Paraná

Acompanhe o sexto dia do júri do caso Tatiane Spitzner, em Guarapuava

(Foto: Reprodução )

O professor de biologia Luis Felipe Manvaile, acusado de matar a mulher, a advogada Tatiane Spitzner, em julho fde 2018, em Gauarapuava, entra no sexto dia. A expectativa é que a sentença seja proferida nesta segunda-feira (10).

O júri popular teve início na terça-feira (4). Em seis dias, foram ouvidas 14 testemunhas e dois assistentes técnicos. O interrogatório do réu ocorreu neste domingo (9) e durou mais de 11 horas. Manvailer pediu desculpas à família de Tatiane pelas agressões flagradas por câmeras de segurança, mas afirmou que não a matou.

Agora a tarde ocorre a fase de debates orais da defesa e acusação. Segundo o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), a sessão teve início às 12h.