Eleições 2022

Relatora encaminha denúncias de caixa 2 de campanha contra Dallagnol ao TRE

Dallagnol (Podemos):  despacho envia o caso para corregedoria do TRE-PR
Dallagnol (Podemos): despacho envia o caso para corregedoria do TRE-PR (Foto: Franklin de Freitas)

A desembargadora Cláudia Cristina Cristofani, reconheceu hoje, a gravidade das denúncias apresentadas contra o ex-procurador da Lava Jato e candidato a deputado federal, Deltan Dallagnol (Podemos), pela Federação Brasil da Esperança PR. A federação, formada por PT, PC do B e PV apoia a candidatura do ex-governador Roberto Requião (PT) ao governo do Estado.

A denúncia aponta suspeitas de que o ex-produrador esteja utilizando um escritório de advocacia recém-constituído por seu ex-estagiário, Matheus Rios do Carmo, para pagamento das despesas pessoais do ex-procurador com recursos públicos do fundo partidário.

A federação afirma ter apurado que o referido escritório não tinha praticamente nenhuma atuação judicial, nenhuma especialidade ou experiência com direito eleitoral e mesmo assim recebeu cerca de R$ 100 mil do partido, quando este já tinha advogados constituídos.

Dallagnol é também o vice-presidente do partido no estado. O despacho envia o caso para corregedoria do TRE-PR. No limite, a candidatura do ex-procurador pode ser cassada, afirma a federação.