5 dicas de mudanças para facilitar a chegada na casa nova!

O número de Mudanças residenciais aumenta muito no final de ano, se você também está de mudança, anota essas dicas para que a sua fique bem mais fácil!

 Família em mudança

  1.       Planejamento é o primeiro passo!

Ao contrário do que muita gente pensa, começar a colocar pertences em caixas não é o que mais vai te ajudar a ter uma mudança mais fácil! A chave é o planejamento!

Mas o que significa planejar a mudança?

Significa colocar no papel as atividades necessárias para que tudo corra bem, e identificar quando e como cada uma delas precisa ser executada.

Parece simples? E é! Mas não subestime esse passo! Guardar tudo na cabeça é a maior falha de qualquer planejamento. Quando você coloca no papel, você ganha visão sobre as tarefas e tudo fica mais claro!

Anote os itens básicos para um bom Planejamento de mudança:

- Determinar a data provável (do que depende a data da sua mudança? Da entrega das chaves? Do fim da reforma?) Entender a expectativa de data vai te ajudar a delimitar as outras tarefas;

- Identifique que tipo de ajuda que você precisa:

Transporte - Como você fará o transporte da sua mudança?

Organização - Como você vai organizar o imóvel novo para não viver entre caixas durante muito tempo? Aliás, se você não sabe que pode ter ajuda com isso, precisa conhecer o trabalho da Just Perfect! No site tem um vídeo que explica as diversas possibilidades de serviço!

Limpeza – O imóvel novo geralmente precisa de uma boa limpeza pré-mudança e também será necessário efetuar a limpeza pós-mudança no que você está deixando.

Você também pode aproveitar esse momento de transição para mandar lavar cortinas, tapetes e estofados.

Você tinha lembrado de todos esses detalhes? Se não tinha, então já percebeu a importância do planejamento da mudança!

Aproveite esse tempo com lápis e papel na mão, para pensar se há algo mais que possa ser necessário na sua mudança, especificamente. Cada família tem suas individualidades, certamente há mais alguns pontinhos a considerar!

 

  1.       Antecipe-se!

Nada de deixar todos os preparativos para a última hora!

Já pensou, você preparar tudo, e na semana “da mudança”, descobrir que um vizinho teve a mesma ideia, e que seu condomínio só permite uma mudança por dia?

Aí, adivinhe: o que vai mudar é a sua data de mudança!

Melhor não, né?

Então assim que você definir o período provável da sua mudança, já reserve a data com fornecedores e condomínios.

Tenha em mente que é perfeitamente normal mudanças terem alteração de data, e quem trabalha nesse mercado está acostumado com isso!

Então é melhor você reservar uma data provável, mesmo que tenha que fazer alguma pequena alteração, do que não reservar data nenhuma e ter que repensar todos os seus planos em cima da hora!

 

  1.       Seja realista.

Você está de mudança. Isso não acontece todos os dias, é um evento pontual, mas de grande impacto na sua vida.

E para não ficar com a rotina de ponta cabeças nesse período, você precisa entender como serão os dias da mudança pra você e ser realista quanto aos preparativos que precisa.

Não subestime o processo. A menos que você seja tão minimalista que tudo na sua vida caiba em uma mala, é bem possível que você precise de algum tipo de ajuda!

Muita gente conta com amigos e parentes nessa hora, se for o seu caso, verifique essas disponibilidades com antecedência.

Afinal, cada um tem sua vida, e a sua prioridade pode não ser a prioridade deles, o que pode gerar frustrações.

 

  1.       No dia da mudança:

Via de regra as mudanças ocorrem em dois dias: no primeiro costuma acontecer o processo de embalagem, e no segundo o de transporte.

Evite depender da cozinha da sua casa nesses dias, lembre-se que ela estará cheia de prestadores de serviço e picar cebola em meio ao caos será de chorar. Desculpe, não resisti à piadinha!

Se você tem pets, o cuidado deve ser redobrado: eles ficam nervosos com o movimento, e as portas abertas constantemente podem ser um problema. Considere deixa-los em outro local, ou determinar um lugar da casa para abriga-los nesse período.

Crianças adoram mudanças, afinal, o que pode ser melhor do que uma grande bagunça, pela qual eles não serão cobrados?

Mas para manter a sua sanidade mental, separe os brinquedos preferidos para levar com você no carro, assim você garante algum entretenimento enquanto tudo acontece e não corre risco que aquele brinquedo que tem que estar na cama toda noite, acabe encaixotado! (Ei mães, eu sei que vocês sabem o que significa descobrir que o brinquedo preferido está encaixotado!).

 

  1.       A caixa de sobrevivência!

A esse ponto você já entendeu que precisa se preparar para esses dias de transição para o novo lar, certo?

E para que você possa chegar na nova casa e ter uma boa noite de sono, é bem importante que você se preocupe em separar “a caixa de sobrevivência”.

Em que consiste? Em separar os itens básicos em uma caixa que não se misture com as demais: ela deve ser a última a entrar no caminhão, e a primeira a sair, ficando separada, porque terá uso imediato.

O que essa caixa deve conter:

- Roupa de cama e travesseiros;

- Toalhas, papel higiênico e itens básicos de higiene;

- Itens básicos de cozinha para um bom jantar e um bom café da manhã (vamos garantir um primeiro dia feliz na casa nova, né?!).

Também é importante que você prepare uma mala de viagem com roupas e itens que você possa precisar nos próximos dias.

Se você estiver contando com o serviço de Personal Organizer, em dois dias sua vida terá voltado ao normal, mas se pretende desencaixotar a mudança aos poucos, considere preparar uma mala para 7 dias, para que você não passe sufoco, tendo que procurar pertences em caixas!

Lembre-se de incluir nesse kit vitaminas e remédios! 

 

Se você gostou desse post, pode gostar também deste, onde demos mais algumas dicas!

Achou as dicas úteis? Compartilhe para que possa ajudar em mais mudanças!

 

By Priscila Wolff

Personal Organizer da Just Perfect!