Recebendo, acolhendo, reconhecendo e agradecendo toda experiência sagrada na Terra.

Yoga e cura

Renascer é sair do coma

Uma nova oportunidade lhe é dada...

E se hoje você despertasse de um coma, o que você faria?
Já pensou quais são suas prioridades, suas virtudes, suas verdades?

É possível perceber que estamos letárgicos e vazios de querer e de vontade, quando acordamos sem querer acordar, quando não somos capazes de experimentar um sorriso ao desconhecido, quando um bom dia tem que ser pensado e se torna um peso, quando a criatividade não apenas tirou férias, ela partiu!

Crédito: Cristiane Gonçalves Martins

Vivemos na ilusão de que somos os últimos a partir …
Assoberbados em nossas rotinas diárias, mal conseguimos ou priorizamos abraçar nossos companheiros e companheiras, beijar nossos filhos, descer ao nível de seus olhinhos e dizer o quanto os amamos e são importantes para nós.

Eis que a verdade, por vezes, aos olhos e coração despertos, resolve nos assombrar em nosso pretenso deleite …
Quantas vezes somos tomados pela insônia de não saber entregar… ouço relatos de pessoas que não conseguem dormir por se tornarem escravos acorrentados em suas mentes e cobranças julgadoras.

Percebo que quando sua rotina não é atropeladora é a sua mente que a esmaga a definhando no dia a dia.

Muitos processos de despertar acontecem quando a “dor” já se manifestou na “carne”. E quando falo “carne”, estou sim falando de doenças físicas e emocionais, pois a depressão definha o corpo físico ou por vezes em sua forma grotesca de atuar, faz com que o adoecido, como proteção, coma tanto que seu corpo acaba se deformando, o que é uma forma de proteção, onde se cria camadas de paredes protetoras para não ser visto, olhado ou percebido, nem por si mesmo. E o contrário disso também é real. Não dar atenção ou importância ao alimento ingerido, que por vezes se come apenas para não morrer ou abster-se das migalhas de realidade que ainda é percebida.

E aí pergunto: Como seria sair desse “coma” que nós nos impomos?

Crédito: Rose Schnaider

Necessitamos ser livres e libertos de todas as nossas amarras de padrões que nos cegam pela ignorância de não querer ver. Como seria abrir seus olhos pela manhã e ver que tudo que te aflige, agora pode ser visto como apenas mais uma pedrinha no caminho e que se estamos aqui neste imenso habitat chamado Gaia, é sim para aprendermos, para superarmos, para evoluirmos, se não, não seria, tão sabiamente, chamada “Escola”.

Diga-me: você vai à escola para aprender, tirar boas notas, ou para reprovar?

Você respeita, ou julga e condena seus professores, colegas e a si mesmo?
As respostas lhe dirão muito de como você está, de como você se projeta.

Neste sentido, parafraseando Clarice Lispector, lhes digo que “possuir não pode ser confundido com viver”.

Na prática real do “ser” humano, esse algoz externo é o mesmo que internamente cria cobranças e pressurizações, que acredita que aquisições podem superar a necessidade de autoconhecimento.

O “ser” humano vai além das nossas enfadonhas e fatídicas percepções do que somos, temos, conquistamos, adquirimos ou criamos. Ser quem você é no cumprimento de sua missão e propósito, é ter um olhar maduro respeitoso e consciente, daquele que percebe sim, mas acima de tudo, respeita, acolhe e honra sua história.

Crédito: Cristiane Gonçalves Martins

Saia do seu coma, quebre as portas da ilusão e abra as asas do seu coração!
Tome o poder diante da sua vida para manifestar a sua liberdade. Celebraremos a vida quando o amor for sinônimo de liberdade.

Como dito pela gloriosa Clarice Lispector em Um sopro de Vida:

“Acordei hoje com uma tal nostalgia de ser feliz…”
“O milagre é a simplicidade última de existir.
O milagre é o riquíssimo girassol se explodir de caule,
corola e raiz - e ser apenas uma semente.
Semente que contém o futuro."


Se for necessário “devaneie para alcançar a realidade, pois o silêncio não é vazio, é plenitude. A solidão de estar presente em sua existência é um luxo. E o futuro é um passado que ainda não se realizou. Procure tragicamente SER, pois ser é a mais profunda realidade. Sim aqui jaz uma inspiração, uma “copiação”, uma reflexão em Clarice Lispector, e suas escritas que por consequência, acessam derradeiramente minhas mais profundas entranhas. Então como poderia aqui seguir uma norma acadêmica, a que honrosamente fui uma aprendiz e também aquela que instruía, no entanto aqui reside a alma, e onde ela atua, nesta verdade demasiadamente humana, não é permitido que o ser por detrás daquele que escreve deixe de ver na forma de “sentir uma violência subterrânea, violência que só vem à tona no ato de escrever.”

Procure ser o autor da sua própria história.
Despertar é estar vivo!

Então, receba este convite:
Seja uma pessoa tão feliz, que nem precise mais viver.
Viva de graça. (Clarice Lispector)

Crédito: Cristiane Gonçalves Martins


OM

Gratidão por estar aqui.

Espero ser contribuição em sua jornada, afinal, “milagres compartilhados são multiplicados”.
Em nosso Sagrado Compartilhar, NOS Curamos.
Sigo na conexão e no amor que nos une.

Angelita Lombarde Divino
Instrutora de Yoga e Terapeuta Integrativa
Guardiã do Movimento Sagrado Compartilhar
Canalizadora do Método RARA
Espaço Praticando o Amor - Yoga & Terapias Integrativas

https://instagram.com/angelitalombarde_yoga_terapias?igshid=1xdsabpcp9xo6

https://instagram.com/fragmentosdereconexao?igshid=gfd6mb1mq8rk

angelitalombarde@gmail.com

https://whats.link/praticandooamor

REFERÊNCIAS
Inspiração nas minhas experiências como aprendiz aqui na terra; nos meus amigos e amigas, nos meus alunos e alunas, nos meus clientes, pacientes e consultantes; nas meditações e orações; nos meus professores internos e externos; na conexão com o sagrado que habita em mim, na vida, no universo, na terra, na natureza, em Deus!