Covid-19

Testes da vacina da Johnson e Johnson com 1000 curitibanos começam em outubro

A partir da segunda quinzena de outubro, a vacina da Johnson & Johson contra o coronavírus entra na última fase de testes no Paraná. Em Curitiba, participarão 1 mil voluntários.

Até o momentos, os resultados apontam que a vacina contra a Covid-19 é segura e induziu resposta imune mesmo após uma única aplicação. Os resultados são referentes a uma parte dos participantes das fases 1 e 2. 

A vacina da empresa pela imunização foi a quarta a obter autorização da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) de testes de fase 3 no Brasil, em agosto. Na semana passada, a empresa anunciou que a terceira e última etapa de testes em todo o mundo seria feita com 60 mil voluntários. No Brasil o teste será feito com 7 mil participantes, segundo a Anvisa.

Essa etapa de testes aceitará participantes acima dos 60 anos e com doenças preexistentes como, por exemplo, diabetes, hipertensão, asma e HIV. A idade mínima para participar é de 18 anos.

Se a eficácia e a segurança da vacina forem comprovadas, a expectativa é de que ela esteja disponível no início de 2021 para uso emergencial, segundo a empresa.