Publicidade
Segue o Som

1968: quais sons dominavam as rádios há 50 anos

The Beatles em 1968
The Beatles em 1968 (Foto: Divulgação/thebeatles.com)

1968 foi um dos anos mais efervescentes, em se tratando de acontecimentos mundiais. Enquanto nos Estados Unidos, a Guerra do Vietnã dominava o noticíário local, no Brasil éramos surpreendidos com o AI-5, decreto que, além de reforçar a severidade da ditadura militar, foi responsável por um período cruel da história do país.

Mas nem tudo foi marcado pela negatividade. Um novo período de revolução política e social acabou surgindo, e, com ele, a arte se aperfeiçoou e foi uma das grandes responsáveis por causar no público essa tomada de consciência.

Por se tratar de um período historicamente importante, a música serviu como porta-voz dessa geração, pela necessidade de desbravar novos caminhos. A diversidade de ideias e sentimentos prosperou, e isso se refletiu no campo sonoro. Por isso, resgatamos as dez músicas mais tocadas nas rádios brasileiras em 1968. Para você que vivenciou o período, uma maneira de relembrar; para quem não era nascido na época, uma forma de conhecer o som que o país escutava na época. Confira abaixo!

1º) Hey Jude - The Beatles

Como não poderia deixar de ser, os Fab Four dominaram boa parte da década de 60. Hey Jude foi a canção mais tocada, tanto no Brasil quanto nos EUA, e, certamente, é a música mais famosa e idolatrada da banda. Foi eleita pela Rolling Stone como a 8ª melhor música já feita, ficou 19 semanas na parada de sucessos e seu single vendeu nada menos que 5 milhões de cópias.

2º) Viola Enluarada - Marcos Valle & Milton Nascimento

Composição de Marcos e Paulo Sérgio Valle, a canção representava de forma poética o contexto político pelo qual o Brasil passava. Foi regravada por vários artistas, entre eles Jair Rodrigues.

3º) Baby - Gal Costa & Caetano Veloso

Principal carro-chefe do álbum "Tropicália ou Panis Et Circenses", que reuniu, em um mesmo álbum, artistas do quilate de Gal, Caetano, Gilberto Gil, Mutantes, Tom Zé, entre outros. O movimento tropicalista foi, talvez, o mais importante manifesto cultural registrado no país, em termos de música.

4º) Sá Marina - Wilson Simonal

Artista não tão valorizado quanto outros de sua época, devido a algumas polêmicas (entre elas, a acusação de ter dedurado algumas pessoas na época da ditadura), Simonal possui grande importância. Stevie Wonder regravou a música como "Pretty World", algum tempo depois.

5º) Love Is Blue - Paul Mauriat 

A canção foi o trabalho mais famoso do orquestrador francês e embalou várias festinhas da época (os famosos bailinhos).

6º) Light My Fire - José Feliciano

Curiosamente, aqui no Brasil, não foi a versão original do The Doors quem dominou as paradas, mas sim, essa versão do cantor porto-riquenho.

7º) Se Você Pensa - Roberto Carlos 

Uma das músicas mais regravadas do Rei, é uma composição dele com seu eterno amigo Erasmo Carlos.

8º) MacArthur Park - Richard Harris

Canção famosa por ter sido utilizada como trilha de boletins da finada Rádio Excelsior, e como música de intervalo do Jornal Hoje, da Rede Globo, na década de 70.

9º) Pata Pata - Mirian Makeba

Regravada por mais de 30 artistas de diferentes gêneros, foi a canção responsável por popularizar o trabalho desta cantora da África do Sul.

10º) Tenho Um Amor Melhor Que o Seu - Antônio Marcos

Conhecido como O Último Romântico, Antônio Marcos foi, ao lado de Roberto e Erasmo Carlos, um dos principais cantores da MPB nos anos 60.

 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES