Publicidade
Artigo

A escolha da escola

Com a chegada do segundo semestre vem também a hora de uma importante decisão para os pais. É agora que eles definem a escolha da escola de seus filhos. Essa decisão é sempre desafiadora, porque confiar a uma instituição a guarda de filhos por algumas horas diárias requer estar atento a pontos bastante importantes. Veja alguns deles:
Alvará de funcionamento, licença sanitária e bombeiro. A documentação básica de funcionamento de uma escola é o primeiro passo para dar continuidade no processo de matrícula. Não tenha vergonha: peça para ver se a escola está em dia com estes órgãos, e em caso de dúvida, não há problemas em ligar para as entidades públicas competentes.
Empatia. Costumo dizer que a primeira etapa na definição da escola é que a família, ao conhecer a instituição, sinta empatia pelas pessoas que lá trabalham e também pela estrutura física. Os profissionais que gostam do seu ofício deixam transparecer este sentimento em uma simples visita guiada ou na entrevista que é realizada por algumas escolas para poder conhecer a família.
Proposta pedagógica. Cada escola tem em seu D.N.A sua forma de entender a educação. E as diferentes abordagens pedagógicas são importantíssimas para definir a matrícula. Desta forma, os pais devem fazer a seguinte pergunta: quais referências eu desejo que a escola transmita para meu filho? Uma conversa com o coordenador pedagógico é essencial para que haja essa compreensão, pois ele poderá explicar como o processo de ensino aprendizagem é encaminhado e quais as características principais de cada escola.
Profissionais formados e capacitados. Questionar a formação dos professores é fundamental para que haja qualidade no ensino. Estagiários e auxiliares que trabalham na escola não podem ter função de Professor Regente. Fique atento a esta prática que infelizmente ocorrem principalmente em escolas de Educação Infantil.
Estrutura física. Quando falo em observar a estrutura física da escola não estou me referindo, principalmente, em espaços magníficos de última geração. E sim, a como a escola utiliza os espaços que possui. Os alunos os utilizam constantemente? Todos têm acesso às salas ambientes quando desejam? Uma boa dica é observar na visita à escola se os alunos estão nestes espaços ou apenas na sala de aula. E lembre-se: escola com cada coisa em seu devido lugar, com 100% de organização, nem sempre é um bom sinal. Afinal de contas, um ambiente utilizado por crianças devem ter sinais dessa prática.
Limpeza. Ambientes limpos e arejados devem fazer parte da lista de interesse dos pais. Observem se cozinha, refeitório e banheiros estão com revisão de limpeza constante e se os profissionais utilizam equipamentos para manipulação destes ambientes.
A escola é um ambiente complexo e a parceria com a família é a mais importante estratégia para que o aprendizado ocorra de forma fluida. Portanto matricular a criança numa escola em que os pais possam participar deste processo é parte fundamental para o sucesso da mesma.

Carolina Paschoal é pedagoga e diretora da Escola Pedro Apóstolo

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES