Publicidade
Jogos Olímpicos

A um ano do início, Tóquio-2020 apresenta medalhas e começa contagem regressiva

(Foto: Reprodução/Portal COI)

A exatamente um ano do início dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, no Japão, os organizadores realizaram nesta quarta-feira uma cerimônia, que contou com as presenças do primeiro-ministro japonês Shinzo Abe e do alemão Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), para apresentar as medalhas de ouro, prata e bronze que serão dadas aos atletas. Além disso, um relógio com a contagem regressiva de 366 dias foi acionado no centro da capital japonesa.

"Estamos muito satisfeitos com a preparação dos Jogos. E a emoção está aumentando... Vocês viram o interesse sem precedentes na venda de ingressos" disse o chefe da Comissão de Coordenação do COI, o britânico John Coates. Já foram comercializados 3,22 milhões de bilhetes só na primeira fase das vendas domésticas no mês passado. E mais de 200 mil pessoas no Japão e no exterior se candidataram para ser voluntárias nos Jogos.

Com relação às medalhas, os organizadores destacaram o programa de reciclagem de lixos eletrônicos descartados pela população japonesa, que atingiu oito toneladas de material bruto. Tóquio planeja virar uma cidade sustentável modelo e usará as Olimpíadas para inaugurar o crescimento econômico e as iniciativas ecológicas na capital do país. Entre alguns dos objetivos é diminuir as emissões de gases de efeito estufa e o consumo de energia.

Concebidas pelo designer japonês Junichi Kawanishi, as medalhas foram escolhidas em julho do ano passado, depois de uma competição aberta para profissionais e estudantes de design. "Com seus anéis brilhantes, espero que as medalhas sejam vistas como um tributo aos esforços dos atletas, refletindo sua glória e simbolizando sua amizade", disse Kawanishi.

As medalhas de ouro são banhadas a prata pura com cerca de seis gramas de ouro. As de prata são prata pura, enquanto que as de bronze são feitas de uma forma resistente à corrosão contendo zinco. O lado da medalha com o símbolo dos Jogos de Tóquio-2020 terá também o nome do evento para o qual é apresentado.

No evento desta quarta-feira, Thomas Bach disse que "nunca viu uma cidade tão bem preparada" como Tóquio. O presidente do COI destacou "o compromisso e a cooperação" das autoridades japonesas para 2020, e

estava confiante de que, graças a isso, o evento será "um sucesso para o Japão e também para toda a

comunidade olímpica".

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, expressou o seu desejo de que as Olimpíadas sirvam para impulsionar a economia do país e, em particular, a reconstrução e recuperação de áreas castigadas pelo terremoto e tsunami de 2011.

As Olimpíadas de Tóquio serão realizadas entre os dias 24 de julho a 9 de agosto de 2020, enquanto que os

Jogos Paralímpicos acontecerão entre 25 de agosto e 6 de setembro.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES