestão 2001/2004) foram condenados pela Justiça ao pagamento de R$ 50 mil a título de ressarcimento ao erário após comprovação de fraude à licitação. Os gestores foram requeridos, e agora condenados, em ação civil pública por ato de improbidade administrativa ajuizada pela 2ª Promotoria de Justiça de Arapoti.

De acordo com o apurado, os agentes públicos foram responsáveis pela contratação, sem licitação e fora das hipóteses legais para tal modalidade, de estabelecimento comercial para o fornecimento de alimentação para os atletas dos Jogos da Juventude, no período de 28 de maio de 2004 a 5 de junho de 2004.

Além do ressarcimento aos cofres públicos, o ex-prefeito e os ex-secretários (que na época eram diretores do Departamento de Esportes) tiveram os direitos políticos suspensos por cinco anos. O ex-prefeito foi condenado também ao pagamento de multa civil no valor de R$100 mil.