Versão Brasileira

Sony Pictures anuncia versão nacional do sucesso italiano 'Perfeitos Desconhecidos'

Sony Pictures anunciou a versão brasileira de "Perfeitos Desconhecidos", longa italiano de sucesso que já ganhou adaptação em países como França, Espanha e Alemanha.

Na produção, um grupo de amigos se reúne para um jantar e decidem compartilhar cada mensagem, e-mail, telefonema que aparecer em seus celulares durante a noite. O que parece um jogo inocente no início, se torna uma revelação de segredos e intimidades inimagináveis dentro do círculo de amizade.

“Estamos muito felizes e orgulhosos com a confiança do estúdio no nosso mercado e a possiblidade de poder desenvolver um projeto em todas as suas etapas. É uma experiência inédita para nós e ‘Perfeitos Desconhecidos’ é o filme ideal para começar essa jornada, por ser uma história extremamente atual com a qual o público pode se identificar”, afirma André Sala, VP sênior de distribuição da América Latina e diretor geral da Sony Pictures no Brasil.

A adaptação será integralmente financiado pela Sony, adotando um modelo de negócio nunca usado pela distribuidora no País, em que o estúdio seleciona e contrata a produtora responsável e, em conjunto, escolhem roteirista, direção e elenco. A produtora escolhida para o projeto foi a carioca Arpoador, fundada por Erica Iootty Jorge Peregrino, ambos com extensa experiência no mercado audiovisual.

“Estamos honrados com o convite e em participar com a Sony na estreia desse novo formato de produção. É um desafio que estamos construindo juntos nos pequenos detalhes e não existe prazer maior para um produtor. A Sony nos faz sentir em casa e, mais uma vez, pensa à frente, abrindo um novo capítulo na sua história com o cinema brasileiro”, afirma Erica Iootty.

Além deste projeto, outros longas já estão em desenvolvimento neste mesmo formato e também em outros modelos, ampliando as possibilidades de produção local.

“A Sony tem um legado importante para o cinema nacional, tendo lançado mais de 60 produções locais, entre elas grandes marcos, como ‘O Auto da Compadecida’, ‘Carandiru’, ‘Cazuza’, ‘Dois Filhos de Francisco’ e os mais recentes, ‘Kardec’ e ‘A Vida Invisível’. Estamos sempre buscando contar boas histórias. Assim como escolhemos adaptar ‘Perfeitos Desconhecidos’, queremos agora também oferecer para o estúdio um projeto original e relevante nascido no Brasil”, conclui André Sala.